Ciência

Descoberto carbono mais duro que diamante, mas elástico como borracha

Cientistas descobriram uma maneira de tornar o carbono muito duro e muito elástico aquecendo-o sob alta pressão.

O diamante e a borracha possuem características muito sensíveis ao toque humano: o primeiro é bem resistente, enquanto a segunda possui bastante flexibilidade.

Agora, já imaginou um tipo de carbono – o mesmo material que forma o diamante – ser capaz de ter tanto as propriedades da flexibilidade quanto da dureza? Foi o que descobriram cientistas da China e dos Estados Unidos.

Cada tipo de ligação entre os átomos de carbono pode resultar em um material diferente. Ligações “sp³” formam o diamante, enquanto as “sp²” geram o grafite, do qual se deriva o grafeno. Já o carbono vítreo também se origina de ligações “sp²” e apresenta característica do grafite e da cerâmica.

Ligações de carbono

Agora, os cientistas criaram o carbono vítreo comprimido, que mistura ligações “sp²” e “sp³”, fazendo com o que material tenha características incomuns.

O produto é leve e de fácil reprodução, podendo vir a ser usado tanto em coletes à prova de balas, por exemplo, quanto em equipamentos eletrônicos.

O sonho dos pesquisadores é encontrar um tipo de carbono que possa substituir o silício, principalmente na indústria eletrônica.

Com uma produção relativamente simples, usando máquinas que aplicam alta pressão no carbono, o material poderia ser facilmente recriado em larga escala. Falta, porém, compreender completamente suas funcionalidades.

Um material como este – que é forte, duro, leve e flexível – estará em alta demanda e poderá ser usado para todos os tipos de aplicações.

Por exemplo, usos militares podem envolver escudos para jatos e helicópteros. Em eletrônica, materiais leves e de fabricação barata com propriedades semelhantes ao silício, que também poderiam ter novas habilidades, poderiam fornecer uma maneira de superar as limitações dos microchips existentes. [IFLSCIENCE], [MEGA CURIOSO]

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Translate »