oliveira_-_folhas

O uso medicinal desta folha tem sido cada vez mais reconhecido.

E isso não é por acaso.

Quem usa vira fã e dissemina para outras pessoas o potencial dela.

Além disso, muitas pesquisas científicas têm comprovado o poder curativo desta folha, destacando-se a proteção do sistema cardiovascular e imunológico, o aumento da energia, o controle da pressão arterial, a prevenção do diabetes e do mal de Alzheimer.

Está curioso para saber de que folha estamos falando?

Calma!

Temos muitas informações importantes nesta matéria.

Para começar, é bom saber que os poderes desta planta, na verdade, são conhecidos há muito tempo.

No antigo Egito, utilizavam suas folhas na mumificação de faraós e suas propriedades medicinais já eram atestadas.

Também era símbolo do poder divino.

Ainda não sabe de que folha estamos falando?

Estamos falando da folha de uma árvore que nos dá as azeitonas que recheiam pratos como pizza e macarronada, além de se transformarem em um delicioso azeite.

Ou seja, estamos falando da folha da oliveira.

A oliveira é uma árvore muito resistente e chega a viver por cerca de 2 mil anos.

É considerada uma árvore sagrada, tendo várias citações na Bíblia.

Devido à sua atividade antibacteriana, antifúngica e antiviral, o extrato da folha de oliveira é utilizado para tratar uma grande variedade de problemas, como candidíase, meningite, encefalite, gripe, herpes, hepatite B, pneumonia, malária, dengue, tuberculose, gonorreia, diarreia, infecções nas vias urinárias, nos ouvidos, nos dentes e até para reforçar o tratamento de aids.

O extrato de folha de oliveira tem se revelado excelente para proteger o coração e os vasos sanguíneos.

Quando tomado durante um longo período de tempo e com regularidade, ele se mostrou capaz de reverter a aterosclerose.

Todos esses benefícios da folha de oliveira têm despertado um crescente interesse da comunidade científica.

Estudo da University of Michigan Health System mostrou que a substância oleuropeína, presente nessa folha, regulariza o açúcar do sangue.

Ou seja, a infusão de oliveira é excelente para tratar e prevenir o diabetes.

As folhas da oliveira possuem quatro vezes mais potássio, magnésio, manganês, fósforo, selênio, zinco e cobre do que o chá verde.

Esses minerais são altamente antioxidantes e atuam contra o envelhecimento, além de estimularem o metabolismo para eliminar gorduras com mais rapidez.

O indicado é que você beba de 3 a 4 xícaras por dia, em um período de 3 a 4 meses.

Dessa forma, é possível perder até 6 quilos, aliando o chá com uma alimentação balanceada e saudável e também com a prática de exercícios físicos.

Para fazer o chá, basta ferver 1 litro de água.

Quando entrar em ebulição, adicione 2 colheres (sopa) de folhas de oliveira.

Tampe e espere 20 minutos.

Decorrido esse tempo, coe e tome a primeira xícara.

O chá de oliveira pode ser ingerido por qualquer pessoa, exceto grávidas e lactantes.

As folhas de oliveira são facilmente encontradas em lojas de produtos naturais ou em grandes mercados.

Este é um blog de notícias sobre tratamentos caseiros. Ele não substitui um especialista. Consulte sempre seu médico.

Fonte: http://www.curapelanatureza.com.br/post/07/2016/adeus-derrame-diabetes-hipertensao-e-alzheimer-com-o-cha-desta-poderosa-folha

moringa

A moringa é uma planta pertencente à família das moringáceas cujo nome científico é Moringa oleífera.

A árvore é de porte pequeno, mas seus ramos podem chegar aos 10 metros de comprimento, e as folhas e suas vagens podem ser consumidas.

Também conhecida como acácia branca, árvore rabanete de cavalo, cedro, moringueiro e quiabo de quina, a planta é rica em nutrientes podendo ser inserida na alimentação.

Conhecida como árvore milagrosa, a moringa pode chegar a alcançar entre 7 e 12 metros e é originária das zonas próximas ao Himalaia, sendo cultivada em países de clima tropical e subtropical como os da África, da Ásia, América do Sul e Central, e no Havaí.

