Limpar a Glândula Pineal é útil para aqueles que desejam desenvolver sua percepção multidimensional. A glândula Pineal irá naturalmente fazer o seu próprio DMT, quando em pleno funcionamento e será capaz de permanecer em um estado visionário maior parte do tempo.

Uma glândula pineal desperta traz a capacidade de viajem astral consciente, exploração de outras dimensões, previsão do futuro e recepção de comunicações com outros seres dimensionais.

DMT é um componente da Ayahuasca – uma planta medicinal da Amazônia, que traz cura profunda física e do coração através de seus efeitos purgativos e da percepção de outras dimensões.

Aqueles que usam este medicamento entram em um período de “trabalho” onde as questões vêm à consciência e podem ser curadas com as idéias que vêm da consciência DMT.

A vantagem de limpar a nossa glândula pineal para que produza o seu próprio DMT é que podemos estar em um estado contínuo de “trabalho” espiritual e sermos poupados dos efeitos purgativos de beber a ayahuasca.

Assim não precisamos mais tomar medicamentos como um complemento para as nossas vidas espirituais. DMT é uma substância totalmente natural que o corpo humano irá produzir e distribuir quando estiver num estado curativo.

Assim, ao que parece os seres humanos tinham a intenção de serem visionários e capazes de acessar as informações em outras dimensões. Esta percepção dimensional transcende o ego e rapidamente cura os nossos sofrimentos, conflitos e, portanto, karmas.

Aqui estão alguns princípios básicos para desintoxicação da pineal:

1. Mercúrio – este é realmente ruim para a glândula pineal. É veneno. Não deixe isto entrar em seu corpo. Obturações dentárias de mercúrio são toxinas para a pineal. Remova-as. Todas as vacinas também mercúrio contaminado.

Thimersal (um conservante de vacina) é metilo mercúrio e é muito difícil de sair do cérebro, uma vez entrando lá. Evite comer peixes e alimentadores inferiores, tais como os camarões. Atum e carne de golfinho são particularmente ruins – quanto maior o peixe, maior a concentração de mercúrio em seu tecido do corpo.

Lâmpadas Eco – se uma for quebrada, vapor de mercúrio é liberado para o quarto e inalado. Evite a todo custo quebrar uma em local fechado.

O mercúrio pode ser removido do corpo através da utilização diária de chlorella, grama de trigo e espirulina. Erva de Coentro tomado diariamente pode ajudar a remover o mercúrio do tecido cerebral.

2. Flúor – em pastas de dentes e água da torneira. Outro veneno pesado. Evite a todo custo. Calcifica o tecido pineal e, basicamente, fecha a glândula.

3. Alimentos orgânicos – alguns pesticidas são toxinas para a pineal. Alimentos orgânicos saudáveis com uma alta proporção de matéria-prima oferecem suporte para desintoxicação da pineal.

A carne não é útil também. Algumas pessoas que canalizam parecem não serem afetadas, mas para muitas a toxicidade e a densidade da carne irá gerar desafios e queremos fazer o trabalho mais fácil se pudermos.

4. Álcool + fumo – Naturalmente, estes precisam sair junto com as ligações emocionais que conduzem a usá-los (geralmente se resume a questões de auto-estima ou trauma não resolvido).

5. Cura do Coração – eleva a vibração geral do ser e cura o medo – uma vantagem útil para quando começar a ver outras dimensões.

6. Outras toxinas – se algo é tóxico não coloque em seu corpo. Se você não pode dizer o seu nome é mais provável que seja ruim. As toxinas incluem adoçantes artificiais (aspartame K), açúcar refinado, phylenanine (em abóboras), desodorantes, produtos químicos de limpeza, anti-sépticos bucais dentários (água salgada é suficiente) e purificadores de ar.

7. Chocolate Cru – Cacau bruto é um estimulante / desintoxicante da glândula pineal em doses elevadas por causa do alto teor antioxidante. Seja disciplinado com as etapas 1-6 por um ano e assim certamente trará o despertar da pineal. Passo 6 é opcional, mas muito útil também.

Fonte: waking times

 http://despertandodeuses.blogspot.com.br/2012/06/como-limpar-glandu…

A Astrologia e a ciência dos chakras têm algo essencial em comum: ambas lidam com vibrações, com o estudo de diferentes intensidades e ritmos dessas “palpitações sutis” em nossas dinâmicas internas.

São vibrações não visíveis ao olho comum, mas que nem por isso deixam de se inter-relacionar e influir em tudo o que podemos perceber a “olhos nus”.

Estudar o comportamento dos signos astrológicos possibilita entender muito sobre o funcionamento e função dos chakras e observar os chakras possibilita decifrar alguns dos mistérios – aparentemente indecifráveis – dos signos. 

Pessoas diferentes entendem a relação entre chakras e signos com lógicas e mapeamentos diferentes, a mais comum é a que relaciona saturno ao primeiro chakra, júpiter ao segundo, marte ao terceiro,vênus ao quarto, mercúrio ao quinto, sol ao sexto e lua ao sétimo, dessa maneira, defendendo quequanto mais lento o planeta, ele estaria relacionado a um chakra mais “baixo” e quanto mais rápido, a um chakra mais alto.

Respeito essa leitura, foi a primeira que me deram mas, nos últimos 25 anos dirigi grupos de trabalho com chakras, onde sempre levantei os mapas astrológicos de todos os envolvidos e os acompanhei no dia-a-dia tentando perceber o que acontecia em seus mapas astrológicos e com sua evolução na sensibilização e vitalização dos chakras. 

Cheguei de início a uma relação diferente e desde então venho reiteradamente observando o quanto as resposta é mais efetiva na prática, na vida de quem trabalha seus chakras.

Foram cerca de mil e seiscentos participantes nesses grupos e acredito que já seja hora de compartilhar as conclusões, entendendo que devam ser experimentadas por quem busca desenvolver e harmonizar seus chakras, para que cada um tire suas conclusões a partir da própria experiência, mais do que a partir de uma teoria. 

No sistema que adoto, os seis primeiros chakras refletem todas as dualidades que carregamos em nós e com as quais nos defrontamos diariamente.

Esses seis primeiros chakras estão ligados, cada um, a dois signos complementares. Esses signos complementares refletem as duas polaridades básicas do chakra. 

O primeiro chakra por exemplo, o muladhara, mula em sânscrito significa “raiz” e adhara significa “base”. Ele está relacionado aos signos de Capricórnio e Câncer. Câncer está ligado às nossas raízes emocionais e Capricórnio ao estabelecimento de fundamentos concretos para aquilo que pretendemos realizar.

Como das raízes da árvore depende a sua solidez e segurança, ambos os signos e o chakra estão sempre voltados para esse tema e o medo da sobrevivência se torna o principal medo ligado ao muladhara.

Um primeiro chakra bem desenvolvido dá à pessoa condições para que assuma responsabilidade sobre o próprio destino; quando inibido, esse chakra leva a pessoa a se fechar em seu casulo e tornar-se arisca a contatos diretos que exponham seu emocional.

O primeiro chakra atrofiado torna a pessoa uma fácil vítima da culpa e do medo, levando-a a apequenar e reduzir seus objetivos e alcances. Quando a energia desse chakra flui sem empecilhos a pessoa é capaz de coordenar sonhos com realizações da maneira mais positiva possível. 

O segundo chakra está sintonizado aos signos de Virgem e Peixes. Seu nome, swadisthana, significa “a sua morada”. No Oriente se diz que nessa região do seu corpo mora o seu buda interno.

Assim como o signo de Virgem, esse chakra rege os intestinos, órgão que filtra o que nos serve e devolve ao Universo o que não nos é apropriado. Assim, o swadisthana quando ativado e harmonizado, proporciona uma infinita capacidade de discernimento.

Discernimento é a qualidade essencial de um buda. Virgem e Peixes são dois signos perfeccionistas e é dito que aí mora nosso buda interno pelo constante compromisso com a constante auto-elaboração e auto-aperfeiçoamento que o chakra quando acordado estimula. 

O terceiro chakra chama-se Manipura, que significa “jóia brilhante” e está ligado aos signos de Áries e Libra, dois signos impulsivos, capazes de se atirar na realidade como a mariposa quando se sente atraída pela luz.

Se o primeiro chakra era a raiz de nossa árvore, o segundo é o momento em que essa raiz se divide em duas e o terceiro, o momento em que a planta sai buscando seu lugar ao Sol. Dessa maneira, é um chakra ligado à auto afirmação (Áries) ou à afirmação de nossos projetos coletivos (Libra).

É o chakra do guerreiro (Áries) e do general (Libra) e sempre fonte de estímulo para irmos à frente, estímulo que pode ser canalizado para propósitos pessoais (Áries) ou coletivos (Libra). 

O quarto chakra está ligado a Leão e Aquário, é o chakra do coração, sempre vivo em nossas relações amorosas (Leão) e de amizade (Aquário). Nesse chakra temos que decidir quanto à questão básica do Leonino, se viveremos em função de nosso orgulho ou de nossa auto-estima. O coração tem também outra dimensão, a da coragem.

A palavra “coragem” vem de “core”, âmago, a mesma raiz de coração. É aí que mora a coragem do revolucionário ou do rebelde (dimensões aquarianas).

É esse chakra desenvolvido que nos dá uma visão otimista e positiva da vida (Leão) mas também com visão humanista e noção de como relacionar-se com o outro preservando a própria liberdade e independência (Aquário). 

O quinto chakra está ligado aos signos Touro e Escorpião. Localizado na garganta, pode se dizer que o Escorpião é a polaridade mais presente na nuca, fonte de uma inacabável criatividade, enquanto Touro está relacionado à parte da frente do chakra, ligada ao senso estético, mas também à vaidade.

