Açúcar cristal

O açúcar cristal, assim como o açúcar refinado, possui cristais grandes e irregulares, que são transparentes ou levemente amarelados, fáceis de serem dissolvidos.

Durante a sua fabricação, adicionam-se produtos químicos para deixá-lo branco e saboroso, mas, com isso, as vitaminas e os sais minerais são perdidos.

Açúcar de confeiteiro

O açúcar de confeiteiro possui grãos muito finos, sendo ideal para a fabricação de preparações como chantilly, coberturas e glacês mais homogêneos, além de ser usado para decorar bolos e tortas.

Ele tem um aspecto de talco ou neve fininha, dilui bem mais facilmente que o açúcar cristal, e durante a sua fabricação adiciona-se amido na fórmula, para que o grãos super pequenos não voltem a se unir novamente.

Açúcar mascavo

O açúcar mascavo é obtido a partir do cozimento da calda da cana-de-açúcar, mantendo boa parte de seus nutrientes, como ferro, ácido fólico e cálcio.

Por não ser refinado, ele também possui grãos maiores e mais escuros, que não diluem facilmente como do açúcar refinado, e que têm um sabor bem parecido com o da cana-de-açúcar.

Açúcar demerara

Parecido com o açúcar mascavo, o demerara se diferencia por passar por um leve processo de purificação e refinamento, mas sem a utilização de aditivos químicos.

Ele também mantém os minerais presentes na cana-de-açúcar, e dilui mais facilmente e tem um sabor mais ameno que o açúcar mascavo.

Açúcar light

O açúcar light é obtido a partir de uma mistura entre o açúcar refinado e adoçantes artificiais ou naturais, fazendo com que o produto final tenha um poder adoçante maior que o açúcar comum, mas com menos calorias.

No entanto, seu sabor lembra um pouco do sabor artificial dos adoçantes, e ele também não deve ser usado em casos diabetes.

Açúcar orgânico

O açúcar orgânico tem as mesmas calorias do açúcar comum, mas preserva uma pequena parte dos nutrientes presentes na cana de açúcar.

A diferença principal é que durante a produção do açúcar orgânico não são utilizados ingredientes artificiais, adubos, fertilizantes químicos ou agrotóxicos em nenhuma etapa.

O açúcar mascavo é obtido a partir do cozimento do calda da cana-de-açúcar, mantendo boa parte de seus nutrientes, como ferro, ácido fólico e cálcio.

Por não ser refinado, ele também possui grãos maiores e mais escuros, que não diluem facilmente como do açúcar refinado, e que têm um sabor bem parecido com o da cana-de-açúcar.

Açúcar de coco

O açúcar de coco é obtido a partir da seiva do coqueiro, não sendo extraído do fruto coco.

Ele é um alimento minimamento processado, não contendo conservantes e nem passando por processos de refinamento, como acontece com o açúcar comum.

Ele tem um índice glicêmico mais baixo que o açúcar comum, ajudando a não alterar muito a glicemia.

Além disso, ele contém minerais como ferro, zinco, potássio e magnésio, e vitaminas do complexo B.

Fonte: https://vivasalute.com.br/