Benefícios

Entre seus benefícios, está a presença de muitas proteínas, vitaminas A, B, C e minerais como cálcio, magnésio, ferro, potássio sódio e fósforo.

A sua riqueza nestes é muito grande e, para ter uma ideia da quantidade, podemos fazer um comparativo com outros alimentos: as proteínas são em mesma quantidade do que o ovo e duas vezes o que o leite possui.

Em cálcio, possui quatro vezes mais que o leite; três vezes mais potássio que a banana; quatro vezes mais vitamina A do que a cenoura e sete vezes mais vitamina C do que a laranja.

O consumo desses nutrientes ajuda a baixar os níveis de glicose e o colesterol ruim, além da pressão arterial.

Ajuda a melhorar as articulações, combate a asma e a anemia, fortalece o sistema imunológico – aumentando as defesas do corpo e combatendo doenças como a gripe – fortalece os músculos e ossos, melhora as funções mentais – memória e facilita o aprendizado –, estimula o crescimento, protege o fígado e os rins, regenera e embeleza a pele e proporciona energia.

Como consumir?

A moringa pode ter todas as suas partes consumidas, cada uma de formas diferentes.

As folhas, por exemplo, podem ser consumidas na forma de salada ou cozidas, como alimentos complementares de sopas.

Além disso a vagem pode ser cozida em água e depois aberta para se consumir as sementes – pode-se consumi-las também torradas.

As raízes, que possuem formato semelhante às cenouras, mas menores, apresentam um sabor picante, podendo ser usadas na forma de salada também, assim como as flores.

Existem ainda cápsulas à venda nos mercados que são feitas com o pó das folhas, o extrato, feito com a casca e as raízes, e o mel que é feito com as flores.

Fonte: http://beneficiosnaturais.com.br/moringa-beneficios-e-propriedades/

manjericao

Há séculos que o manjericão é conhecido e utilizado por diversas culturas, para diversos fins, sejam místicos, religiosos, medicinais ou culinários.

É reverenciado como uma planta imbuída de essência divina e, por este motivo, os indianos costumam jurar sobre um raminho desta planta em seus depoimentos nos tribunais de justiça.

Consta que crescia manjericão ao redor do túmulo de Jesus Cristo, após sua Ressurreição, e por isto nas Igrejas Ortodoxas Gregas benze-se a água com suas folhas e muitos vasos da planta ornamentam os altares.

Poderes Ocultos e Mágicos do Manjericão.

1) Traz riqueza para aqueles que o carregam em seus bolsos e é utilizado em estabelecimentos comerciais (na soleira da porta ou perto do caixa) para trazer fregueses.

2) O manjericão dado como presente traz boa sorte para uma casa nova.

3) Age como pacificador e integrador na família, daí ser chamado de erva da harmonia.

4) Transmuta a energia agressiva, transformando-a em vontade e força para brigar por coisas mais importantes como metas e ideais. Ajuda a brigar pela vida e pelas coisas que nós queremos.

5) É ótimo para os desorganizados e indisciplinados. Ajuda-nos também a ver o brilho e o perfume da vida.

6) Na alimentação, atua como energizante. Por ser muito delicado, deve ser usado na cozinha delicadamente. Coloque-o sempre por último nos alimentos cozidos para que ele não perca os princípios energéticos.

7) É excelente para dar banho em crianças agressivas e que dormem mal.

8) O escalda-pés com manjericão é ótimo para quem está agressivo, com raiva e pronto para explodir. Tira a raiva na hora.

9) O chá de manjericão ajuda pessoas muito contidas a liberarem o amor.

10) Pode também ser colocado em vasos para evitar a entrada de energias negativas dentro de casa.

11) As compressas de manjericão (uma pasta pilada com as folhas) ajuda as mães que ficam com os seios doloridas ou com rachaduras depois da amamentação.

12) Os gargarejos com manjericão são ótimos para dor de garganta, aftas ou mau hálito.

13) Excelente para casos de confusão mental. Pode ser usado ainda como tintura ou vinagre, queimado no aromatizador ou aspergido. Galhos nos vasos funcionam bem.

14) Utilize em banhos de limpeza, saúde, cura e fertilidade.

15) É muito útil para cessar violência, abençoar e acalmar.

16) Protege contra todas as formas do mal e atrai boa sorte.

17) Cultivar manjericão, em um vaso ou em uma horta, traz paz e felicidade para a casa.

18) Esmague uma folha e inale o cheiro: ajuda a clarear a mente e o caminho correto irá se revelar.

19) Para proteção, coma o manjericão nos pratos que preparar com a devida visualização.

20) Outras tradições mágicas associadas à planta são para garantir a fidelidade dos casais, evitar discussões e atrair dinheiro.

Por Nina Greguer

agua_sinais

Você bebe água suficiente ao longo do dia?

Isso é muito importante, viu?

A água é fundamental para o funcionamento do nosso organismo.

No entanto, é importante entendermos que ela precisa ser consumida limpa e pura.

Por isso, não adianta querer substituí-la por chás, sucos, energéticos, cafés e outras bebidas.

Além disso, é bom sabemos também que a cafeína, tão presente no café, desidrata o corpo.

Saiba as vantagens de bebermos água regularmente:

– Regula a temperatura do corpo

– Melhora a digestão

– Libera as toxinas para fora do corpo

– Reabastece o corpo com fluidos

Quando há algo errado em nosso organismo, muitos sintomas aparecem.

Os sintomas são sinais do corpo que nos servem de alerta.

A insuficiência de água, por exemplo, dá alguns sinais, como:

1. Frequência do xixi

Uma pessoa saudável urina 6 ou 7 vezes por dia.

No entanto, esse número varia porque nem todo mundo bebe a mesma quantidade de água.
 
Se você urina 2 ou 3 vezes por dia é sinal de que precisa beber mais água.

Por quê?

Ora, a falta de água no corpo afeta os rins, impedindo-o de expulsar substâncias tóxicas do organismo.

Já dá para imaginar o tamanho do problema se isso acontecer, não é?

2. Pele seca

Você não pode querer uma pele saudável e macia se não bebe água regularmente.

O que previne o ressecamento da pele é justamente o consumo de água.

Então fica a dica: se sua pele estiver seca por muito tempo é porque você precisa mais água.

Ah, e tem mais uma coisa: se mesmo com o uso de hidratante nada for resolvido, então o estado é mais grave do que você pode imaginar: beba água!

Beber um copo de água de hora em hora para manter a hidratação do corpo é uma ótima ideia.

Experimente!

3. Dores na cabeça

Desidratação provoca dor na cabeça, uma dor bem diferente das tradicionais.

Na verdade, quando a dor na cabeça vem por falta de líquido, então ela parece mais intensa quando andamos e nos movimentamos de alguma forma.

Subir e descer escada, por exemplo, é uma tortura!

A dor piora com o passar do tempo.

Beba água e saboreie lentamente sempre quando estiver sentindo dor de cabeça.

4. Boca seca

Sente falta de saliva?

Seu corpo precisa de água!

Não ache que isso é bobagem, pois pode ter danos gravez na garganta e cavidade bucal.

5. Cor da urina

Se você está bem hidratado(a), sua urina deve ter uma leve coloração.
 
No entanto, se falta água, a cor muda drasticamente.

Se o xixi sair numa tonalidade muito escura, então é sinal de que a necessidade de hidratação é grande.

Não beba vários copos de água ao mesmo tempo, pois isso não é saudável.

Deguste: beba lentamente e com cuidado, pois a água deve ser bem distribuída para os órgãos.

6. Fome

Acabou de comer mais ainda sente fome?

Pode ser sede, acredite.

Tem gente que não consegue diferenciar e acaba comendo mais do que deveria.

Então, da próxima vez que sentir vontade de comer alguma coisa depois do seu almoço, beba um bom copo de água lentamente.

Isso saciará.

7. Tonturas

Este pode ser um sinal de que seu corpo precisa se hidratar.
 
Está sentindo tontura?

Beba um copo de água!

Para terminar, é bom você saber que a desidratação crônica se manifesta a partir de sintomas que são geralmente ignorados, como:

-Infecções do trato urinário

– Envelhecimento prematuro

– Ansiedade

– Colesterol alto

Portanto, beba água!

Este é um blog de notícias sobre tratamentos caseiros. Ele não substitui um especialista. Consulte sempre seu médico.

Fonte: http://www.curapelanatureza.com.br/post/09/2016/7-sinais-de-que-voce-precisa-beber-mais-agua-imediatamente

andiroba

Nome científico: Carapa Guaianensis

Origem: Brasil

Extração: prensagem das sementes

Descrição: líquido viscoso (pode tornar-se pastoso com temperaturas baixas) amarelo a marrom, de odor característico.

O óleo de andiroba é um dos óleos medicinais mais vendidos na Amazônia.

Trata-se de um óleo, extraído das sementes por prensagem, que solidifica em temperaturas abaixo de 25o C, tornando-se uma gordura esbranquiçada.

É muito conhecido pela medicina popular e oficialmente reconhecido por possuir propriedades anti-inflamatórias, analgésicas, antissépticas, cicatrizantes e para o trato respiratório.

Fortalece e embeleza os cabelos e em forma de sabonete é um remédio milagroso no combate às acnes e espinhas.

Devido a sua boa penetração na pele é frequentemente utilizado em massagens para aliviar luxações, artrite e reumatismo, atuando também como calmante na pele e clareador de manchas superficiais.

A vela de andiroba é usada como repelente eficaz para o mosquito Aedes aegypti, vetor da febre amarela e da dengue.

jiboia

Esse é o nome científico de uma planta com a incrível capacidade de purificar o ar e desintoxicar nossos pulmões.

Essa planta não pode ser ingerida, pois dessa forma é tóxica.

Mas colocá-la em ambientes da nossa casa ou trabalho faz muito bem à nossa saúde.

Ela tem a capacidade de absorver substâncias tóxicas do ar, como o formaldeído, o que está em grande quantidade em salas que foram recentemente pintadas.

Também absorve nicotina, benzeno ar e monóxido de carbono.

Portanto, ex-fumantes são muito beneficiados com a presença dessa planta nos locais onde costumam ficar.

Você pode colocar uma no seu quarto e sem nenhum receio de que ela limite a absorção de oxigênio na hora de dormir à noite.

Ela também ajuda a eliminar odores.

Por isso é também indicado colocá-la na cozinha, no banheiro ou sala de estar.

Você pode até mesmo usar mais de uma unidade desta planta para aumentar seus benefícios.

Em um curto espaço de tempo, notará uma diferença para muito melhor no ar de sua casa/trabalho.

E qual o nome popular dessa planta?

No Brasil, ela é mais conhecida como “jiboia” ou “jiboia-verde”.

A jiboia gosta de locais muito iluminados, mas sem luz do sol direta.

Se colocar a planta em locais com pouca luz, as folhas ficam quase totalmente verdes e o crescimento da planta torna-se mais lento.

Ela é uma planta tropical, isto é, gosta de calor.

Se possível, faça com que a sua planta nunca seja exposta a uma temperatura inferior a 12 graus Celsius.

Outra qualidade da jiboia:

Externamente, elimina irritações nos olhos e ajuda a controlar a pressão ocular de quem tem glaucoma.

Neste caso, você deve fazer o seguinte:

1. Limpe muito bem com um pano as folhas da jiboia, de modo que não fique nenhuma poeira.

Não arranque as folhas, não será necessário.

A planta precisa ficar com toda a energia vital para ser terapêutica.

2. Sente-se comodamente e apoie seus olhos fechados sobre duas folhas da planta, segurando essas folhas com as palmas das mãos (sem arancá-las!) e apoiando os cotovelos em alguma coisa, como uma mesa, para ficar mais cômodo.

Evite todo tipo de esforço ou tensão.

3. Permaneça de 3 a 5 minutos nesta posição, com os olhos fechados, porém sem apertá-los.

Deixe-os relaxar completamente.

4. Passado esse tempo, afaste-se da planta e abra os olhos lentamente.

Você sentirá a visão mais nítida e os olhos relaxados.

5. Realize este procedimento sempre que sentir os olhos cansados ou diariamente se quiser tratar e prevenir glaucoma e catarata.

Este é um blog de notícias sobre tratamentos caseiros. Ele não substitui um especialista. Consulte sempre seu médico.

