andiroba

Nome científico: Carapa Guaianensis

Origem: Brasil

Extração: prensagem das sementes

Descrição: líquido viscoso (pode tornar-se pastoso com temperaturas baixas) amarelo a marrom, de odor característico.

O óleo de andiroba é um dos óleos medicinais mais vendidos na Amazônia.

Trata-se de um óleo, extraído das sementes por prensagem, que solidifica em temperaturas abaixo de 25o C, tornando-se uma gordura esbranquiçada.

É muito conhecido pela medicina popular e oficialmente reconhecido por possuir propriedades anti-inflamatórias, analgésicas, antissépticas, cicatrizantes e para o trato respiratório.

Fortalece e embeleza os cabelos e em forma de sabonete é um remédio milagroso no combate às acnes e espinhas.

Devido a sua boa penetração na pele é frequentemente utilizado em massagens para aliviar luxações, artrite e reumatismo, atuando também como calmante na pele e clareador de manchas superficiais.

A vela de andiroba é usada como repelente eficaz para o mosquito Aedes aegypti, vetor da febre amarela e da dengue.