Quem vive na superfície desse chakra, tende a se preocupar com a forma e gerenciar sua vida de maneira conservadora e apegada.

Quem se torna consciente das camadas mais profundas do chakra, passa a ter uma capacidade infindável de avaliação da realidade e de desprendimento. Quem vive na superfície desse chakra tende a se tornar obediente e um bom executor. Quem vive na profundidade, costuma questionar a legitimidade da autoridade de quem tenta regê-lo ou se aproveitar dele.

Quem vive na parte anterior do chakra, tem grande capacidade de dedicação por aqueles e por tudo o que gosta, mas costuma empacar quando não gosta de alguém ou de algo.

Quem vive na parte mais essencial e posterior do chakra, mostra sempre enorme capacidade de superação e uma intensidade de compromisso com o que faz, que torna o aparentemente impossível em possível. 

O sexto chakra está ligado aos signos de Sagitário e Gêmeos. Mais popular no Ocidente como chakra da “terceira visão” ele está ligado à intuição, à capacidade de lidar com os componente sutis do que nos está perto (Gêmeos) e distante (Sagitário).

Quando desenvolvido e harmonizado esse chakra, ele nos deixa objetivos e com senso de direção (Sagitário) ao mesmo tempo em que nos torna capaz de traduzir o que a pessoa mais simples diz para a mais sofisticada e vice-versa (Gêmeos).

Ele é chamado por muitos de chakra da fé (Sagitário) capaz de concretizar o suposto “inconcretizável”. No tantra se diz que esse chakra desenvolvido torna tudo possível para você, que basta que você queira as coisas e elas acontecem.

Assim como acontece com pessoas que se relacionam bem com se Júpiter, planeta de Sagitário.

Por outro lado é um chakra que pode se tornar ligeiramente perigoso para quem o desenvolve sem ter uma base emocional sólida, uma vez que ele nos dá uma incrível capacidade de manipular o que nos rodeia (Gêmeos). É o chakra onde chegamos à beira de transcender a mente (Gêmeos e Sagitário). 

Os seis primeiros chakras administram todas as nossa dualidades internas. Quando chegamos ao sétimo, experimentamos a dissolução de nossa noção de identidade e de todos os nossos valores, crenças, certezas, medos, desejos, e todas as outras criações da mente e do ego.

Dessa maneira, esse chakra não se liga a nenhum planeta particular, uma vez que todos os planetas incorporam as qualidade de uma polaridade de algum eixo.

O sétimo está ligado ao centro de nosso mapa astrológico, o lugar onde encontramos o constante equilíbrio e harmonia entre todas as nossas polaridades e facetas.

Chegar à ele é experimentar a liberdade última possível a um ser humano, a liberdade de todas as ilusões e a felicidade que a lucidez em sua dimensão ampla é capaz de oferecer.

?Por: Pedro Tornaghi?

Esta lista “como fazer” vai lhe dar um ponto de referência para os exercícios e maneiras que ajudem na descalcificação da glândula pineal, ela também é conhecida como o terceiro olho, é uma pequena glândula endócrina na parte central geométrica do seu cérebro, é a casa do chacra ajna (na testa) e sua energia é de fenômenos psíquicos e espirituais.

A glândula pineal produz uma série de produtos químicos e hormônios que causam felicidade, serenidade, euforia, sossego, comportamento civilizado, emoções equilibradas e fenômenos psíquicos, só para citar alguns, estes são estados naturais de ser, no entanto devido à falta de nutrição adequada, questões ambientais, pensamentos do lado esquerdo do cérebro e vários produtos químicos a maioria das pessoas têm sua glândula pineal calcificada.

O Criador deu aos seres humanos a chance de reverter ou diminuir TODAS as “enfermidades” e disfunções, existem vários suplementos, alimentos, bebidas, exercícios e outras práticas que se pode implementar em seu estilo de vida para reverter a calcificação da glândula pineal, conforme você começa a trabalhar conscientemente com a energia do chacra do terceiro olho você começará a ver a realidade como ela é ao contrário do que você foi programado para acreditar.

A lista a seguir não está em nenhuma ordem particular, veja o que ressoa ou sente ser bom para você e comece por aí, lembre-se, praticar a paciência e ser consistente é a chave para qualquer trabalho espiritual e metafísico.

1. Eliminar ou reduzir a ingestão de carnes especialmente as mais pesadas como carne bovina e suína que são muito ácidas, um pH ácido alto não é propício para uma alimentação saudável nem para a descalcificação da glândula pineal.

2. Beba água alcalina ou destilada, a água alcalina é carregada eletricamente e a água destilada remove as toxinas e metais pesados do corpo humano.

3. Evite o flúor, ele é tóxico para o organismo humano, use creme dental sem flúor, não tome água da torneira porque ela é fluoretada por isso beba água alcalina ou água destilada.

4. Pratique o Sungazing, apreciando a energia do Sol quando ele está laranja ou no nascente é tremendamente benéfico para a glândula pineal e a descalcificação, você pode fazer isso diariamente por 3-5 minutos não leva muito tempo, sua pineal é um cristal e reage notavelmente ao nosso sol.

5. Coma mais verduras e legumes, os alimentos mais alcalinos que entram em seu sistema alimentam também a glândula pineal e outras partes cruciais do seu ser, os alimentos que receberam luz solar são carregados eletricamente e descalcificam a glândula pineal !

6. Evite o mercúrio ele é extremamente tóxico, a maioria das vacinas e obturações dentárias são à base de mercúrio, no entanto hoje em dia a maioria dos dentistas estão usando recheios sem base de mercúrio, se você tiver obturações de mercúrio em seus dentes, procure um dentista holístico para removê-las.

7. Mantenha pensamentos e ações positivas, isto pode parecer um pouco elementar ou não “profundo o suficiente”, mas há um grande poder no seu estado de espírito, pensamentos também podem ser tóxicos.

8. Consuma algas azul-esverdeada e outros “superalimentos” ricos em clorofila, isto é semelhante a comer mais legumes, mas acrescentando potência, outros superalimentos incluem clorela, spirulina, musgo do mar e suco de clorofila.

9. Use ervas como artemísia, madeira betony, alfafa, salsa e centella asiática que tem propriedades curativas maravilhosas, você pode fazer um chá ou moer e polvilhar sobre a salada, ou pode ser fumado como parte de um ritual.

10. Use as lâmpadas fluorescentes enroladas (econômicas), as lâmpadas incandescentes são baratas mas muito inconsistentes como espectro de luz, a glândula pineal é sensível à luz, também é importante dormir na escuridão completa, se possível.

11. Coloque um cristal no seu chacra frontal diariamente, meditar com um cristal é energeticamente benéfico para a descalcificação da glândula pineal, alguns dos favoritos são ametista, quartzo claro, sodalita e lápis-lazúli.

Adendo Na 5ª Dimensão: Esta é uma lista incrível ! A única outra sugestão que eu faria é água ozonizada também, de acordo com a pesquisa do Dr. Masaru Emoto em água e consciência, você pode adicionar mantras e afirmações para qualquer água que você consome como uma forma de sobrecarrega-la !

Via: Radio Viva Zen

Desde muito pequena meus pais me levavam para benzer. Na minha primeira experiência, eu tinha apenas um mês de vida. Benzer é uma prática muito antiga – ganhou força no período da colonização com a chegada de imigrantes.

Com o tempo, perdeu a popularidade que tinha, mas até hoje ainda é presente em pequenas cidades, como a que meus pais moram, em Agudo (RS).

Por lá, já fui benta por várias senhoras, cheias de uma sabedoria rica, passada a cada geração. Benzer vem de fazer a cruz, e os motivos de quem recorre à prática são diversos.

Dos males que a benzedura promete curar ou apaziguar estão desde picada de insetos, cobreira, passando pela tradicional reza contra o mau-olhado e quebranto, chegando a preces para sarar do estresse e aliviar dores.

Os instrumentos para isso são simples: ervas, uma bíblia, sal, velas e, às vezes, alguns elementos inusitados, como ovos.

Meses atrás eu não conseguia dormir bem. Estava aflita e nervosa – não sei dizer o motivo, mas foram dias de certa angústia.

Recorri à benzedura da dona Ila Abich, que mora perto da casa dos meus pais. Aos 68 anos, ela vive em uma residência humilde, cria galinhas, perus e patos, e tem uma clientela enorme e fiel. Ela me leva para um cômodo, que parece uma sala.

Pede que eu fique de pé enquanto segura algumas folhas de arruda. Mantenho os olhos abertos enquanto ela faz algumas rezas e gesticula com movimentos que não me parecem lógicos, mas próprios dessa prática.

Pergunta o que eu estava sentindo nos últimos dias. Em seguida, pega uma linha e, enquanto segura os ovos, me mede. Estranho, mas me mantenho firme na crença.

Ela diz: “você está bem carregada”. Entendi o recado: a minha energia não estava nada boa.

Meu tratamento durou três dias. No primeiro, ela explicou que, para realmente funcionar, eu precisava voltar mais duas vezes. Jogou os ovos fora e nos despedimos.

Eu havia chegado lá cansada, para baixo, e agora saia mais disposta. Naquela noite, já senti uma melhora no sono.

No final do terceiro dia, ela disse: “Pronto, você está limpa”, depois de repetir o mesmo ritual.

Por mais que a ciência não encontre explicação para essa atividade tão antiga e popular, muitos – inclusive eu – continuam fiéis à benzedura pelos benefícios sentidos na prática.

Eu fiquei mais leve, e meu sono teve muito mais qualidade.

