Alimentação

Comer legumes todos os dias pode ajudar a reduzir o risco de diabetes do tipo 2

Cientistas afirmaram que comer legumes diariamente pode reduzir o risco de diabetes do tipo 2 em 35%.

Leguminosas são alimentos de baixo índice glicêmico, o que significa que os níveis de glicose no sangue aumentam lentamente após seu consumo. Embora outros estudos já tivessem sugerido essa associação, este é o primeiro a confirmá-la.

A pesquisa, feita por cientistas da Unidade de Nutrição Humana da Universidade RovriraVirgli, na Espanha, analisou os resultados de um estudo chamado PREDIMED (Prevenção Primária de Doenças Cardiovasculares com uma Dieta Mediterrânea).

Os cientistas se concentraram em leguminosas como feijão, ervilhas e algumas sementes para avaliar os efeitos da substituição destes em relação a alimentos ricos em proteínas e carboidratos.

Foram analisados mais de 3.300 participantes no início do estudo PREDIMED com alto risco de doenças cardiovasculares, mas sem diabetes do tipo 2.

Após quatro anos de acompanhamento, os resultados revelaram que, em comparação aos indivíduos que consumiram menos leguminosas, os de maior consumo tinham um risco 35% menor de desenvolver diabetes do tipo 2.

Enquanto que o menor consumo foi de 1,5 porção de leguminosas por semana, o de maior consumo era de 3,35 porções por semana.

Ainda, os participantes que consumiram cerca de uma porção por semana, em comparação aos de meia porção, apresentaram um risco 33% menor de desenvolver a doença.

As leguminosas são um grupo de alimentos rico em vitaminas B e minerais benéficos, como o cálcio, magnésio e potássio. Possuem quantidades consideráveis de fibras e baixo índice glicêmico.

Devido a essas qualidades nutricionais únicas, comer legumes regularmente pode ajudar a melhorar a saúde humana, de acordo com os pesquisadores.

Eles sugeriram ainda que a substituição de metade de uma porção por dia de alimentos ricos em proteínas ou carboidratos– incluindo ovos, pão, arroz e batata cozida – por leguminosas também foi associada a um risco menor de incidência de diabetes do tipo 2. Contudo, e apesar da importância das leguminosas para a prevenção de doenças crônicas, a equipe considera que outras pesquisas ainda precisam ser feitas para confirmar os resultados apresentados.

[ Daily Mail ] [ Fotos: Reprodução / Pixabay ]

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Translate »