A HISTÓRIA PASSADA E PRESENTE DE NOSSA JORNADA PARA O LAR

Queridos,

Eu sou Mytria e retornei para lhes falar mais sobre o Pensamento com o Cérebro Todo. O Pensamento com o Cérebro Todo surge da atividade cognitiva, que equilibra perfeitamente os hemisférios direito e esquerdo do seu cérebro. Para explicar melhor, permitam-me tomar um desvio e lhes falar da história multidimensional antiga da Terra.

Antes de a Terra cair para a atual vibração tridimensional, de fato, até antes de a Terra cair para a quartadimensão, NÃO havia polaridades. Masculino e feminino, próton e elétron, receber e projetar eram o mesmo.

A polarização de masculino e feminino começou com o átomo, e é por isso que o primeiro humano polarizado recebeu o nome de Adão. Muito antes da queda de Atlântida, quando Gaia ainda era pentadimensional, havia um continente que preenchia muito de seu Oceano Pacífico chamado Lemúria.

Na Era Lemuriana, SOMENTE havia a Consciência de Unidade. Então, não havia polaridades e todos os seres eram andróginos. Bastante interessante, foram os Lemurianos que começaram os experimentos para criar um Ser polarizado em gênero masculino ou feminino.

VIDA DIMENSIONALMENTE INFERIOR

Os Lemurianos fizeram experimentos para criar um ser dimensionalmente inferior, pois eles sabiam que Gaia tinha se voluntariado para descobrir a dimensão mais baixa em que a vida senciente poderia sobreviver. Os Lemurianos começaram seus experimentos de polarização por separar o átomo em polaridades de carga positiva/próton/masculino e carga negativa/elétron/feminino.

Eles decidiram fazer seu humano dimensionalmente inferior masculino, pois eles pensaram que a ação dinâmica da carga masculina seria vital para uma sociedade separada da Unidade da quinta dimensão. Por alguma razão, eles não consideraram ter ambos os seres, masculino e feminino. Talvez tenha sido assim porque eles estavam com dificuldade de encontrar algum ser que pudesse sobreviver em uma ressonância tão baixa.

Os Lemurianos, que trocavam as formas tão facilmente quanto vocês trocam de roupa, viam ter “apenas” uma forma como um conceito estranho. Entretanto, sua mente telepática grupal lhes disse que o destino do planeta era que a frequência de energia ia cair drasticamente.

Eles formularam toda possível solução para este cataclismo iminente, mas estava ESCRITO no holograma planetário e eles não podiam mudá-lo. Portanto, eles sabiam que teriam de assistir na criação de uma forma terrena que pudesse sobreviver em uma dimensão baixa, possivelmente tão baixa quanto à terceira dimensão.

Por fim, acreditando que seus experimentos falharam, eles então passaram sua pesquisa para os Atlantes. Eles fizeram isso principalmente porque as ESCRITAS holográficas diziam que eram os Atlantes que seriam os responsáveis por causar a grande catástrofe.

IDA PARA O SUBTERRÂNEO

Os Lemurianos aceitaram o fato de que alguns deles iriam para o subterrâneo até poderem ajustar sua vibração para a frequência ressonante em que o planeta finalmente estabilizaria. Essa frequência acabou sendo a terceira dimensão.

Foram milênios antes que as formas graciosas dimensionalmente superiores pudessem criar um corpo tridimensional polarizado com “contornos” de carne e “bases” de ossos. Os cientistas Lemurianos descobriram que os ossos poderiam manter sua história, pois os ossos pareciam ser mais duráveis do que qualquer outra forma biológica tridimensional.

Eles acreditavam ou esperavam que poderiam incorporar a história de sua Civilização Lemuriana no DNA da medula óssea da forma que eles no final assumiriam. Desta maneira, sua história resistiria nos ossos enterrados por muito tempo depois de expirar o tempo de vida limitado de um ser dimensionalmente inferior. Os Lemurianos descobriram que eles realmente podiam esconder esta informação em 97% do DNA que os cientistas ocidentais rotularam como “lixo”.

Visto que esse DNA lixo podia criar uma forma de linguagem que funcionava no mesmo princípio da linguagem, os Lemurianos sabiam que ninguém nem pensaria em olhar nos ossos enterrados de seus ancestrais até que a civilização estivesse bastante avançada.

Esperançosamente essa civilização seria avançada o suficiente para usar os grandes segredos Lemurianos SOMENTE para criar e não para destruir. Entretanto, se seus segredos seriam armazenados em ossos, alguns deles teriam que ter formas físicas até a entrada seguinte no Cinturão de Fótons doze mil anos depois.

Os outros Lemurianos retornariam ao seu EU Multidimensional e sua Superalma para compartilhar todas as suas aventuras maravilhosas. Alguns Lemurianos se voluntariaram para supervisionar a Terra e orientar aqueles que elevariam sua consciência o suficiente para se comunicar com eles.

Esses Lemurianos manteriam sua ressonância uma ou duas oitavas mais alta do que a dos humanos polarizados. Esta ressonância acabou sendo a quarta dimensão média e alta.

Um terceiro grupo de Lemurianos desceria para grutas e cavernas da Terra para lentamente baixar sua vibração para igualar à de Gaia. Seriam Eles que por fim assumiriam uma forma tridimensional. Somente os Lemurianos mais evoluídos foram escolhidos para essa tarefa, pois os Videntes sabiam que os desafios de entrar na polaridade escura seriam imensos.

POLARIZAÇÃO DA HUMANIDADE

Quando, de fato, a faixa vibratória do planeta caiu para a quarta inferior e finalmente para a terceira dimensão, a polarização dos seres, depois conhecidos como humanidade, estava concluída.

Realmente os Atlantes contribuíram muito na criação da experiência da individualidade polarizada. Eles experimentaram com muitos seres vibracionalmente inferiores por criar uma combinação do “humano” Espírito/Andrógino e animal que tinha sido polarizado em um gênero.

No final, foi o egoísmo e a crueldade desses experimentos que provaram realmente baixar a vibração. Vejam vocês, na Unidade da quarta alta e da quinta dimensão todos compartilham seus sentimentos, pensamentos e experiências com todos os outros. Por causa disso, ninguém prejudica o outro ou eles se prejudicam também.

Entretanto, determinados “cientistas” Atlantes descobriram uma forma de Magia Negra que permitia a eles se blindar da dor dos outros. Eles fizeram isso por descobrir modos de temporariamente extinguir sua Luz ao “desligar” seu ATMA, a chama trina da VIDA em seu coração.

Isso era realmente perigoso, pois sua Alma poderia sair do corpo enquanto seu ATMA estava desligado. No entanto, se eles o ligassem novamente a tempo, eles poderiam retornar sua Alma para o corpo. Infelizmente, só depois de muito tempo eles aprenderam que sua vibração se tornava cada vez mais baixa toda vez que eles realizavam essa “magia”.

Finalmente, sua Alma deixou o corpo, pois a vibração era baixa demais e eles se tornaram Vasos Terrenos sem uma Alma. Sem a Alma integrada em seu corpo, eles poderiam fazer qualquer coisa a qualquer um sem sentir a dor da outra pessoa. Foi assim que a crueldade começou.

Quando eles acabaram numa vibração dentro da ressonância 3D, eles descobriram que tinham corpos diferentes. Alguns tinham um corpo polarizado masculino com uma essência mais projetiva/agressiva/intelectual, enquanto que outros tinham uma forma polarizada feminina com uma essência mais receptiva/criativa/emocional.

UM PLANETA POLARIZADO

Quando o planeta inteiro se tornou tridimensional, todos que escolheram ficar com Gaia tinham uma forma tridimensional. E também, todos tinham uma forma que era ou masculina ou feminina.

Infelizmente, os primeiros a baixar para a terceira dimensão eram aqueles que haviam praticado Magia Negra. Eram os mesmos que aprenderam sobre a crueldade e eles estavam no planeta muito mais tempo e conheciam as regras de sobrevivência na realidade 3D.

Então, os Escuros tornaram-se os líderes. Com esses Escuros impiedosos no poder, havia tanta crueldade e dor que a espécie humana esteve em risco de extinção.

Havia Sacerdotes e Sacerdotisas da Atlântida que decidiram viver na terceira dimensão, mas eles mantinham para eles e pouco se importavam com as pessoas “comuns”. Portanto, um chamado foi enviado para as dimensões superiores para encontrar Seres de Luz que estivessem dispostos a assumir forma com as “pessoas comuns” para equilibrar a Escuridão.

Felizmente muitos Seres de Luz responderam ao chamado; infelizmente muitos deles se perderam na Escuridão. Entretanto, uns poucos deles foram fortes o suficiente para permanecer em sua Luz. Então, a polarização entre Luz e Escuridão começou.

Essa polaridade expandiu, pois os Seres de Luz faziam coisas “amorosas – poder interior”, e os Seres Escuros faziam coisas “temerosas – poder sobre os outros”. Os Seres de Luz somente podiam sobreviver por puxar constantemente poder das forças da luz vibracionalmente mais alta.

Essa força mais tarde ficou conhecida como Graça, Prana e/ou AMOR Incondicional. Por outro lado os Escuros puxavam poder da essência de outros humanos 3D.

Os Escuros eram tão extremamente impiedosos que as pessoas comuns aterrorizadas permitiam sua essência sair de seus corpos atormentados na presença desses líderes cruéis.

Os Escuros então roubavam essa essência para eles. Esta experiência de ser atormentado depois se tornou conhecida como “Medo”. Desta maneira, Amor e Medo tornaram-se polaridades.

Conforme o planeta se tornou mais e mais polarizado, a faixa vibratória se tornou mais e mais baixa. Os Escuros sabiam que se eles pudessem fazer a vibração do planeta baixar muito, todos os Seres de Luz teriam que ir embora ou arriscar cair na escuridão.

Portanto, eles permaneceram tão cruéis quanto podiam. Eles descobriram que gostavam de ter o poder sobre as pessoas, animais, e até sobre o planeta que os alojava.

RETORNO DOS LEMURIANOS

Os Lemurianos finalmente foram capazes de assumir corpos 3D e tornaram-se os “povos nativos”, tais como Americanos Nativos, Inuítes, Sami (também conhecido como Lapões), Polinésios, Aborígenes, Maoris e outros povos indígenas da África e América do Sul.

Até hoje esses descendentes dos Lemurianos servem à Deusa Terra e respeitam as antigas tradições que já foram Lemurianas. Infelizmente, essas sociedades eventualmente tornaram-se “povos conquistados”, pois eles não eram páreo para a crueldade dos Escuros que NÃO conheciam a unidade com outros, com o planeta ou com sua própria luz esmorecida.

Os Lemurianos aguardaram de novo. Eles jamais perderiam sua conexão com a terra e com Gaia e secretamente usariam seus rituais e cerimônias para proteger a Terra. Alguns Lemurianos assumiram formas de seres aquáticos, tais como os cetáceos.

Felizmente, porque a Alma Lemuriana era UMA com Gaia, eles também eram UM com a Galáxia. Por causa disso, eles sabiam da entrada iminente da Grande Luz quando eles entrassem na Era de Aquário e no braço do Cinturão de Fótons.

Esses descendentes dos Lemurianos teriam apenas que “esperar” até Gaia se aproximar do Cinturão de Fótons e a frequência do planeta começaria a se elevar. (Nota de Sue: essa época é AGORA.) Nesse ponto, as forças da Escuridão teriam ou que receber mais luz ou se tornar extinta com o resto da terceira dimensão em declínio.(Nota: este evento também está ocorrendo AGORA). Os Lemurianos não teriam a intenção de punir ninguém, pois através de sua conexão com Gaia, eles podiam também se conectar com Tudo Que É.

Na Consciência de Unidade não há necessidade de punir os outros, pois não há “outros”, há somente a UNIDADE. Essa UNIDADE preenche o Cinturão de Fótons, e os Lemurianos sabiam.

Eles também sabiam que a Luz do Cinturão de Fótons gradualmente despolarizaria o planeta. O espectro entrecarga negativa/feminina (-) e a carga positiva/masculina (+) então gradualmente diminuiria até o equilíbrio de masculino e feminino ocorrer.

Nesse ponto, toda “carga” polarizada seria retirada de Gaia,

e então, de todos os seus habitantes.

EQUILÍBRIO DAS POLARIDADES

Visto que Gaia é um holograma, todos os habitantes da Terra têm Sua “luz” dentro deles, tal como Gaia tem a luz dos habitantes da Terra dentro Dela. O local no corpo humano que tem a chave para o Equilíbrio das polaridades Masculina e Feminina é o Triângulo Sagrado do cérebro.

O casamento interior das polaridades masculina e feminina, o Casamento Místico no Triângulo Sagrado, equilibra as polaridades no cérebro. Assim que essas polaridades são equilibradas, o Pensamento com o Cérebro Todo é ativado.

As glândulas pineal e pituitária são polarizadas no que tange que a Glândula Pineal é feminina/receptiva e a Glândula Pituitária é masculina/projetiva. Portanto, assim que essas duas glândulas conseguem compartilhar, combinar e fundir sua essência no terceiro ventrículo do cérebro, as cargas/polaridades são gradualmente equilibradas nos Vasos Terrenos de toda vida em Gaia.

Claro, nada realmente será retirado. Tal como o equilíbrio das polaridades masculina e feminina se equipara a uma bateria totalmente carregada, um equilíbrio do masculino e feminino no cérebro se equipara a um computador biológico totalmente carregado.

Sem o desequilíbrio causado pelas polaridades masculina e feminina, machos e fêmeas tornar-se-ão andróginos.

O hemisfério/negativo/elétron direito e o hemisfério/positivo/próton esquerdo se combinarão no Cérebro Todo.

No mesmo AGORA, o Terceiro olho se abrirá para ver a VERDADEIRA Visão, que brilhará no Coração Superior para ativar o ATMA da unidade da Sabedoria Infinita, Poder Multidimensional e Amor Incondicional.

Quando o Terceiro Olho e o Coração se fundirem em UM, o Corpo de Luz pentadimensional acenderá para perceber, acreditar e habitar a expressão pentadimensional do querido planeta Terra de Gaia.

Esses humanos, muitos deles inicialmente foram Lemurianos, concluíram uma jornada muito longa pela vida-morte-vida-morte na Roda da Encarnação. Ah, a unidade do encontro com sua verdadeira família somente pode ser percebida, acreditada e reunida através do seu verdadeiro EU Corpo de Luz.

Enquanto isso, seu DNA tem a memória de serem Seres Multidimensionais de Luz andróginos. Quando seu cérebro retornar ao EQUILÍBRIO do masculino e feminino, o NOVO computador biológico se ativará e vocês começarão a jornada para o LAR, para a quinta dimensão e acima. (Nota: Essa parte DEFINITIVAMENTE é AGORA!)

A Nave Espacial Terra, a Nave Mãe, com milhões de pequenos Vasos de Luz, Corpos de Luz, começará o grande Tour Galáctico. Não percam essa viagem.

Ela promete ser “FORA DE SÉRIE”!

Boa viagem, Gaia.

Você merece umas férias.

Mytria

VIVENDO EM TEMPOS DE GRANDE MUDANÇA

Vocês sabem que vivem em tempos de grande mudança. O que isto realmente significa? Como vocês dão sentido ao absurdo?

O que vocês precisam saber a fim de agir apropriadamente nas coisas que fazem sentido? Como vocês ficam mais confortáveis com a contínua incerteza que é um elemento natural destes tempos?

Vocês estão testemunhando inúmeras mudanças na estrutura do seu mundo, e em vocês mesmos, enquanto evoluem e se adaptam à contínua mudança dentro da humanidade. Além de simplesmente testemunharem estas mudanças, vocês são de fato uma parte integrante do movimento de mudança.

Quanto mais vocês se tornarem plenamente conscientes disto, e aplicarem esta compreensão a sua vida, mais capacitados serão.

Quando começam a visualizar o caos e a mudança nesta grande cena, vocês têm o estímulo para começar a entrar em seu autêntico poder.

Quando vocês sabem que são uma parte instrumental do que está acontecendo, e que podem alterar as suas experiências do modo com que respondem a elas, vocês entram em sua habilidade de se tornar um mestre de sua realidade humana.

Despertando para a Sua Mestria

É o seu Direito Nato Divino despertar a sua mestria e incorporar plenamente o espírito em sua forma humana. Devido a sua verdadeira natureza – que é Divina – vocês têm a habilidade de conquistar isto em alguma existência na Terra.

Esta é a jornada da iluminação empreendida pelos grandes Mestres que vieram antes de vocês – incluindo Gautama Buda, o Cristo e Quan Yin. Eles lhes deram para seguir uma jornada de despertar. A jóia que eles descobriram pode ser sua, entretanto vocês mesmos devem encontrá-la.

É sua decisão interior descobrir por si mesmos, esta jóia que os diferencia do homem comum. Sua decisão, feita inicialmente e então reafirmada regularmente, eleva a sua jornada para uma que seja estimulada pelo espírito. Isto muda tudo!

Portanto, por que não tomar a decisão consciente de que ficarão iluminados, com o melhor de sua habilidade, dentro do seu atual tempo de vida humano?

Permitam esta decisão em se tornar uma real e energética força motriz dentro de vocês, impactando tudo o que vocês fazem e tudo o que vocês são.

Fortaleçam os benefícios desta decisão inicial com atenta apreciação do seu progresso espiritual, e com uma contínua renovação com a sua jornada do despertar.

Lembrar O que é Importante

A cada vez que vocês se sentirem desafiados por algo, vocês podem se libertar do dilema mais rapidamente, lembrando-se do que é verdadeiramente importante.

Lembrem-se, portanto, do seu maior objetivo da mestria. Disponham-se a não encarar superficialmente o seu desafio para compreender o que ele pode lhes ensinar quanto a serem capacitados e íntegros.

Vocês não podem ser capacitados e uma vítima ao mesmo tempo. Portanto, a cada vez que vocês entram em seu verdadeiro poder, como um autêntico ser humano, o eco da sua energia anterior de vítima obscurece mais.

Os humanos por milhares de anos aprenderam a se considerarem como insignificantes e impotentes, com muitas coisas a temer. Esta mentalidade de vítima acompanha a raiva, o ódio e outras energias de vibração inferior.

Uma mentalidade de vítima estimulou todas as guerras do planeta, envolvendo o domínio e o controle. As guerras atuais ocorrem em locais politicamente suscetíveis, como o Oriente Médio, mas também nas salas de estar das pessoas, onde a televisão libera mensagens subliminares de medo.

Quanto mais vocês despertam, mais vocês compreendem o contra-senso das guerras e as estruturas de poder baseadas no medo em uma entidade que tem poder sobre a outra. Afinal, esta perspectiva obsoleta de fatores externos baseados no poder – conduz somente à destruição e à desconexão. Isto estimula o medo nas pessoas, e o momentum do medo mantém o velho sistema no lugar.

