Espiritualidade,  Uncategorized

Canalização Jahed

Transição

Paz! A conduta volitiva que capacita a razão a alcançar determinadas compreensões rompe agora com os imperativos do espaço, assim como rompidos estão os argumentos temporais da realidade dimensional de onde partem vossas expectativas intelectuais.

Somente então agora a partir dessas rupturas, podemos acessar vórtices de pensamentos onde sustêm-se determinadas condições vibráteis, indispensáveis à apreensão desses novos conteúdos experimentais.

A esses conteúdos experimentais, retornamos em instâncias dimensionais superiores, os conceitos já estabelecidos dos aglomerados intencionais.

Escapando dos deterministas preceitos de espaço como lugar ou local fisicamente disponível ao colapso de manifestações mentais e, moldando uma nova concepção espacial onde a substância encontra os contextos psíquicos apropriados à expressão da realidade, estabelecemos entre vós a oportunidade de acesso à mobilidade mental inerente as viagens interdimensionais que ora se disponibilizam ao vosso atual status existencial.

Sim é exigido flexibilidade perceptual e mais amplo expectro conceptual diante da signitiva envergadura dos aglomerados intencionais.

Sim essa envergadura dá-se mediante a ontológica assinatura eletrônica desses aglomerados que comportam-se responsivamente à fisiologia ondulatória da luz.

Essas realidades intensionais disponíveis estão a todo o expectro que compõe o horizonte perceptual do substrato a ancorar realidades potenciais e existenciais.

Ora, como quereis julgar factível enquadrar essas realidades nos limites espaciais da terceira dimensão?

Vosso alcance intelecto-racional emite já, em muitos de vós humanos terrenos, perspectivas vibracionais, cujas frequências capacitadas estão a romper com esses horizontes tridimensionais.

Assim o que é o espaço e o tempo fora dos contornos desses horizontes que vos inscrevem e limitam dimensionalmente?

Que respostas podeis aferir a essas perspectivas?

Imperativo é compreender a gênese mental dessas perspectivas, para delas conseguires escapar.

Assim compreensões inéditas de saberes milenares ancoram suavemente em vossas realidades psíquicas, delineando o contorno de uma mobilidade existencial que transcende o espaço-tempo racionalmente circunscrito às vossas teorias perceptuais.

O que são essas teorias senão possibilidades intelectuais, perceptualmente calcadas na restrita sensibilidade sensorial?

“Dai à Cézar o que é de Cézar! Dai à carne o que é da carne!”

Os pulsos fotônicos da realidade eletrônica dos aglomerados intencionais comportam-se diante dessa nova perspectiva espaço-temporal, tal qual a realidade dos níveis e subníveis eletrônicos da dimensão atômica material.

Fazendo-vos indagar a respeito dos limítes percpetuais da realidade material, como simples fantasmas conceptuais a colorir e validar as consagradas e acadêmicas teorias da realidade cósmica existencial!

Assim, pertinente é indagar para onde migram todas as percepções que colapsam-se para além desse conceituado espaço-tempo tridimensional?

Alguma coisa ou, alguma perspectiva do real escapa desse espaço-tempo materialmente estruturado, ou seria a realidade móbil e volátil da Consciência que imprime essa tradução convencional às vossas evolutivas possibilidades mentais?

Sim, o terror da vacuidade ronda o seguro território dos acadêmicos e consagrados saberes existenciais!

O medo é seguro instrumento de desconstrução de estruturas perceptuais indispensáveis ao alcance da atualização conceptual.

Pois o medo é a única perspectiva conceptual capaz de suster a imobilidade espaço-temporal compatível aos pretensos processos de negação existencial, dessa vossa dimensão universal.

Os já anteriormente citados em nossas canalizações; os aglomerados intencionais, colorem-se por hora, de novas perspectivas vibracionais, colapsando em vossas mentes, um novo expectro de luzes que combinar-se-ão com os imperativos magnéticos das partículas atômicas e subatômicas que estão a comover a magnotosfera da dimensão espacial de vosso globo planetário material.

E dentro dessa perspectiva, a dinâmica das realidades existenciais factíveis entre o câmbio que se constitui na assinatura relacional entre substância e substrato, configuram em vossos horizontes mentais, uma expansão condizente com as ousadas habilidades do caminhar evolutivo da Consciência na realidade físico-material dos Universos manifestados.

Paz e Luz! Jahed

Fonte: http://www.liscanalizacoes.com.br/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Translate »