Vacinas

Febre amarela – Relato de uma enfermeira q pensa

“Deixem-me dizer o que eu penso sobre esse tal “surto” de febre amarela. Estudei enfermagem há quase 20 anos e na literatura sempre falou que : “a forma grave da febre amarela é raríssima.” Trabalho há 17 anos em dois dos maiores hospitais de Belo Horizonte.

Não me lembro, em todos esses anos, de um só paciente internado pela forma grave da doença.

Pergunto: que história é essa de “surto” de febre amarela, na forma grave, pelo país???

Porque ninguém fala sobre o que aconteceu para que a forma rara se tornasse tão ‘popular’?

Eu faço minhas conclusões: primeiro, não acredito nas estatísticas divulgadas pela mídia. Segundo, não confio no treinamento e cartilhas dadas as médicos, que lhes confere como fechar o diagnóstico. “A febre amarela é uma doença infecciosa, causada por vírus e transmitida por vetores.

Geralmente, quem contrai este vírus não chega a apresentar sintomas ou os mesmos são muito fracos.

As primeiras manifestações da doença são repentinas: febre alta, calafrios, cansaço, dor de cabeça, dor muscular, náuseas e vômitos por cerca de três dias.

A forma mais grave da doença é rara e costuma aparecer após um breve período de bem-estar (até dois dias), quando podem ocorrer insuficiências hepática e renal, icterícia (olhos e pele amarelados), manifestações hemorrágicas e cansaço intenso.

A maioria dos infectados se recupera bem e adquire imunização permanente contra a febre amarela.”

Percebem que, pela literatura, se geralmente quem contrai o vírus, nem chega a apresentar sintomas e quem contrai torna-se imune permanentemente, é óbvio que um percentual enorme da população está nessa categoria!

Eu tenho certeza absoluta que tudo está sendo manipulado para criar o medo na população, assim como fizeram em 2009 com a tal gripe suína que ninguém nunca mais ouviu falar, e uma vez criado o medo, levarem todos a se submeter a mais uma vacina QUE CONTÉM UM PERCENTUAL ABSURDO DE MERCÚRIO, um dos metais mais tóxicos que existem.

Sabiam que os laboratórios são protegidos, por lei, de qualquer acusação, caso alguém tenha qualquer problema com a vacina? Ou seja, antes de imunizarem você, o laboratório já se imunizou de você, blz?”
KK (preservando a identidade)

Febre amarela
“Na bula da vacina contra Febre Amarela consta como reações e danos colaterais: MENINGITE, SÍNDROME DE GUILLAIN-BARRÉ, ENCEFALOPATIA, etc…

http://www.anvisa.gov.br/d…/fila_bula/frmVisualizarBula.asp…

Está acontecendo uma campanha massiva no Brasil, pois o Governo está com estoque alto e não quer ter prejuízo se a validade vencer, jogar fora sai mais caro que vacinar o povo pelos exigências de descarte adequado para não contaminar o meio ambiente.

Também tem os lucro$ obtidos da BigPharma se bater a meta…

Negócios, sempre negócios!!!

Esta vacina não é segura, alguns meses atrás houve alerta para suspender, agora estão fazendo terror no povo de novo falando que encontraram macacos mortos pra lá e pra cá…

Não tomem!!!…

Muitas vezes burlam as normas de descarte de vacinas vencidas, com vírus, material bio-contaminante, verdadeiras armas bioquímicas, levando para descartar na costa da Africa, dai lá um monte de gente fica doente, e eles lucram de novo, vendendo vacinas!!!

As tais doses fracionadas é parte de um programa de experimentação e estão usando o povo do Brasil como cobaias!!!

Não oferece eficácia, nem segurança!!!

Não tem comprovação clínica!!!

Muito cuidado!!!”

ZENN BELL.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *