Noz da Índia – Seus riscos para saúde, contraindicações, efeitos colaterais e depoimentos

Há uma grande variedade de produtos no mercado que surgem com a promessa da tão desejada perda de peso. Mas e a Noz da Índia? Será que ela emagrece mesmo?

Veja a seguir quais são as propriedades e os benefícios que a noz da índia para trazer para a sua saúde e se a promessa do emagrecimento é ou não verdadeira.

O que é a noz da índia?

Proibida a venda no Brasil pela Anvisa, a noz da índia é um tipo de semente, cujo nome científico é Aleurites moluccana, a qual foi atribuída a característica de auxiliar na perda de peso. Como se vê é uma substância completamente natural e é justamente isso que atrai tantos curiosos. Existem outros benefícios associados sendo eles:

  • reduz o colesterol e triglicérides;
  • combate a celulite;
  • reduz a fome e a vontade de comer doces;
  • atenua a ansiedade;
  • previne a prisão de ventre;
  • prolonga a sensação de saciedade pela sua grande quantidade de fibras;
  • melhora a textura da pele e dá brilho aos cabelos.

Ela emagrece ou não?

Em primeiro lugar, temos que fazer um alerta. Existem atualmente no mercado dois produtos sendo vendidos como Noz da Índia. Porém, um deles é extremamente tóxico para o nosso organismo. A noz falsa tem o nome de Thevetia peruviana.

Quando associada a outro medicamento pode desencadear eventos graves para a saúde que pode levar a morte. A noz da índia verdadeira tem as seguintes características:

  • cor esbranquiçada;
  • um pequeno talo na ponta;
  • sua casca é felpuda.

A noz da índia age diretamente na gordura localizada, evitando que a gordura dos alimentos se deposite no tecido adiposo. Assim, a gordura não armazenada é eliminada pelas fezes.

Como tomar a noz da índia?

Ela possui 48% de carboidratos, 3,33% de proteínas, 19% de fibras e 64,5% de gorduras. Como se pode ver, apesar de ser uma gordura considerada saudável, essa pequena semente em excesso e ingerida sem orientação pode causar estragos pelo seu elevado teor calórico.

Exatamente por isso é que recomenda-se comer apenas 1/8 de uma semente durante o período da manhã, seja antes do café da manhã ou do lanche, na primeira semana.

Cada pacote vem com 12 sementes o que dura quase 2 meses. Antes de ingerir é preciso fazer uma infusão com a semente durante 5 minutos e tomar todos os dias.

A semente tem um efeito diurético e laxante, portanto, beba bastante líquido durante o dia para não ficar desidratado, pelo menos os 2 litros recomendados como medida diária.

Já a partir da segunda semana você deverá partir a semente em 4 partes e comer apenas uma das partes também durante o período da manhã e ingerir bastante líquido.

Pela falta de estudos concretos em seres humanos com o uso da semente, não se deve ingerir mais do que isso, pois pode causar reações adversas.

Noz da índia em cápsulas

A noz da índia também é vendida em cápsulas e a concentração em cápsula é que vai determinar o quanto consumir. A média de preço dessas embalagens podem variar também conforma a quantidade de cápsulas, dosagem e fabricante.

Contraindicações e efeitos colaterais

Como não há muitos estudos concretos em humanos sobre os efeitos da noz da índia, o que temos hoje sobre contraindicações e efeitos colaterais vêm da observação do olho humano sem nenhum tipo de parâmetro. Assim, entre os efeitos colaterais encontrados temos:

  • diarreia;

  • náuseas;

  • gases;

  • problemas gástricos e digestivos;

  • desidratação;

  • hipotensão.

É preciso ter muito cuidado ao consumir a noz da índia. Ela se tornou bastante famosa aqui no Brasil por oferecer uma perde milagrosa de gordura corporal, mas é preciso lembrar que não existem estudos suficientes que comprovem a sua eficácia. Além do mais, existem outros meios muito mais seguros e confiáveis de conseguir o tão sonhado emagrecimento.

Por exemplo, não há um estudo que comprove cientificamente qual a quantidade ideal de noz da índia que deve ser consumida para alcançar o objetivo desejado. Há apenas “fórmulas” baseadas no empirismo e na crença popular, portanto, o melhor mesmo é não arriscar. Uma dosagem errada pode causar sérias complicações gastrointestinais.

É importante ter em mente que a noz da índia é bastante utilizada tanto na Índia quanto na Indonésia como um condimento, um tempero nos alimentos. Portanto, ela é ingerida nesses lugares apenas depois de cozida. Aqui no Brasil, a venda e indicação é feita para o consumo in natura.

As contraindicações são para um grupo específico do qual fazem parte as gestantes, lactantes, pessoas idosas e com menos de 15 anos. Indivíduos com patologias relacionadas ao sistema digestivo também devem evitar o consumo.

Lembre-se de que a semente e qualquer outro produto natural voltado para o emagrecimento não fará milagre. É preciso praticar exercícios e ter uma dieta balanceada. Depois que a semente for cortada ela deverá ficar armazenada na geladeira.

Na hora de comprar observe a aparência da noz. Ela não deve estar verde, manchada ou murcha e deve estar armazenada em um lugar fresco, longe da umidade.

Noz da índia e Anvisa

A Anvisa proibiu a venda da Noz da Índia em todo o território nacional. Ainda é possível comprar o produto em algumas lojas. Mas fique ciente que sua venda foi proibida principalmente pelo malefícios que tem causado a quem já tomou. A melhor forma ainda para emagrecer é a pratica de atividades, dieta e suplementação adequada e orientada por um profissional da saúde.

Noz da índia x chapéu de napoleão

Essas são dois vegetais que possuem uma forma muito parecida, mas é preciso saber que o chapéu de napoleão é venenoso e traz inúmeros problemas de saúde.

A parte interna no chapéu de napoleão é muito parecida com a noz da índia e, com isso, muitas pessoas começaram a vendê-lo de forma indiscriminada, seja afirmando que era a noz da índia, seja afirmando que as duas plantas tinham as mesmas propriedades.

Mesmo em doses muito pequenas, o chapéu de napoleão pode levar a pessoa a ter uma parada cardíaca causando a sua morte.

Concluindo
O ideal é não consumir a noz da índia. Os nutricionistas e outros profissionais da área não recomendam o uso dessa semente. Na verdade, comece a duvidar mais desses alimentos que se dizem milagrosos.

Nada vai substituir uma boa atividade física e uma reeducação alimentar com orientação profissional. Não dá para arriscar ingerindo uma semente da qual não se tem muitos estudos e informações.

 – Emagrecimento

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *