Alimentação

Levedura da Cerveja – O Que é e Quais os Seus Benefícios

O que é a levedura de cerveja?

A levedura de cerveja é um tipo de fungo unicelular conhecido como Saccharomyces cerevisiae. Juntamente com outras espécies de Saccharomyces, a levedura de cerveja era utilizada para fermentar cerveja e alguns tipos de pão.

Estas propriedades foram descobertas no decorrer do século XIX. Hoje em dia, além das utilizações mencionadas, a levedura de cerveja tem também um peso importante como suplemento alimentar, encontrando-se sob a forma de pó, comprimidos e líquido.

Composição nutricional da levedura de cerveja

Possui até 50% de proteínas de elevada qualidade pelo seu alto valor biológico, com um balanço equilibrado de aminoácidos essenciais.

É um suplemento considerado extremamente interessante em termos nutricionais mas também devido à sua riqueza em vitaminas do complexo B, entre as quais B1, B2, niacina, ácido pantoténico, B6 e ácido fólico.

É também uma fonte considerável de ácidos nucleicos que estimulam o sistema imunitário e estão associados à melhoria da função cerebral e memória.

Quanto aos minerais e oligoelementos, destacam-se o magnésio, potássio, ferro, selénio, fósforo e crómio.

Benefícios e aplicações da levedura de cerveja

Por ser muito nutritiva, a levedura de cerveja tem uma aplicação alargada. Devido às suas propriedades reconstituintes, a levedura de cerveja é aconselhada para desportistas, crianças em fase de crescimento, grávidas, idosos e doentes em convalescença.

A riqueza em vitaminas do complexo B e minerais torna-a benéfica para a manutenção da saúde do cabelo, unhas, pele e casos de acne, eczemas e psoríase.

Estudos também demonstram que a levedura de cerveja favorece o perfil lipídico e aumenta a tolerância à glicose, sendo por esse motivo um suplemento indicado para diabéticos [*1]. A levedura de cerveja também se mostrou promissora no tratamento de resfriados e constipações [*2].

Pode também ser utilizada em regimes de emagrecimento, pois quando tomada antes da refeição induz saciedade devido ao conteúdo de proteína.

Por outro lado, tendo em conta os nutrientes que comporta, em caso de necessidade de aumento de peso também pode ser útil, recomendando-se a sua introdução numa refeição, adicionada aos cereais de pequeno-almoço, sopa ou sumos, por exemplo, ou em comprimidos após as refeições.

REFERÊNCIAS OU NOTAS:
[*1] – Li, Y., Effects of brewer’s yeast on glucose tolerance and serum lipids in Chinese adults, Biological Trace Element Research 41(3):341-7, Junho 1994 (LINK)
[*2] – Moyad, M. et. al., Effects of a modified yeast supplement on cold/flu symptoms, Urologic nursing 28(1):50-5, Fevereiro 2008 (LINK)
– Moyad, M. et. al., Brewer’s/baker’s yeast (Saccharomyces cerevisiae) and preventive medicine: part I, Urology Nursing 27(6):560-1, Dezembro 2007 (LINK)
– Moyad, M. et. al., Brewer’s/baker’s yeast (Saccharomyces cerevisiae) and preventive medicine: part I, Urology Nursing 28(1):73-5, Fevereiro 2008 (LINK)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Translate »