Latim:  Radium = radiação
Grego: Aestesis = percepção, sensibilidade.
Existem outros nomes para a radiestesia, tais como Palomancia; Rabdomancia.
Ambos significam adivinhação pela vareta.
A Radiestesia é um sistema mental de conhecimento, um dos sistemas mais simples e práticos para entrar em contato com o que quer que seja que queiramos
A radiestesia merece ser colocada dentro das ciências humanas, tirando-a das superstições e misticismos baratos
A base do fenômeno radiestésico não está na influência da radiação do objeto ou da pergunta sobre o pêndulo, mas na percepção do operador
Os aparelhos que podem ser usados simplesmente exteriorizam a resposta que já tem o operador, por meio de um sistema de codificação
Antes de tudo está o radiestesista
Ele tem que se preparar para aumentar sua sensibilidade e aprender a traduzi-la através do pêndulo ou qualquer outro instrumento
A formação mental do radiestesista é o fundamento de tudo
Nada há de oculto ou misterioso na radiestesia, trata-se do resultado da educação da mente
É interessante lembrar que como qualquer habilidade, somente a prática lhe dará o desempenho perfeito de suas habilidades
À medida que seu treinamento evolui, a pessoa perceberá que sua habilidade natural se desenvolverá cada vez mais, trazendo-lhe mais confiança.

Principais Instrumentos

AURAMETER

 
Aparelho usado pelos pesquisadores Verner Cameron e Max Free Long, utilizado em radiestesia para a medição de energias sutis, que dificilmente são detectáveis por instrumentos científicos.
Podemos com ele identificar a existência de vários tipos de energias, suas dimensões quantitativas e qualitativas.
Entre elas: Localizar a existência de água no subsolo e energias cósmicas, telúricas, mentais e dos objetos.

DUALROAD

Aparelho usado na radiestesia para detectar e determinar fluxos de energias, seus pontos de emissão e a direção.
Formado por duas hastes, o Dual Road serve para medir muitas espécies de energias: Energia telúrica,  energias dos chakras, Energias intrusas etc.

PÊNDULOS

 
A arte de usar o pêndulo é milenar, não sabemos quando essa prática teve inicio, mas ela é citada pelos Hebreus, Egípcios e Chineses desde 2000 a.C. Por muitos anos o uso do pêndulo permaneceu restrito ao clero – conseqüentemente,  mantém-se envolvido em mistério.
Entretanto, ele também era usado para procurar água e, quando foi introduzido na Europa, o mistério de certa forma esclareceu-se, pois ele passou a ser usado para procurar minerais como o ouro, a prata e  o petróleo, e também para o diagnóstico de doenças.

FORQUILHA OU VARETA

A forquilha radiestésica consiste em uma vara fina flexível normalmente de madeira de avelã, vime, etc,
Essas varinhas são cortadas em forma de forquilha, ou também  juntam-se duas varetinhas, que são ligadas entre si em uma das extremidades com um fio de linho, canhâmo, algodão, etc.