Fonte: http://vidasimples.uol.com.br/noticias/compartilhe/alivio-com-a-benzedura.phtml#.VTvq6v6_RvV

Nutrição Para o Olho da Mente: Alimentos Para Reativar Sua Glândula Pineal

O olho da mente, cientificamente conhecido como a glândula pineal, é considerado a porta de entrada para os níveis mais elevados de consciência, no caso de você não estar ciente a glândula pineal é uma glândula endócrina em forma de uma pequena pinha no cérebro que produz e secreta o hormônio melatonina, acredita-se também que a glândula pineal seja responsável pela liberação de Dimetiltriptamina (DMT), a glândula pineal é o “princípio da sede da alma”, segundo Descartes, como você pode ver esta glândula tem muitas funções tanto física como metafisicamente, assim mantê-la funcionando em todo o seu potencial deve ser uma prioridade de todos os que procuram uma mente saudável.

Relacionado: 11 maneiras de descalcificar a Glândula Pineal.

À medida que envelhecemos a glândula pineal começa a se calcificar e tornar-se lenta, esta taxa varia consideravelmente por pessoa e estilo de vida, mas o consumo de quantidades excessivas de flúor é considerado um fator de risco, isto é em parte porque o fluoreto se acumula em quantidades extremamente altas na glândula pineal causando sua calcificação mais rapidamente, o flúor também pode diminuir a produção de melatonina, duas coisas que certamente não queremos que aconteça, a pesquisa mostrou que esta calcificação da glândula pineal tem uma forte correlação no desenvolvimento da doença de Alzheimer (Mercola 2011), uma dieta pobre carregada de conservantes, açúcar branco, refrigerantes, GMO, produtos químicos e pesticidas é um importante fator de risco para a calcificação e seu envelhecimento precoce também.

O que podemos fazer para combater o processo de envelhecimento e calcificação da glândula pineal ?

Devemos comer uma dieta livre de conservante / química , que seja rica em gorduras saudáveis??, deve ser um acéfalo (trocadilho intencional), mas o que mais podemos fazer ?

Cortar o uso do flúor

Enquanto você não corta-los completamente você pode reduzir drasticamente os níveis que consome, para fazer isso deve filtrar adequadamente à água da torneira antes de beber uma vez que muitas comunidades têm abastecimento de água que é adicionado flúor, para conseguir isso você precisa usar um filtro que retire o flúor (cuidado com o filtro por osmose reversa ele também retira todos os minerais da água “matando-a”), ou comprando água engarrafada que indica a não adição de flúor de água de nascentes, você também pode mudar para um creme dental sem flúor, muitos tipos de pasta dentais naturais podem ajudar na prevenção da cárie dentária, além de não intoxicá-lo com flúor.

Tome vinagre de maçã

Vinagre de maçã é rico em ácido málico tornando-se um grande tônico para desintoxicar o corpo todo incluindo a glândula pineal, o vinagre de maçã tem uma longa lista de benefícios e pode ajudar a tornar o corpo mais alcalino (isso é uma coisa muito boa), tente tomar uma colher de sopa 3 vezes ao dia ou experimente adicioná-lo no suco de limão com mel, sente-se, saboreie e colha os benefícios.

Coma alimentos ricos em iodo

Coma alimentos ricos em iodo como algas marinhas, outros alimentos como cranberry, feijão verde, couve, brócolis, folhas verdes escuras, banana, camarão e lagosta também são ricos em iodo, esta é uma lista muito curta, incompleta, você pode ajustá-la para atender às suas necessidades e estilo de vida, não só a função de apoio do iodo para a tireoide, mas também é importante para a glândula pineal, o iodo ajuda a remover o flúor do corpo que como discutido acima é muito tóxico, o iodo pode ser prejudicial em níveis super altos por isso se você optar por usar em forma de suplemento considere o uso de uma forma solúvel em água como Iosol, para evitar o risco de excesso ao consumi-lo.

Coma cacau cru

Cacau cru orgânico é rico em antioxidantes que combatem os radicais livres e mantêm o nosso cérebro saudável, isso também pode ajudar a estimular o olho da mente(pineal) ajudando a desintoxicá-la, além disso quem não gosta de chocolate ?

Coma óleo de coco

O óleo de coco(extra virgem prensado a frio) nutre todo o corpo até mesmo a pele e o cabelo, mas a sua maior vantagem é que ele nutre o cérebro e desintoxica a glândula pineal, o óleo de coco é rico em triglicérides de cadeia média que são convertidos em cetonas no fígado, foi comprovado que as cetonas restauram os neurônios e a função dos nervos no cérebro (Mercola 2013), esta é uma grande notícia para reverter os danos no cérebro e pode até mesmo fornecer um avanço na pesquisa da doença de Alzheimer, os Triglicerídeos de cadeia média (TCM), o principal tipo de gordura encontrada no óleo de coco aumenta o desempenho cognitivo em adultos mais velhos que sofrem de distúrbios de memória tão graves como a doença de Alzheimer e não é depois de meses ou até mesmo dias de tratamento, mas após uma única dose de 40 ml (3 colheres de sopa) !

Experimente estas ervas

Gotu Kola nutre todo o cérebro e a glândula pineal, brotos de alfafa e de Salsa ajudam a energizar a glândula pineal, todas estas ervas (e muitas outras) ajudam a estimular e desintoxicar a glândula pineal, tente adicionar o broto de a salsa e de alfafa generosamente quando cozinhar para um impulso extra do cérebro !

Pare de usar óculos de sol

Será que isso chamou a sua atenção ? Bem deixe-me explicar, a luz refletida pela retina estimula a glândula pineal, nossos olhos precisam ser expostos à luz solar indireta diariamente (a qualquer uma célula ganglionar fotossensível), se você for usar óculos de sol certifique-se de tira-los pelo menos por um curto intervalo de tempo diariamente, issotambém nos fornece vitamina D que é muito importante para a saúde e equilibra o cérebro ajudando a combater a depressão.

Claro que existem várias outras maneiras maravilhosas para promover a saúde dos olhos da mente, como foi dito, isso não é de forma alguma uma lista completa, é sempre bom verificar com um médico fitoterapeuta, especialmente se você tiver algum problema de saúde se for tomar suplementos, agora vá em frente nutrir o olho da sua mente !

@Amie Moisés

Origem: wakingtimes

Divulgação: A Luz é Invencível

Jin shin jyutsu é uma antiga terapia japonesa de contato que você pode executar você mesmo para ajudar a contrabalançar sua energia e emoções através da estimulacão dos meridianos de suas mãos.

A técnica é simples e pode ser feita por qualquer pessoa.

? cada dedo está conectado a diferentes órgãos e emoções / atitudes. Reveja os pontos que são mencionados abaixo, a fim de direcionar em um domínio em que tenha problemas, ou fazer um balanço corporal completo.
? posicione com os dedos de uma mão o dedo da outra mão relacionado com a emoção que deseja acalmar ou o órgão que deseja sarar, de 3 a 5 minutos enquanto respiras profundamente.
? se quiser uma harmonização total, você pode ir através de todos os dedos em cada mão.

Dedo polegar
Emoções / atitudes: Preocupação, depressão, ansiedade
Organos: Estômago, baço
Sintomas físicos: Dores de estômago, dores de cabeça, problemas da pele, nervosismo

Dedo índice
Emoções / atitudes: Medo, confusão mental, frustração
Orgãos: Rins, bexiga
Sintomas físicos: Problemas digestivos, bonecas, codos, desconforto na parte superior do braço, dores musculares e dores de costas, problemas de dentes ou encías e dependências de qualquer tipo.

Dedo cordial ou meio
Emoções / atitudes: Com raiva, irritabilidade, indecisão
Orgãos: Fígado, vesícula
Sintomas físicos: Problemas de olhos ou de visão, fadiga, migrañas, dores de cabeça frontal, cãibras menstruais, problemas de circulação

Dedo anular
Emoções / atitudes: Tristeza, medo da rejeição, amargura, negativismo
Orgãos: Pulmões, intestino grosso
Sintomas físicos: Problemas digestivos, questões respiratórias (asma), Apito nos ouvidos, problemas profundos da pele.

Dedo mindinho ou pequeno
Emoções / atitudes: Exagero, baixa auto-estima, insegurança, julgamentos, nervosismo.
Orgãos: Coração, intestino delgado
Sintomas físicos: Problemas dos ossos ou os nervos, condições do coração, pressão arterial, dores de garganta, inflamação

Fonte: Janette Yazmin Zentner

A glândula pineal (também chamada de corpo pineal, epífise cerebral, epífise ou o “terceiro olho”) é uma pequena glândula endócrina no cérebro dos vertebrados.

Ela produz a melatonina derivado da serotonina, um hormónio que afecta a modulação do padrão vigília / sono e funções sazonais.

A sua forma assemelha-se a uma pequena pinha (daí o seu nome), e está localizada perto do centro do cérebro, entre os dois hemisférios, escondida num sulco onde os dois corpos talâmicos arredondados se juntam.

O Segredo: O que eles não querem que se saiba

A Glândula Pineal ou o Terceiro Olho de cada ser humano pode ser activado para as frequências do mundo espiritual e permite que se tenha a sensação de conhecimento profundo, euforia divina e da capacidade de amar incondicionalmente.

Quando a glândula pineal está sintonizada a frequências apropriadas com a ajuda da meditação, yoga ou vários métodosesótericos, métodos ocultistas, permite à pessoa viajar para outras dimensões. Isto é mais conhecido como viagem astral, projecção astral ou visualização remota.

Com mais prática avançada e métodos antigos, também é possível controlar os pensamentos e acções de pessoas no mundo físico.

Sim, é bizarro, mas os Estados Unidos, os antigos governos da União Soviética e várias organizações sombra têm vindo a fazer este tipo de pesquisa durante séculos e têm tido sucesso para além da nossa imaginação.

A Glândula Pineal é representada no Catolicismo em Roma, eles retratam a “pineal” na arte como uma pinha em forma de cone.

As sociedades antigas, como os Egípcios e os Romanos sabiam os benefícios e exemplificaram isso nas suas vastas simbologias com um símbolo de um olho.

A Glândula Pineal também é referência na parte de trás da nota de um dólar dos EUA, na qual é chamada de “all seeing eye”, que é uma referência para a capacidade de um indivíduo (ou grupo de indivíduos) em usar esta glândula e ir para o outro lado (mundo espiritual) e, possivelmente, controlar os pensamentos e acções das pessoas no mundo físico ficando a saber o que eles estão a pensar o tempo todo no nosso mundo físico.

Várias pesquisas confirmam que existem certos períodos da noite, entre a uma e as quatro da manhã, onde os produtos químicos são libertados no cérebro que provocam sentimentos de conexão com a sua origem superior.

A Conspiração: Como eles estão a matar a sua Glândula Pineal

No final dos anos 90, um cientista com o nome de Jennifer Luke realizou o primeiro estudo sobre os efeitos do fluoreto de sódio na glândula pineal. Ela determinou que a glândula pineal, localizada no meio do cérebro, foi alvo do fluoreto.

A glândula pineal simplesmente absorveu mais flúor do que qualquer outra matéria física no corpo, até mais que os ossos. A Glândula Pineal é como um ímãn para o fluoreto de sódio. Este calcifica a glândula e faz com que seja menos eficaz em equilibrar os processos hormonais do corpo.

Desde então que diversas investigações provaram que o Fluoreto de Sódio afecta a glândula mais importante do nosso cérebro! É a única coisa que ataca o centro mais importante da nossa glândula no cérebro.

É predominante em alimentos, bebidas, no nosso banho e na água potável. Fluoreto de Sódio é colocado em 90% do abastecimento de água dos Estados Unidos.

Os filtros de água que se compra em supermercados não extraem o Fluoreto da água. Só osmose reversa ou a destilação da água. A forma mais barata é comprar um destilador de água.

Fluoreto de Sódio está no abastecimento de água, alimentos, pepsi, pasta de dentes, anti-sépticos bucais, isto tudo para emburrecer as massas, literalmente!

O flúor foi introduzido na água pelos Nazistas e os Russos nos seus campos de concentração para tornar a população do campo dóceis e não questionar a autoridade.

Eu não sou um teórico da conspiração, mas acredito que se se retirar o poder da alma, é estar a desligar a nossa essência com o nosso Deus e o poder da nossa origem, da nossa espiritualidade, e transformar-nos em escravos mundanos de sociedades secretas, organizações sombra e o controloe do mundo corporativo.

Gostaria de terminar com esta citação:

“Não acredite em qualquer coisa simplesmente porque já tinha ouvido isso. Não acredite em algo simplesmente porque é falado por muitos.

Não acredite em algo simplesmente porque é encontrado escrito em livros religiosos. 

Não acredite em qualquer coisa devido meramente à autoridade dos seus professores e anciãos. 

Não acredite em tradições porque foram proferidas por muitas gerações. 

Mas, após observação e análise, quando você achar que qualquer coisa está de acordo com a razão e é propício para o bem e benefício de um e todos, então aceite-o e viva de acordo com isso.” – Buddha

(mysticbanana.com)

http://prisaoplanetaria.com/2014/01/27/glandula-pineal-o-maior-enco…

Crianças Índigo, Cristal e Arco-Íris

Doreen Virtue é a autora de vários livros sobre estes temas do Século 21, comoThe Care and Feeding of Indigo Children (O Cuidado e a Alimentação das Crianças Índigo) e The Crystal Children (As Crianças Cristal). Ela lançou um guia para esta geração de jovens que tem muita mediunidade num CD duplo denominado Indigo, Crystal and Rainbow Children (Crianças Índigo, Cristal e Arco-Íris) (Hay House, Maio de 2005).

Conheçam as Crianças Arco-Íris!

Elas são a expressão da nossa divindade e um exemplo do nosso potencial. As crianças arco-íris nunca estiveram neste planeta antes, elas procuram direto as crianças cristal para serem suas mães e pais. Estas crianças não tem medo de ninguém. Elas são pequenos avatares que vem para servir a humanidade. Estas crianças estão aqui apenas para dar – as Crianças Arco-Íris já vivem em seu ápice de evolução espiritual.

Então, existem as Crianças Cristal.

A primeira coisa que a maioria das pessoas percebem são seus olhos – grandes, penetrantes e sábios, parecendo bem mais velhas. Os olhos das Crianças Cristal prendem e te hipnotizam, enquanto você percebe que elas enxergam sua alma como se ela estivesse nua. Talvez você pode ter percebido que esta nova "safra" de crianças está rapidamente povoando o planeta. Elas são felizes, vivem com prazer e perdoam facilmente. Esta geração de trabalhadores da luz, agora nas idades de 0 a 12 anos, é diferente das gerações prévias. Exemplos ideais de muitas maneiras, as Crianças Cristal apontam a direção para onde a humanidade está indo… e é uma boa direção!

As crianças mais velhas (aproximadamente de 7 anos de idade até 30), são chamadas "Crianças Índigo". Elas compartilham algumas características com as Crianças Cristal. Ambas as gerações possuem uma mediunidade muito forte e tem propósitos de vida muito importantes. A principal diferença é o seu temperamento. Os índigos tem um espírito guerreiro, porque o seu propósito coletivo é destruir sistemas velhos que não nos servem mais. Eles estão aqui para derrubar governos, sistemas educacionais e legais que não possuem integridade moral. Para cumprir esta tarefa, eles precisam de um gênio forte e determinação férrea.

Os adultos que resistem às mudanças e que valorizam o conformismo podem não compreender os índigos. Eles são frequentemente diagnosticados erroneamente como TDAH ou TDA. Infelizmente, quando são medicados, os índigos perdem sua mediunidade, os dons espirituais e a energia guerreira. Eu escrevi bastantes sobre os índigos em meu livro The Care and Feeding of Indigo Children. Também recomendo The Indigo Children e An Indigo Celebration, dois outros livros da Editora Hay House escritos por Lee Carroll e Jan Tober.

Em contraste, as crianças cristal são felizes e tem um gênio mais calmo. Certamente eles podem ter algumas crises de raiva ocasionalmente, mas estas crianças perdoam facilmente e tem um temperamento fácil. As crianças cristal são uma geração que se beneficia das mudanças provocadas pelos índigos. Primeiro, as crianças índigo lideram com o machado, cortando tudo o que não seja íntegro. Então as crianças cristal seguem pelo caminho já clareado, num mundo mais seguro. E agora, as corajosas crianças arco-íris vem como puras doadoras prontas para preencher as nossas necessidades.

Os termos "índigo", "cristal" e "arco-íris" foram dados a estas três gerações porque são os mais precisos para descrever as suas auras e seus padrões energéticos.

As crianças índigo tem muito de azul nas suas auras. Esta é a cor do "chacra do terceiro olho", que é uma energia no centro dentro de cada cabeça localizado entre as duas sombrancelhas. Este chacra regula a clarividência e a habilidade de ver energias, ter visões e ver espíritos.

Muitas das crianças índigo são clarividentes. As crianças cristal tem auras opalescentes, com lindos tons multicoloridos em cores pastéis. Esta geração também demonstra uma fascinação por cristais e pedras. As crianças arco-íris irradiam a energia do arco-íris, a energia do tipo com a qual nós fomos criados, para nos dar saúde e equilíbrio.

As crianças índigo podem detectar a desonestidade como um cachorro sente a sensação de medo. Índigos sabem quando estão mentindo para eles, quando estão sendo manipuladores ou quando estão sendo condenscendentes. E já que seu propósito coletivo é o de nos levar para um novo mundo de integridade, o detector de mentiras interno dos índigos é uma parte muito importante. Como foi mencionado antes, este espírito guerreiro é ameaçador para alguns adultos. E os índigos não conseguem se conformar com situações disfuncionais em casa, no trabalho ou na escola.

Eles não tem a habilidade de dissociar de seus sentimentos e mentir que tudo está bem… a não ser que estejam medicados ou sedados.

Os dons espirituais inatos das crianças cristal também são mal interpretados.
Especificamente, as crianças cristal tem habilidades telepáticas que as faz falar tarde na vida. Neste novo mundo, nós estaremos bem mais alertas aos nossos pensamentos e emoções intuitivas. Nós não vamos confiar tanto nas palavras faladas e escritas. A comunicação será mais rápida, mais direta e mais honesta, porque será de mente para mente. O que já está acontecendo é que um grande número de pessoas que aumenta cada vez mais está entrando em contato com as habilidades mediúnicas que são inatas a todos nós. O nosso interesse nos assuntos paranormais está em alta, acompanhado por livros, televisão, shows e filmes sobre o assunto.

Portanto, não é de se surpreender que a geração que segue os índigos tenha tanta telepatia. Muitas das crianças cristal tem um padrão de falar mais tardiamente, não é incomum que elas esperem até 3 ou 4 anos para começar a falar. Mas os pais me contam que não tem problemas em se comunicar com suas crianças silenciosas. Muito pelo contrário!

Os pais falam mentalmente com as crianças cristal. E as crianças cristal utilizam uma combinação de telepatia, uma língua própria de sinais e sons (incluindo canções) para serem entendidas.