Fonte:http://curapelanatureza.com.br/post/06/2016/esta-planta-purifica-o-ar-de-sua-casa-e-desintoxica-os-pulmoes-da-nicotina-e-tambem

Tea Tree1oleo_tea_tree

Sua máquina de lavar roupas fica com mofo e, muitas vezes, com um cheiro desagradável?

As paredes da sua casa também estão mofadas?

Há quem encontre a solução para esses problemas em produtos de limpeza, mas, como já explicamos em outras matérias, eles são compostos de ingredientes químicos que costumam causar alguns efeitos colaterais.

A melhor opção é investir em alternativas naturais, que, além de resolver, poupa o meio ambiente.

Sendo assim, trouxemos um método muito simples, à base de óleo essencial de tea tree.

Pode ficar tranquilo(a): esse óleo é facilmente encontrado em lojas de produtos naturais e na internet.

Trata-se de um ingrediente de origem australiana, muito usado pelos nativos, mas que pode ser encontrado em vários lugares do mundo.

As folhas dessa planta podem ser esmagadas para curar feridas e queimaduras na pele.

Além disso, o óleo essencial de  tea tree tem outros benefícios.

Se você não sabe, há séculos que cientistas descobriram que, como antisséptico, o óleo extraído da árvore é 100 vezes mais forte do que o ácido carbólico, que era o germicida mais popular da época.

As propriedades antissépticas podem tratar:

– Problemas respiratórios, como asma e corrimento nasal

– Espinhas

– Queimaduras

– Infecções

– Caspas

O melhor de tudo é que também são capazes de eliminar fungos e bactérias.

Dá para acreditar que, além de todas essas maravilhosas vantagens, também podemos aproveitar o óleo para o bem-estar e conforto da nossa casa?

Pode apostar!

Os resultados são incríveis.

Veja como fazer este antimofo caseiro:

2 colheres (chá) de óleo essencial de tea tree

2 xícaras de água

MODO DE PREPARO

Misture o óleo na água e despeje num frasco de spray.

Feito isso, pulverize as áreas mofadas da sua casa e limpe com uma esponja ou escova.

Fonte: http://www.curapelanatureza.com.br/

babosa-aloe vera

A babosa, também conhecida como aloe vera, é um grande purificador do sangue.

Ela é super-rica em nutrientes, como lignina, saponinas, minerais, cálcio, potássio, magnésio, zinco, sódio, cromo, cobre, cloro, ferro, manganês, betacaroteno (pró-vitamina A), vitaminas B6 (piridoxina), B1 (tiamina), B2 (riboflavina), B3, E (alfa tocoferol), C (ácido ascórbico), ácido fólico e colina.

Essa riqueza de nutrientes confere à babosa um enorme poder de cura.

E isso não é nenhuma novidade.

Os antigos egípcios já usavam medicinalmente a babosa e a chamavam de “a planta da imortalidade”.

E alguns historiadores garantem que Cléopatra usava a babosa na pele e nos cabelos, sendo este um dos seus segredos de beleza.

Na atualidade, muitos terapeutas naturalistas acreditam que ela cura e previne quase todas as doenças, pois renova completamente o sistema imunológico.

A babosa também é indicada para diabéticos, uma vez que equilibra a glicose.

Mas não para por aí.

Muitas pessoas afirmam que, graças à babosa, foram curadas de doenças graves, como o câncer.

O fato é que a babosa é um extraordinário fortalecedor do organismo e, sendo assim, protege-nos de doenças, mesmo as mais graves.

O melhor tipo de babosa é a Aloe arborescens (veja a foto abaixo).

Você também pode usar a Aloe barbadensis (veja a foto abaixo).

Antes de colher a babosa, tente observar o seguinte:

– O pé da babosa deve estar plantado de 3 a 5 anos no mesmo local, pois nessa condição ela estará bem forte, com seus princípios ativos em melhores condições para a cura de doenças, inclusive as mais graves.

– Colha a babosa quando não estiver chovendo no mínimo há três dias, pois a terra muito úmida e o contato da babosa com a água fazem com que ela estrague mais rápido.

Se isso não for possível, faça a receita e conserve-a na geladeira.

– Colha a babosa preferencialmente à noite ou pela manhã bem cedo, antes de o sol nascer, pois ela não deve entrar em contato direto com a luz do sol nem com luzes artificiais.

