A garcínia cambogia além de ajudar a diminuir os triglicerídeos, também possui efeito termogênico, aumentando a temperatura do corpo, acelerando o metabolismo e auxiliando no emagrecimento.

Além de ganhar massa muscular nas academias, o objetivo de muita gente é de perder gordura. Não adianta passar horas fazendo musculação se você chega em casa e ataca uma torta de chocolate. O tecido adiposo fica sobre os músculos e assim, ela acaba interferindo no visual.

Sua definição muscular e curvas só será vista quando a camada de gordura estiver mínima. O grande problema de muita gente é conseguir lidar com o impulso de comer doces. É difícil ver um brigadeiro e não salivar. Pior ainda é quando você não consegue se controlar e come bem mais de um. Para isso, é possível lançar mão de um bom aliado: a garcínia cambogia.

O que é e para que serve a garcínia cambogia?

Essa planta é típica das regiões das florestas do Camboja, da Polinésia e Sul da África. A garcínia cambogia é bastante utilizada pelos nativos como aromatizante e para preservar a comida por mais tempo.

Ela também pode ser encontrada com outros nomes como citrino, malabar tamarindo, árvore do petróleo e goraka. O seu formato é bastante parecido com o de uma abóbora em miniatura e, aqui no Brasil, pode ter um preço mais salgado sendo mais vantajoso consumir as cápsulas das folhas secas.

Como a garcínia cambogia atua no organismo?

O principal benefício e mais divulgado da Garcínia Cambogia é o fato dela inibir o apetite já nas primeiras semanas de uso.

O mecanismo de ação da planta é bem simples: ela faz com que todos os tecidos orgânicos fiquem com a quantidade ideal de glicogênio (presente principalmente no fígado e nos músculos e utilizado como principal fonte de energia).

Assim, o nosso organismo não sente a necessidade de consumir mais açúcar já que ele já se encontra com as taxas ideais para as suas funções básicas. Existem outros fatores que fazem dessa fruta um alimento excelente nas dietas:

Contém uma substância conhecida como ácido hidroxicítrico (HCA). Ela está presente na casca da Garcínia Cambogia e tem uma estrutura química muito parecida com a do ácido cítrico. Este, por sua vez, age diretamente no metabolismo dos carboidratos, gorduras e também inibe a vontade de comer.

Outra função importante do HCA e que tem influência no emagrecimento é o fato dele inibir a transformação dos açúcares em gorduras, estocando-as e aumentando a gordura localizada.

A Garcínia Cambogia faz com que o nosso corpo reutilize a glicose ingerida pelos alimentos, fazendo uma neogênese e inibindo a fome.

Quando o HCA entra no nosso organismo ela forma um tipo de barreira em uma das fases da transformação de carboidratos em tecido adiposo.

No meio do ciclo ocorre a liberação da acetil coenzima A, necessária para que ocorra a formação do ácido graxo. O HCA, de alguma forma, impede a liberação desse substrato e assim o ciclo de transformação do carboidrato em gordura.

Quais os benefícios da garcínia cambogia

Além de ajudar na perda de peso, não apenas consumindo as reservas de energia como também impedindo a formação de tecido adiposo, a Garcínia Cambogia oferece outros benefícios:

  • Possui efeito termogênico, pois aumenta a temperatura corporal e assim, acelera o metabolismo;
  • não causa nenhum tipo de dependência;
  • ajuda na redução dos triglicerídeos;
  • possui boas doses de vitamina C, uma substância que ajuda na formação de colágeno;
  • Se consumida com orientação, não possui efeitos colaterais.

Como tomar a garcínia cambogia

É importante lembrar que só a Garcínia Cambogia não faz o trabalho todo sozinha.

É preciso incluí-la em hábitos saudáveis de dieta balanceada e prática de exercícios físicos frequentes.

Ela é um alimento fitoterápico, mas isso não é motivo para não procurar um profissional de saúde antes de começar a consumir.

A dose ideal é de 250 mg duas vezes ao dia antes das principais refeições.

Você pode encontrar as cápsulas ou o extrato seco da fruta para fazer chá em lojas de produtos naturais.

Fonte: http://www.treinomestre.com.br/a-garcinia-cambogia-tem-efeitos-positivos-no-emagrecimento-e-ainda-e-rica-em-vitamina-c/