A confusão ocorre quando as crianças cristal são julgadas pelo corpo médico e educacional como tendo padrões "anormais" de desenvolvimento da fala. Não é coincidência que com o aumento do número de crianças cristal nascendo, um maior número de diagnósticos de autismo tem sido dado.

É verdade que as crianças cristal são diferentes das outras gerações.
Mas por que nós precisamos transformar em doenças estas diferenças? Se estas crianças tem sucesso em se comunicar em casa e os pais não estão reportando nenhum problema… então por que tentar fazer disto um problema?

O diagnóstico de autismo é bastante claro. Este diz que o autista vive em seu mundo e está desconectado das outras pessoas. O autista não fala por conta de uma indiferença em comunicar-se com os outros.

As crianças cristal são bem o oposto. Elas são as mais conectadas, mais comunicativas, mais carinhosas e meigas de todas as gerações. Elas também são bastante filosóficas e possuem muita mediunidade. E elas demonstram um nível sem precedentes de bondade e sensibilidade para com este mundo. As crianças cristal abraçam e acariciam espontaneamente as pessoas que precisam. Um autista não faria isto!

Em meu livro, The Care and Feeding of Indigo Children (O Cuidado e a Alimentação das Crianças Índigo), eu escrevi que o TDAH deveria significar"Atenção Sintonizada em uma Dimensão Maior". Isto descreveria mais precisamente esta geração. Seguindo esta mesma linha de pensamento, as crianças cristal não merecem o rótulo de autistas. Elas não são autistas, elas são admiráveis!

Estas crianças merecem admiração e não rótulos de doença. Se existe algo disfuncional são estes sistemas que não conseguem incorporar a evolução contínua da espécie humana. Se nós envergonharmos estas crianças com rótulos, se as medicarmos para a submissão, nós teremos minado um dom mandado pelos céus. Nós destruiremos uma civilização antes dela ter tempo de criar raízes. Por sorte, existem várias soluções e alternativas positivas. E o mesmo céu que nos mandou as crianças cristal pode ajudar aqueles de nós que zelam por estas crianças.

Eu comecei a perceber as crianças cristal durante as minhas viagens pelo mundo, dando workshops sobre anjos. Eu percebi seus olhos e suas personalidades magnéticas. Eu mantive comunicações mentais com estas crianças e podia ouvir claramente elas respondendo as perguntas que eu tinha em mente. Eu as via sorrindo em resposta para os meus elogios mandados mentalmente. Estas crianças ouvem meus pensamentos! Eu constatei.

Durante os anos seguintes, entrevistei crianças e pais para meu livro, The Care and Feeding of Indigo Children (O Cuidado e a Alimentação das Crianças Índigo). Eu sempre fui fascinada em achar padrões dentro dos comportamentos humanos. Embora nós sejamos únicos como os flocos de neve, os flocos de neve compartilham semelhanças. Com as crianças índigo, eu encontrei as características descritas anteriormente. Com as crianças cristal, minha pesquisa entrou por atalhos e desvios bem mais interessantes.

Todas as vezes em que eu encontrei estas crianças, eu me via me apaixonanda por cada uma destas crianças cristal. Seus corações são tão abertos e amáveis como os de qualquer anjo com os quais eu já interagi. Eu as encontrava sem guarda e sem pretensões. Eu dormia pensando nestas crianças e acordava com grande quantidade de informação dadas a mim pelo mundo espiritual (ou talvez pelas próprias crianças cristal) enquanto eu dormia.

A cada manhã, eu acordava sabendo mais sobre as crianças cristal do que na tarde anterior! Eu comecei a dar palestras sobre crianças cristal e vi que o meu público era muito receptivo. Muitos deles eram pais, avós e professores destes jovens especiais. Eles reconheciam instantaneamente as características de suas crianças quando eu as descrevia.

Eu pedi aos membros do meu público e os inscritos que recebiam meus e-mails de informações para que completassem um questionário sobre suas crianças cristal. Em apenas um dia recebei centenas de respostas. Para escrever meu livro, fiz uma revisão de centenas de páginas de histórias mandadas por pessoas que estão criando e ensinando estas crianças extraordinárias. Quando fiz a revisão dos resultados da pesquisa, duas coisas aconteceram. Primeiro, meu coração se encheu de amor e gratidão. Só de ler estas histórias eu sentia como se estivesse na presença de anjos maravilhosos! Eu me senti extasiada pela presença destas crianças incríveis em nosso planeta e isto também me deu uma certeza sobre o nosso futuro coletivo. Deus não teria nos mandado esta safra especial de seres humanos para a Terra se estivéssemos nas últimas como civilização em nosso planeta.

Assim como os seres humanos evoluíram da postura de macaco, as crianças cristal são a evidência concreta de que nós estamos progredindo na evolução. Eu encontrei padrões claros como cristal em cada resposta das minhas pesquisas. Li dúzias de histórias semelhantes sobre as crianças cristal e seu relacionamento com os animais, as plantas, as pedras e as pessoas mais velhas. Li muitas, mas muitas histórias com relatos assustadores de criança se comunicando telepaticamente com seus pais… enquanto evitavam comunicação verbal.

Muitos pais me disseram, "Eu não conseguia relacionar meu filho com a descrição dos índigos. Mas a descrição das crianças cristal descreve meu filho perfeitamente!" Muitos pais reportam um relacionamento feliz com suas crianças cristal com pouquíssimos problemas. Eu ouvi de pais e avós pelo mundo descrevendo suas crianças cristal como "anjos", "o amor da minha vida", "uma verdadeira alegria" e por aí afora. Eu percebi que não só as crianças cristal eram altamente médiuns, os pais delas também eram. As almas das crianças cristal estavam obviamente escolhendo pais que pudessem criá-las num ambiente em que pudessem crescer espiritualmente. Ocasionalmente, encontrei crianças que vinham de pais sem espiritualidade. Nestes casos, seus avós eram trabalhadores da luz altamente evoluídos que ajudavam a proteger e aprimorar o conhecimento e dons espirituais. A maioria das pessoas me contava que suas crianças cristal eram professores espirituais que entendiam com profundidade o assunto, que ensinavam seus pais a serem pessoas excepcionalmente boas e amáveis.

Um dia eu estava fazendo uma palestra sobre crianças cristal em Sydney, Austrália. No intervalo, meu editor (que estava lá vendendo meus livros) disse para mim, "Que livro é este que todos estão pedindo? Eles estão pedindo para comprar um livro sobre crianças cristal!"

Eu ri e disse a ele que este livro não existia. Eu estava simplesmente falando sobre os dados que eu reuni das entrevistas e de minhas canalizações. Meu editor disse, "Bem, eles querem obviamente o livro. Você pode escrevê-lo?" Sem hesitar, respondi, "Claro que sim, eu vou escrever." Meu livro, "As Crianças Cristal" está agora disponível na maioria das livrarias e também pode ser comprado neste Website. (www.doreenvirtue.com )

Nós recentemente lançamos também um novo Website:www.TheCrystalChildren.com (Perceba o "The" antes de "Crystal Children"). Este site contém artigos e um fórum especial para pais, avós, professores e crianças cristal para ajudar uns aos outros.

Estas crianças são as respostas para as nossas preces.

As crianças arco-íris estão nascendo agora que as crianças cristal começam a se tornar adultas. E estes poucos adultos cristal estão com 20 anos agora. As crianças arco-íris estão vindo porque o espectro de luz que precisamos para assimilar a serotonina está sendo diminuído. Em outras palavras, quando nós saimos de casa num dia claro sem a fumaça de poluição dos carros e estamos expostos ao sol, estamos recebendo em nosso corpo um "arco-íris" através dos raios do sol. E é assim que somos criados – precisando de energia do espectro arco-íris.

Como um time, nós anjos da Terra, trabalhadores da luz, Índigos, Cristais, Arco-íris ou qualquer geração de Deuses/Deusas vierem depois, estamos trabalhando juntos. Estamos todos aqui pela paz. E nós podemos conseguir isto!

Fonte: Indigo, Crystal And Rainbow Children (Angel Therapy)
http://planetaazulindigo.blogspot.com.br/2012/10/criancas-indigo-cr
http://aumagic.blogspot.pt/2014/07/criancas-indigocristal-e-arco-ir

Por Fatima dos Anjos

Publicado por: Hugo L. Arteiro

 

 


A telepatia é uma forma de comunicação que você absorve cm si e não precisa interpretar com o pensamento. O único momento em que se traduz a telepatia em pensamento é quando a pessoa deseja preservar conscientemente o corpo da conversa, ou quando deseja expressar essa comunicação verbalmente. A telepatia é uma troca de energia da mente superior e um saber.

Pessoalmente, não passei muito tempo desenvolvendo a faculdade da telepatia para me comunicar com seres do plano terrestre embora, no futuro, essa forma de comunicação não venha a ser apenas necessária, mas comum.
 
Há muitos anos atrás, em circunstâncias muito interessantes, tive a oportunidade de me comunicar telepaticamente durante algumas horas com um amigo querido, com uma estranha interjeição verbal para ter confirmação.
 
 De uma forma qualquer, entramos numa faixa de frequência onde tudo isso fluiu facilmente, de modo que não encontrei barreiras, nem descrença em relação a esse tipo de comunicação — só não conseguia realizá-la a meu bel-prazer.
 
Cinco passos para você se abrir para a comunicação superior
Essas técnicas vão aquietar o córtex e permitir que você se abra para novas sinapses, pois a consciência transforma o processo mental.
 
Podem ser usadas para a comunicação com seu Mestre Interior, guias ou outros seres de luz.
 