– Ao manipular a babosa, passe apenas um pano úmido para limpá-la e retire os espinhos com o auxílio de uma faca.

– Não acenda a luz do local onde for prepará-la.

Acenda a luz de um cômodo próximo ou use vela.

– No período em que a babosa estiver florescendo, não a utilize, pois ela estará com seus princípios ativos alterados, uma vez que precisa alimentar as flores.

PODEROSO REMÉDIO NATURAL DE BABOSA

INGREDIENTES

400 g de babosa

500 g de mel de abelha puro

Uma dose de bebida destilada (vodca, aguardente, uísque)

MODO DE PREPARO

Descasque a folha, retire o gel (com uma colher) e coloque todos os ingredientes no liquidificador e processe bem por cinco minutos.

Não precisa coar.

Coloque em uma garrafa escura e guarde na geladeira.

Antes de consumir, agite bem a garrafa.

Tome duas colheres (sopa) em jejum, assim que acordar pela manhã; duas colheres  (sopa) 10 minutos antes do almoço e duas colheres (sopa) antes do jantar ou antes de dormir.

OBSERVAÇÕES SOBRE O REMÉDIO:

Podem aparecer abscessos ou espinhas no corpo, pois a babosa purifica o sangue.

É normal o intestino funcionar mais, pois a babosa desintoxica e regula as funções intestinais.

Quem sofre de doença mais grave pode repetir esta receita quantas vezes achar necessário ou até que a doença desapareça.

Quem não sofre de doença grave deve dar uma pausa de 30 dias entre uma receita e outra.

Se for diabético, retire o mel da receita.

No entanto, se fizer sem mel, a bebida vai ficar muito amarga.

Então o ideal é, logo depois de tomar o remédio, beber suco de limão para retirar o gosto amargo da babosa.

A bebida destilada (vodca, aguardente, uísque) é importante para a conservação da receita, mas pode ser retirada ou substituída por álcool de cereais.

Use este remédio natural de babosa como complemento ao tratamento prescrito pelo seu médico.

OUTROS USOS DA BABOSA

1. Condicionador de cabelo: massageie o couro cabeludo com uma pequena quantidade de gel de aloe vera e deixe por cerca de 2 minutos.

Depois, é só retirar com água.

2. No xampu: adicione 3 colheres (sopa) de gel de babosa no seu xampu.

Isso fará seu cabelo muito brilhante.

3. Tratamento de acne: aloe Vera minimiza a inflamação e trata acne devido às suas propriedades inflamatórias.

Basta passar na área inflamada um pouco da “baba” da planta.

4. Prevenção e eliminação de estrias: devido às propriedades regenerativas da aloe vera, ela é um excelente tratamento natural para estrias.

Basta aplicar um pouco do região na pele doente.

5. Gengivas inchadas: a babosa acalma gengivas inchadas e maximiza os mecanismos de defesa do seu corpo.

Você deve passar um pouco da “baba” na área inflamada.

6. Tratamento de herpes, eczema, psoríase, dermatite e outras alergias da pele: a aloe vera é capaz de penetrar em camadas múltiplas da pele.

Basta fazer aplicações de um pouco do gel na pele doente.

7. Queimaduras: devido a propriedades antissépticas da babosa, ela é excelente no tratamento de queimaduras.

O processo é o mesmo: aplica-se uma pequena quantidade do gel na pele afetada.

8. Hidratante: use a aloe vera como um hidratante da pele.

Ela fortalece o tecido da pele, fornecendo oxigênio para as células.

9. Gel de barbear: o gel de babosa é mais barato e mais saudável que qualquer outro do mercado.

Basta aplicar um pouco do gel no rosto na hora de fazer a barba.

10. Pós-maquiagem: depois de remover a maquiagem, use um pouco do gel de aloe vera.

Ele é um poderoso hidratante que ajuda a acalmar a pele.

Importante!

Todos esses usos da babosa na pele ou no cabelo devem ser precedidos de um teste de alergia.

Aplique um pouco do gel no cotovelo e veja se ocorre alguma reação.

Se não, pode usar tranquilamente.

Para extrair o gel da babosa, basta descascar a planta e raspar a “baba” com uma colher.

Este é um blog de notícias sobre tratamentos caseiros. Ele não substitui um especialista. Consulte sempre seu médico.

Fonte: http://www.curapelanatureza.com.br/

alimentos-com-vitamina-d

A vitamina D é muito importante para o nosso corpo.

Ela fortalece os dentes e os ossos, pois promove uma maior absorção de cálcio no sangue.

Também reduz o risco de certos tipos de câncer, como o de próstata, de mama e de cólon.

E ajuda a regenerar e a estimular o nosso sistema imunológico.

Devido ao fato de a vitamina D influenciar a produção de hormônios no corpo, também pode melhorar determinadas condições de pele, como psoríase, vitiligo e esclerodermia, além de controlar o humor.

Recentemente, algumas pesquisas estão considerando a vitamina D muito importantante para a prevenção de esclerose múltipla, doenças cardiovasculares, infecções bacterianas e ataques virais.

A principal fonte da vitamina D é o sol.

Por isso, os banhos de sol, em horários adequados e sem exageros, devem fazer parte de uma vida saudável.

Em países que têm condições de luz solar baixa durante alguns meses do ano, o organismo é incapaz de obter a sua quota adequada de vitamina D através da síntese natural.

Nesse período, suplementos de vitamina D3 podem ajudar para evitar a carência desta vitamina.

Como saber se você está com deficiência de vitamina D?

Existem 12 sinais que são fortes indicativos dessa carência.

Na ocorrência de um ou mais deles de forma simultânea, fique atento: seu corpo pode estar carente de vitamina D.

Converse com seu médico e peça-lhe exames que comprovem este deficit.

Estes são os 12 sinais de carência de vitamina D:

1. Fragilidade dos músculos e ossos

Se começar a sentir menos força, fraqueza nos dentes e ossos, você pode estar com deficit de vitamina D.

2. Angústia constante e depressão

Estudos têm mostrado que as mulheres com baixos níveis de vitamina D tendem a ficar deprimidas ou a enfrentar estados de profunda tristeza.

3. Sensibilidade corporal crônica

As pessoas que sofrem de dor crônica sem causa aparente podem estar com carência de vitaminsa D.

4. Queda da saúde bucal

A ocorrência frequente de gengivite, sangramento, acúmulo de placa e enfraquecimentos dos dentes pode indicar níveis baixos de vitamina D.

5. Aumento da pressão arterial

A vitamina ajuda a saúde do coração, estimulando a circulação sanguínea.

Quando há uma deficiência dela, a pressão arterial tende a aumentar.

6. Sonolência

Quando não tem níveis adequados de vitamina D, o corpo pode ter pouca energia, apresentando fadiga e sonolência.

7. Mudança de humor repentina

A vitamina D influencia na produção de serotonina.

A serotonina é um neurotransmissor encarregado de manter equilibrado nosso estado de ânimo.

8. Diminuição da resistência em atletas

Todas as alterações aqui citadas têm um impacto muito forte na vida dos atletas, que sentem uma perda intensa de sua disposição.

Isso ocorre porque a carência de vitamina D não só reduz os níveis de energia, mas também enfraquece os músculos.

9. Obesidade

Se você está com excesso de peso, você precisa de mais vitamina D.

Ocorre que esta vitamina é solúvel em gordura.

Ou seja, as células de gordura armazenam vitamina D.

Logo, quem está com quilos extras precisa de um reforço deste nutriente.

10. Doenças intestinais

Pesquisas mostraram que as pessoas que têm distúrbios intestinais, como doença de Crohn, colite, alergia ao glúten ou intestino irritável, têm níveis mais baixos de vitamina D.

11. Sudorese na cabeça

Um dos sintomas mais comuns de deficiência de vitamina D é a transpiração excessiva na cabeça.

12. Intensificação das alergias

Pessoas alérgicas têm o quadro agravado quando estão carentes de vitamina D.

Este é um blog de notícias sobre tratamentos caseiros. Ele não substitui um especialista. Consulte sempre seu médico.

A melatonina é uma substância natural semelhante a um hormônio e é produzida na glândula pineal, localizada em nosso cérebro. Sua produção se dá através de ciclos, de acordo com um ritmo de luz e escuridão que conhecemos pelo nome de ritmo circadiano.