Passo 1. Aquiete-se e saiba. Medite. Sintonize-se conforme as instruções anteriores com a respiração e a luz. Fique em silêncio e tome consciência de que todos temos essas faculdades.
 
A dúvida impede qualquer progresso. Lembre-se de sentir que você pode (pensamento positivo), depois sinta que, o não pode (pensamento negativo) neutraliza a energia e nada vai acontecer.

 

Passo 2. Invoque a luz. Crie um cilindro de luz branca e dourada, sabendo que vem da mais pura fonte de energia de todos os universos. Saiba que é medicinal, transformadora e que vai permitir o alinhamento ótimo para a mais pura comunicação. Inspire essa luz pelos poros da pele e deixe-a encher todas as células de seu ser).
 
Passo 3. Visualize (e faça a mente superior entrar em jogo) um triângulo equilátero com seu olho interno. Encha-o de luz azul. Esse é um símbolo ou sinal universalmente aceito de que você deseja iniciar uma comunicação telepática. Visualize seus chakras absorvendo em si a luz branca e dourada que o envolve no cilindro.
 
Veja seus chakras se tornarem uma coluna de luz, estendendo-se para o alto até a fonte mais elevada e mais pura, permitindo que a comunicação divina inunde seu ser. Veja o cilindro de luz vindo da coluna do chakra unificado começar a girar e irradiar luz pura para todos os órgãos, para todas as células, para todos os campos de energia de seus corpos (isso vai elevar suas frequências e aumentar a receptividade).
 
Peça a ativação completa e iluminação tanto da glândula hipófise quanto da pineal, para que a recepção e transmissão de todas as informações sejam claras e nítidas.
 
Passo 4. PEÇA! Peça para haver comunicação. Chame aqueles com quem deseja falar — o seu Eu Superior, o EU SOU, guias etc. Sempre controle isso, estipulando que “somente seres de luz que trabalham para meu bem pleno estão convidados a se comunicar comigo”. Isso, combinado aos passos acima, elimina a possibilidade de forças ou energias negativas ou perniciosas se conectarem com você em resposta a seu apelo.
 
Os passos acima permitem que você controle os contatos com um convite especial, em vez de estar com “a casa aberta”. Prepare-se fazendo uma lista de perguntas cujas respostas você gostaria de ter.
 
Passo 5. OUÇA! Aprenda a ouvir. Se você não aquietou sua mente com meditação ou respiração conectada e profunda e os passos apresentados acima, como espera ouvir? No início é como um sussurro intuitivo, ou só um saber, uma “sensação” de clareza a respeito de um assunto.
 
Com a prática regular, isso vai se intensificar até chegar a uma voz alta, clara, incontestável. Você sabe quando a informação recebida é para o seu bem pleno.
 
Você aprende a confiar nela pelos benefícios que se tornam óbvios em sua vida cotidiana à medida que você põe essa “orientação” em prática. Distinga-a pelo seu fruto! Nosso EU SOU e os seres de luz trabalham conosco exclusivamente em favor de nosso desenvolvimento divino, para podermos entender que somos de fato seres de luz e a essência de Deus expressa no mundo físico.
 
Lembre-se, não duvide! Teste as orientações recebidas com a maneira de você se sentir interiormente, mas exerça seu discernimento. Quanto mais você mergulha dentro de si e se conhece, tanto mais facilmente será capaz de discernir o que é certo para você de acordo com sua singularidade.
 
Com o tempo e com a prática, vai conseguir reconhecer quem,está se comunicando com você por seus “campos energético’ ou vibrações, antes mesmo de ouvir telepaticamente o seu nome. Pergunte sempre o nome do ser que deseja ser aconselhado por você. 
 
Tanto por experiência própria como por “saber”, tenho consciência de que todas as faculdades superiores, inclusive a telepatia, desenvolvem-se naturalmente quando elevamos nossa frequência vibratória e aumentamos o quociente de luz em nossa estrutura celular. Os dois processos andam de mãos dadas, pois quanto mais rápida a oscilação, maior o quociente de luz.
 
Dizem que os arcturianos são os mestres da tecnologia da luz, e também que Arcturo é uma das civilizações mais avançadas espiritual e tecnologicamente, e que é habitada somente por Mestres Ascensos. A dra. Norma Milanovich e o dr. Stone tiveram ambos comunicações e relações intensas com esses seres de luz.
 
O dr. Stone sugere em seu livro Beyond Ascension (Além da Ascensão), que uma forma rápida de aumentar o quociente de luz de nosso corpo é inscrever-se para obter ajuda dos arcturianos e pedir-lhes para aumentai as frequências de luz no sistema de quatro corpos e elevar nosso quociente de luz até sua capacidade máxima. Isso pode ser feito enquanto você dorme, assiste televisão, trabalha ou faz uma outra coisa qualquer. Basta pedir, que será atendido.
 
Eu mesma já usei a técnica supracitada com grande sucesso e também tenho trabalhado muito intimamente com o ser chamado Arcturius desde meados de 1993. Sua energia é intensa, mas amorosa, sua orientação é clara e positiva. Por isso incluí aqui as seguintes informações sobre os arcturianos, e o livro de que falo a seguir é uma leitura recomendada aos interessados nessa civilização e no que ela tem a nos dar.
 
“Uma parte do processo de controle nessa forma de vida é aprender a limpar a mente…
 
 Uma mente limpa é essencial em nosso tipo de comunicação telepática, pois não precisamos aprender a receber, tanto quanto projetar?…
 
Ouvir é outra forma de limpar a mente e de lhe permitir receber informações… Para ser positivo e receber, a alma precisa aprender a aumentar sua frequência vibratória.., e deve haver um sentimento de paz e satisfação interior antes de a frequência começar a aumentar.
 
Quando essa frequência começa a aumentar, começa a realizar milagres dentro do ser. Tudo quanto é preciso é banhar-se na luz líquida para sentir a limpeza, a purificação e a paz que ela proporciona…
 
Todos os pensamentos são impulsos elétricos circundados por um campo de energia eletromagnético. Esse campo de energia tem a capacidade de se mover a velocidades que a mente humana não pode sequer começar a compreender.
 
Nesse movimento, são transferidas imagens diretamente relacionadas a visualizações, emoções e sistemas de códigos da língua universal.
 
Enviar ou não os impulsos magnéticos para um outro lugar é uma opção individual, determinada pela quantidade de emoção e força de vontade que um ser é capaz de armazenar. Com essa opção e consciência da mente, um ser determina o grau de controle sobre a comunicação telepática que vai obter numa vida.
 
A força que impulsiona e projeta os pensamentos baseia-se numa equação de tensor… constituída de duas partes de energia eletromagnética e uma parte de emoção.
 
É o cérebro e a mente de um indivíduo, combinados à opção e à convicção, que determinam a capacidade de enviar mensagens.
 
Os pensamentos fazem parte da consciência universal, e a energia que os põe em movimento na consciência de alguém é a intensidade da convicção, da necessidade de entrar em comunhão, de ser um com esse poder…
 
Todas as manifestações de energias criativas resultam de combinações de freqüências da energia da luz e das vibrações sonoras.
 
Ao combiná-las, o ser é capaz de canalizar o poder para criar proveniente da consciência universa’ e ter acesso a seus códigos.”
 
Os arcturianos afirmam que a forma mais elevada de telepatia acontece de alma para alma e só é possível quando o ser está integrado e tem a capacidade de focalizar a consciência da alma.
 
Sugerem também que, para compreender de fato a telepatia, é preciso compreender a natureza da força, das emanações e irradiações das correntes de energia.
 
Como já disse antes, a humanidade tem a mente consciente, a mente subconsciente e a mente superconsciente. A comunicação telepática interessa-se pelo estado superconsciente do ser, aquela parte nossa que não está preocupada com questões de sobrevivência, como a “mente inferior”, e sim com o por quê estamos aqui, qual é o verdadeiro sentido de nossa vida, qual é nosso destino.
 
 A mente superconsciente é o canal para todas as comunicações que vêm dos reinos superiores. Toda comunicação vem através do Eu Superior.
 
A comunicação telepática é uma faculdade natural do ser humano e se manifesta naqueles que alinham sua freqüência com a sintonia superior de sua essência divina ou força da energia pura que os sustenta.
 
 O mesmo se pode dizer de todas as faculdades “miraculosas”, como clariaudiência (telepatia), cura pelo toque, clarividência, bilocação etc. Note, por favor, que alguns indivíduos são psiquicamente “dotados” de clarividência, clariaudiência etc., mas a clareza da mensagem e/ou visão é equivalente à pureza do médium ou canal.
 
A telepatia é governada pela Lei Universal da Revelação — aquilo que Você procura, saberá. A ciência registra e mede correntes elétricas no cérebro provocadas por distúrbios mentais e emocionais. A metafísica afirma que a energia segue o pensamento e que os pensamentos são coisas por vir.
 
A telepatia permite-nos sintonizar com pensamentos ou com a orientação de nosso Mestre Interior, o EU SOU e/ou outros seres, tanto do plano astral quanto de outros planos superiores, dependendo das transmissões e sinais que emitimos, combinados à clareza de nossa intenção e vontade.
 
Dinâmica do cérebro para a comunicação.
 
1. Glândula hipófise — o ponto de contato negativo e receptor de informações.
2. Glândula pineal — o ponto de contato positivo e transmissor de informações
3. Córtex cerebral.
4. Encéfalo — o centro tensor.
5. Tálamo.
6. Cerebelo.
7. Espaço de sinapse entre o córtex cerebral e o cérebro.
 