Nossa produção se dá de noite e tem seu pico entre as 2 e 3 horas da manhã sendo que logo ao amanhecer essa quantidade é mínima…

A melatonina é sem dúvida a molécula chave que controla o relógio biológico dos animais e humanos.

Recentemente, essa substancia ficou mais cobiçada pois o cientista Vladimir Dilman (São Peterburgo) e sua equipe acrescentaram gotas de melatonina na água de ratos e observou-se que esses animais viveram 25% a mais do que o esperado!!!.

No mesmo sentido, Walter Pierpaoli, outro pesquisador na Itália, ao implantar uma glândula pineal novinha em folha em cobaias velhas obteve cerca de 30% a mais de longevidade nesses animais.

Uma pesquisa da Universidade da Barcelona mostrou que em cobaias uma dose diária de melatonina + atividades físicas retardou a instalação do mal de Alzheimer, ao contrário de alguns calmantes benzodiazepínicos que podem acelerar a doença.

Aqui no Brasil, Mario Peres, da Universidade Federal de São Paulo, demonstrou a eficácia da melatonina contra enxaquecas.

Mas por que a melatonina estaria relacionada à longevidade?

Na verdade, a melatonina é muito eficiente no combate aos radicais livres, segundo o pesquisador Russel Reitel – autor do livro Your Body’s Nature Wonder Drug.

Se não bastasse isso, outras pesquisas já observaram um certo “poder” que ela tem em desacelerar tumor maligno e estimular a multiplicação de células de defesa!

Quando envelhecemos, assim como outras substâncias, a melatonina despenca, o que pode explicar a tão conhecida insônia na terceira idade.

A melatonina em forma de suplemento é um produto de síntese exatamente idêntico ao hormônio produzido naturalmente pela glândula pineal.

Conheça os múltiplos benefícios:

  • Melhora a qualidade do sono;
  • Melhora o sistema imunológico;
  • Redução do envelhecimento das células;
  • Redução da hipertensão arterial;
  • Previne a depressão;
  • Protege contra o câncer e contra os efeitos tóxicos da quimioterapia;
  • Restaura o funcionamento da tireoide e aumenta a população de linfócitos;
  • Alivia os sintomas das tensões pré-menstrual (a famosa TPM);
  • Influência no emagrecimento;
  • Poderoso antioxidante natural;
  • Não cria dependência (não é remédio, é um suplemento hormonal bioidêntico).

Como usar

A dose recomendada costuma geralmente variar entre 2 e 10 mg. O melhor meio para conhecer a sua necessidade exata é o exame de saliva. Você deve consultar um profissional especializado, somente ele poderá examiná-lo e prescrever a dose correta. A melatonina deve sempre ser ingerida a noite, 1 hora antes de deitar ou de acordo com a prescrição médica.

Cuidados

Existem pessoas que não estão autorizadas a ingerir a suplementação do hormônio, já que ainda não há pesquisas específicas sobre esses casos, são elas:

  • Pessoas que sofrem com as elevadas taxas de colesterol e que consomem estatina;
  • Quem faz uso de medicamentos para controlar a pressão arterial;
  • Portadores de doença cardiovascular ou que estejam em tratamento;
  • Crianças com menos de 12 anos de idade;
  • Gestante ou que estejam tentando engravidar.

Mas então, por que no Brasil é proibido a sua comercialização?

Por ainda precisarmos de mais estudos comprobatórios de sua eficácia? Sim, pode ser – porém, a venda de calmantes benzodiazepínicos é crescente e claro, de extremo interesse das industria.

De modo contrário, enquanto no Brasil há um aumento no uso de benzodiazepínicos, nos países europeus como Alemanha e Inglaterra o consumo caiu 30% na última década.

Por fim, pesquisas demostram que ao usar a melatonina em pacientes com crises de ansiedade que fazem o uso de antidepressivos, é possível reduzir a frequência dessas crises bem como a quantidade no uso do antidepressivo. Ao reduzir então o antidepressivo, aqueles efeitos colaterais como boca seca e sonolência diurna por exemplo diminuem também.

Na Europa e nos EUA o poder da melatonina já foi reconhecido. Em terras europeias o hormônio é vendido como remédio e, nos Estados Unidos, como suplemento alimentar.