 
 
As funções do cérebro humano são variadas e de grande alcance, e ainda estão sendo exploradas e compreendidas tanto pela medicina quanto pela ciência. Na próxima seção, descrevo sucintamente as principais áreas do cérebro e seu papel na comunicação telepática.
 
A glândula hipófise (antiga Pituitária) é considerada um receptor e o ponto de contato entre o cérebro físico que possibilita a entrada de pensamentos vindos de fora, e seu envio ao centro tensor em ressonância para serem interpretados.
 
A glândula pineal tem sido chamada frequentemente de a verdadeira glândula-mestra e o transmissor de pensamentos. A ação positiva flui pela entrada da pineal, a ação negativa flui pela hipófise. Ambas agem em Uníssono para equilibrar todas as faculdades mentais.
 
 O córtex cerebral é onde o pensamento, a lógica, a dedução, a avaliação, a memória de curto prazo etc. acontecem. Ele também controla a função dos cinco sentidos físicos e o movimento das extremidades. É o coletor de informações destinadas aos vários planos da consciência. Essa área interfere constantemente na comunicação telepática e precisa ficar silenciosa para receber instruções provenientes da mente superconsciente (superior). Dizem que constitui 20% do peso do cérebro.
 
O cerebelo é como uma parada no meio do caminho que leva ao inconsciente e armazena informações até elas serem levadas para o porão do inconsciente. Também regula funções corporais e hábitos» coordena a ação muscular, o equilíbrio e a postura, e muito mais.
 
O tálamo é uma massa de núcleos ganglionares radiantes, com sua massa cinzenta dividida por uma faixa de substância branca que forma um leito no hemisfério esquerdo do cérebro, e outro no direito. A atividade elétrica do córtex é estimulada pelo tálamo, que sustenta e regula os ritmos normais de repouso do córtex.
 
O tálamo é um banco de dados e dizem também que é onde os sonhos se formam. Seus nervos são desenhados especialmente para formar imagens mentais, e o tálamo é conhecido como nossa “televisão mental”; é uma área eletromagnética que responde a emoções fortes como medo, raiva etc. Por isso dizem que cria uma matriz do que está sendo enviado para atrair situações, coisas e pessoas para você de acordo com o que você transmite.
 
Vindas do cérebro, extremidades de células nervosas que podem formar sinapses — chegam perto, mas não tocam o córtex. Eles se comunicam por meio de centelhas elétricas. Tensor define o potencial de profundidade de pensamento que existe na área de sinapse.
 
O encéfalo é considerado o “gigante adormecido”, a enorme área da cabeça que parece não ser utilizada. É nosso ovo Cósmico de infinita inteligência e sabedoria — nosso guru pessoal e o centro de nossa faculdade eletromagnética de ressonância.
 
Constitui 80% do peso do cérebro. Imagine um carro andando com 1/5 de sua capacidade. É isso o que estamos fazendo por não trabalhar conscientemente com o encéfalo. O pleno potencial humano só pode ser realizado se os 4/5 restantes forem despertados.
 
A Mente Universal é atraída por esse centro por meio do campo de ressonância eletromagnética que circunda a forma física. Depois os pensamentos vão para o córtex a fim de serem traduzidos, aplicados e utilizados na ação.
 
 No desenvolvimento espiritual mais elevado há ação coordenada entre o encéfalo e o córtex, Esse centro de ressonância atua independentemente do processo de pensamento humano, mas é de onde vem toda consciência e inspiração espiritual. É a ultraconsciência, o meio para fenômenos extra-sensoriais e todas as faculdades paranormais.
 
A ressonância é uma energia motora, que abre caminho entre as partículas vivas de luz — impulsionada pelo pensamento. A telepatia ocorre quando a pessoa está mentalmente aberta para receber e projetar, desejo que, por sua vez, atrai os pensamentos do remetente que responde ao desejo e envia a energia mental para a estação receptora.
 
A ressonância mental é uma energia que realiza ligações.
Athena, do Comando Ashtar, diz que “a mente é um vácuo que atrai para si aquilo que a cerca em termos de impulsos elétricos. Depois manipula esses impulsos até eles se tornarem pensamento. Por meio de processos cerebrais, ele então se torna idéia, e depois ação.” A qualidade do pensamento também se reflete na cor da aura humana, que revela muita coisa sobre o estado em que se encontra um indivíduo.
 
Quando o cérebro está tranquilo, começa a transferência de pensamentos. Primeiro o remetente se conecta através de um feixe de energia que fisga o campo eletromagnético do destinatário (o/a destinatário/a se prepara por meio dos cinco passos apresentados mais abaixo).
 
O pensamento-idéia é então filtrado pelo centro tensor do cérebro e é convertido em palavras. Quando são recebidas palavras bem distintas, temos tanto uma recepção quanto uma mensagem claras.
 
 Um destinatário pode limpar seus canais alinhando-se conscientemente com as frequências e energias superiores através de meditação, dieta etc., tal como discutimos em detalhe antes.
 
 Quanto menos bloqueios elétricos houver, tanto mais clara a comunicação.
 
No livro Opening to Channel (Abrir-se para a Canalização), os guias Orin e DaBen explicam: “A telepatia possibilita que você explore mundos invisíveis.
 
Todos vocês têm mais capacidade telepática do que imaginam… A telepatia dá a capacidade de viajar para lugares onde não existe acesso por outros meios.
 
Seus olhos só conseguem enxergar o espectro do arco-íris, e vocês se esquecem muitas vezes que há muitas frequências eletromagnéticas, como o infravermelho e o ultravioleta, que estão logo depois do espectro que vocês detectam com os olhos.
 
 Alguns de vocês estão desenvolvendo a capacidade de perceber  frequências sutis além do espectro de seus sentidos normais. É nessas freqüências que vocês tomam consciência dos guias e dos reinos onde outras entidades vivas como nós residem.
 Sua consciência telepática crescente lhes dá a capacidade de se comunicar com outros seres vivos, como as plantas e os cristais, e com seres de outros reinos, à medida que vocês conseguem uma sintonia fina com sua consciência.
 
A crença na capacidade de alcançar essas dimensões invisíveis mas, apesar disso, muito reais, ainda não é comum, mas está cada vez maior, no mundo inteiro, a crença na.possibilidade da existência de dimensões que estão além da própria terra, bem como a crença na vida depois da morte.”
 
 “Existe uma Lei da Afinidade, com ação de atração e repulsão, que comanda a combinação de substâncias químicas no sentido de criarem uma forma de energia.
 
 É uma força agressiva, irradiando-se em todas as direções, causando pressão na energia espacial circundante para criar ondas naquele elemento.
 
O pensamento não é enviado numa linha reta, mas em bilhões de linhas em todas as direções., como uma centelha de luz radiante que se expande com a mesma força em todas as direções.
 
 A mente é o meio através do qual o pensamento é levado de um ponto a outro. O espaço é uma força de movimento de atração e repulsão constituída de átomos diminutos (éteres) com memória indelével da existência e há manifestação quando essas partículas são levadas a se unir pela Lei da Afinidade.
 
O desenvolvimento de minha própria capacidade telepática aconteceu muito naturalmente. Poderia dizer que foi até um pouco inesperada, embora houvesse alguns anos que eu estivesse recebendo mensagens de amigos e parentes que já tinham morrido.
 
 Logo depois de entrar no processo de realinhamento e limpeza que permitiu a meu corpo viver apenas de luz (prana), surpreendi-me bombardeada por várias “vozes” na minha cabeça.
 
 Eu sabia que o processo de canalização também acontece naturalmente quando alinhamos nossas frequências  com as oitavas superiores da luz. É óbvio que, quanto mais alinhada a pessoa estiver com o aspecto mais puro de nosso Eu Divino, tanto mais coisas são possíveis.
Mas chegou um momento em que eu desejei ter comunicação quando quisesse, em vez de somente em determinadas situações, como meditações em grupo e sessões noturnas de canalização. Agora entendo que, quando você está bem sintonizado, tudo o que tem a fazer é “discar o número”, por assim dizer, fazer a ligação e esperar a resposta.
 
 Simples assim. Mas, naquela época, minha mente lógica decidiu entrar na modalidade pesquisa e tomar aulas, E assim, nesse plano, pesquisei tudo o que pude e depois fiz uma “ligação para os éteres”, inscrevendo- me nos cursos.
 
Depois de compreender que somos sistemas de energia que emitem sinais e transmitem frequências, percebi que podia me sintonizar como se fosse um rádio e me conectar com quem quisesse.
 
 Há seres que fazem realmente o trabalho de supervisionar a transmissão de pensamentos pelas galáxias. Como as informações em nosso plano físico eram limitadas, procurei a ajuda desses seres.
 
Essa informação confirma aquelas recebidas por vários “canais”. Mas recebi instruções para me concentrar na elevação das frequências do sistema de quatro corpos e na absorção máxima de luz.
 
 Isso, disseram-me, me permitiria liberar automaticamente a troca de informações, como se me livrasse da estática do ar, mas apenas os que tivessem a mesma vibração conseguiriam completar a ligação.
 
Sintonizar-nos com as frequências da luz significa que podemos nos sintonizar com seres de luz, pois a frequência da luz é a sua frequência.
 
Segundo minha experiência, toda comunicação com os planos superiores é telepática. Além da comunicação telepática e como alternativa a ela, existe a linguagem da luz. “As Chaves de Enoch” é um livro que explica sucintamente que a linguagem da luz é a “comunicação instantânea com a Mente Infinita por meio da cibernética ideográfica e pictográfica… é a língua materna de uma Divindade usada num plano ou matriz geral para esboçar um procedimento, para codificar o Conhecimento em cristais etc.
 
 A linguagem da luz, enquanto um veículo, possibilita aos Senhores da Luz chegarem a muitos a muitos mundos e realidades planetárias simultaneamente e fundir as diferentes línguas numa mesma abstração. Isso permite ao homem entrar em comunhão com outros planetas onde há vida inteligente por meio de processos super-holográficos.
 
 O conhecimento dessa linguagem vem de uma memória essencial de informações transmitida pelos planos espirituais mais elevados da existência. Permite ao homem ler os ‘arquivos dos mistérios’ do céu superior.”
 
Incluí essas informações aqui para mostrar que há camadas dentro de camadas de conhecimento e que, embora a telepatia seja para alguns uma faculdade natural, para muitos outros não faz parte da realidade ou de sua visão de mundo.
 
Além da língua falada temos a telepatia — a língua da comunicação direta de mente para mente através do pensamento. Além da telepatia temos a linguagem da luz. Além desta, não sei. O que descobri em minha pesquisa é que nossa forma de comunicação “normal” e aceita no Planeta Terra — com suas línguas e barreiras culturais, ignorância e equívocos — é como um jardim-da-infância e pode ser enormemente aperfeiçoada.
 
 A beleza da telepatia é que a comunicação é pura, pois não precisa passar pelos “filtros” mentais da mente inferior, com sua percepção limitada baseada apenas na realidade subjetiva.
 
Quanto mais evoluímos espiritualmente, tanto mais nos lembramos e tanto mais nos é revelado, pois somos seres infinitos de sabedoria infinita.
 
 Alguns estão recebendo agora, via comunicação telepática (canalização) instruções sobre a forma de ativar e estabilizar coisas como envoltórios de luz metafísica em nossos bancos de memória de computador. Contêm códigos- chave, geometrias sagradas e aprendizado superior em cuja direção estamos evoluindo.
 
Não vou fazer de conta que entendo as complexidades da vida além dessa forma física, mas sei com certeza que a comunicação verbal neste planeta é a mais densa e a mais enganosa que existe.
 
 Os resultados desse estado de coisas são evidentes. Basta examinar a expressão religiosa para entender que, embora em essência sejam todas a mesma, os rótulos e as interpretações feitas pelo corpo mental inferior levaram a muita discórdia e guerras.
 
 Descobri, tanto por experiência pessoal quanto através de minhas pesquisas, que a telepatia é uma expressão de mente superior a mente superior e não passa pelos filtros da percepção individual enquanto não for verbalizada.
 
Resumo de  Jasmuheen
Postado por dharmadhannya_el 

 

NA VISÃO DRUIDA

Energias telúricas – dos celtas aos dias atuais

Os druidas, sacerdotes do antigo povo celta, já conheciam as linhas de energia telúrica que, modernamente, são identificadas pela radiestesia e trabalhadas na harmonização de ambientes, através da geobiologia e do feng shui. Rowena Arnehoy Seneween, especialista em cultura celta, nos conta um pouco desta civilização e depois traça cruzamentos com os dias atuais e as questões de atuação ambiental. Confira.

Envoltos numa aura de mistério e magia, os celtas despertam um grande fascínio sobre nós através de seus antigos símbolos perdidos no tempo, da arte e dos mitos, onde espirais e círculos sagrados vibram intensamente até os dias de hoje, com tamanha vivacidade, que nos chega a ser irreal.

Os antigos montes de Newgrange, Knowth, Dowth, Fourknocks, Loughcrew e Tara, na Irlanda, são maravilhosos exemplos de espirais celtas, conhecidos como "As Espirais da Vida", que representam de um modo geral o ciclo da vida, da morte e do renascimento. As primeiras referências que temos sobre os povos celtas encontram-se na literatura greco-romana, por volta de 500 a.C., considerados como sendo os introdutores da metalurgia do ferro na Europa, dando origem à Idade do Ferro, neste continente. Há indícios, também, de uma cultura pré-cética ao redor do Danúbio, no ano de 1000 a.C., chegando à Idade do Bronze por volta do ano 1500 a.C.

Os celtas eram compostos de várias tribos, sendo que cada uma tinha seu próprio chefe e, apesar de serem bem diferentes entre si, possuíam uma cultura em comum, uma raça guerreira, o parentesco das línguas, os costumes, a religião e, conseqüentemente, os sacerdotes. Os druidas eram os sacerdotes dessas tribos e o druidismo, por sua vez, um fenômeno exclusivamente celta, ou seja, o druidismo era a religião dos celtas. É quase impossível falar dos celtas sem falar dos druidas e vice-versa. Para os celtas, os fenômenos naturais eram forças sobrenaturais reconhecidas, na sua maioria, como divindades femininas na forma de Deusas Mãe e veneradas de alguma forma. Eles acreditavam que toda árvore, montanha, pedra ou fonte de água possuía um espírito próprio e, por isso, eram dignos de veneração.

A mulher na sociedade celta era vista como a imagem simbólica da soberania e fertilidade. Eram reconhecidamente guerreiras, mães, mulheres feéricas (fadas), rainhas e sacerdotisas.
 

“As heroínas femininas épicas apresentam múltiplas aparências, múltiplos rostos, múltiplos semblantes, geralmente três, tendo em consideração o número simbólico sagrado dos celtas, o qual tanto se apresenta com a forma de tríade como o triskel, a tripla espiral que, girando à volta de um ponto central, simboliza por excelência o universo em expansão.” (Jean Markale – A Grande Epopéia dos Celtas).

O triskel ou triskelion é considerado um antigo símbolo indo-europeu, palavra de origem grega, que literalmente significa "três pernas". Este símbolo nos lembra três pernas correndo ou três pontas curvadas, uma referência ao movimento da vida, do universo e aos três reinos celtas: a Terra, o Céu e o Mar.
 
 
Sacralidade da terra – A ligação entre o sagrado e o mundano é muito estreita, na visão druídica, chegando a ser quase impossível separar o profano do espiritual ou o divino dos aspectos comuns da sociedade.
 
Nossos pensamentos, palavras e ações é que tornam todo este processo sagrado. Alguns lugares com características especiais, como os montes, as rochas, as árvores, os lagos, as fontes e os rios também são considerados sagrados, constituindo o elo dessa ligação e representando, assim, uma passagem entre o mundo profano e o divino.
 
Essas passagens, consequentemente, irradiam uma vibração muito forte, conhecidas como correntes telúricas, que são correntes elétricas de baixa freqüência que e se movem através do subsolo ou do mar, irradiando energias formidáveis, conectando-nos às grandes forças cósmicas.
Uma vez estabelecido este contato, podemos observar um perfeito estado de harmonia e um equilíbrio muito grande em nosso interior, favorecendo as celebrações solares e a meditação. Portanto, toda natureza em si é considerada um princípio sagrado.
 
 
Correntes Telúricas – Os druidas transmitiam seus ensinamentos apenas de forma oral, então, tudo o que sabemos hoje sobre os druidas, fora o fato de que eles adoravam o carvalho e o visco, vem dos relatos de militares e historiadores greco-romanos e, posteriormente, na Idade Média, de monges e abades.
Na visão druídica, os gigantescos blocos de granito e construções megalíticas, incluindo Stonehenge, eram utilizados como captadores de correntes telúricas. Lembrando que os druidas não construíram Stonehenge (monumento megalítico situado em Salisbury – Inglaterra), eles apenas utilizaram os círculos de pedras, conhecidos como “cromlech”, para fins religiosos.
 
Atualmente, podemos usufruir dos benefícios das correntes telúricas positivas, de uma maneira prática, através da técnica conhecida como Radiestesia. Essa técnica não tem nenhuma ligação com os celtas, nem com os antigos druidas. A Radiestesia ficou mais conhecida na Europa a partir do início do século XX, apesar das suas referências históricas virem de tempos longínquos. Ela era usada principalmente para encontrar veios de água, poços artesianos e jazidas subterrâneas de minérios, utilizando-se de uma varinha de madeira em forma de forquilha.
 
Essa investigação também pode ser feita nos ambientes de casas ou escritórios, com o auxilio de um pêndulo, que irá captar as vibrações emitidas por um objeto e todo o seu campo de atuação. Para identificar se essas correntes telúricas estão fluindo de forma positiva ou não, coloque o pêndulo no local onde será medida a vibração e observe, se ele girar no sentido horário quer dizer que a energia está positiva. Se girar no sentido anti-horário quer dizer que a energia está negativa.
 
Caso ele se mantenha parado ou trêmulo significa que há falta de energia.
Para corrigir essas falhas energéticas, podemos contar com o auxilio de pedras ou cristais, como o quartzo branco, por exemplo, que serão colocados no local afetado. As pedras preciosas são canais de energia, que possuem centros vibratórios e, por serem sagradas, nos remetem novamente à espiritualidade dos druidas. Que assim seja!
 
Referências bibliográficas:
BOSTRÖM, Francisco – A sabedorias das Pedras – Ed.Best Seller, 1994.
GREEN, MIRANDA JANE ALDHOUSE – Exploring the World of the Druids – London: Thames and Hudson, 1997.
JUBAINVILLE, Henri-Marie D‘ Arbois.- Os Druidas. Os Deuses Celtas com Formas de
Animais – São Paulo: Ed. Madras, 2003. 
MACCULLOCH, J.A. – A Religião dos Antigos Celtas – Edinburgh: T. & T. CLARK, 1911.
MARKALE, Jean – A Grande Epopéia dos Celtas – Ed. Ésquilo, 1994.
SIQUEIRA, Renato Guedes – Cinestesia do Saber. Radiestesia e Radiônica – Ed. Roka, 1996.