É da responsabilidade de cada pessoa, ao nível individual, dizer “não” ao medo e escolher o autêntico poder. Esta é a abordagem sensata ao contra-senso.

É normal ter muitas questões quando vocês embarcam neste tipo diferente de jornada. A estrada em que um humano autêntico e capacitado viaja é muito diferente da estrada da vítima.

Para a maior parte das pessoas, ao entrar em um treinamento de condição de vítima desde uma idade precoce, esta nova jornada pode parecer muito estranha. Na verdade, a jornada da capacitação vem com a sua própria linguagem, seu próprio projeto energético, e as suas próprias indicações.

A Linguagem da Capacitação

Quando estão expressando o autêntico poder, vocês transpiram energias de afirmação da vida através de sua mente, de sua voz e de seu ser. Seus pensamentos estão isentos do medo, do julgamento e da necessidade de controle.

Vocês têm que deixar ir o maquinador e tentar ser alguém que não são, tendo se dado permissão e aos outros de simplesmente ser. As palavras que vocês usam quando se expressam com outros são amáveis e sem agenda. Seu próprio discurso está alinhado com a sua alma, fornecendo-lhes uma confiança interior e uma energia jovial.

Ao mesmo tempo, este seu discurso capacitado os ajuda a descobrir o significado e o propósito em tudo o que vocês observam e tocam.

Projeto Energético de Capacitação

Uma vez que aprendam esta nova linguagem, e a apliquem em sua vida, a sua energia espirala em uma direção ascendente. É uma “elevação” natural. Vocês têm um poder interior que é inabalável, pois vocês não mais dependem do poder externo como o seu estímulo. Sua força da vida aumenta, e o seu projeto energético mudado, irradia a vibração da autenticidade e da integridade.

Este novo projeto é harmonioso com familiaridade, permitindo-lhes que se tornem confortáveis em relação aos outros. Sua energia capacitada é naturalmente difundida ao mundo, enquanto vocês interagem com as pessoas, lugares e coisas.

Indicações da Capacitação

Quando isto acontece, vocês se tornam um ímã de todos os tipos de experiências positivas e de aberturas de consciência. Novas pessoas começam a entrar em sua vida, e até “velhos” amigos são vistos e experienciados de modo diferente do que antes.

Sua energia mudou. Como parte disto, vocês começam a atualizar relacionamentos e situações que refletem onde vocês estão agora na consciência. Algumas vezes significa sair de circunstâncias muito tóxicas.

Em outras vezes, vocês poderiam se tornar amigos íntimos com uma familiaridade que tinham anteriormente mantido à distância. Um romance com um amigo platônico poderia também se desenvolver. A intimidade não é mais a coisa assustadora que foi uma vez. Ao terem abandonado o seu papel de vítima, vocês agora são capazes de vir de um espaço autêntico enquanto se relacionam com outros.

Os relacionamentos que vocês formam são baseados no amor, na confiança e no respeito mútuo. Vocês deixaram de tentar mudar as pessoas, e não se sentem mais levados a se modificar para que se adaptem. Seus relacionamentos lhes fornecem meios para expressar a sua alegria interior, e quando assim o fizerem vocês geram até mais alegria!

O que vocês fazem no mundo – o seu trabalho, seus hobbies, o seu cuidado, a sua prática espiritual – se tornam agregados de significado e de propósito.

Há um entusiasmo que vocês nunca tiveram antes. Há uma confiança, bem profunda, de que vocês estão colocando as suas energias no que importa mais no momento.

Vocês não mais confiam em autoridades externas para validar se estão no lugar certo, no momento certo. Este ponto de referência do velho paradigma não mais lhes serve. Vocês sabem inerentemente, em cada estrutura do seu ser, que o que é realmente importante é estar plenamente presente em cada atividade que vocês são orientados a empreender.

Esta orientação é interna, originada interiormente e conectada com a sua alma. Quanto mais nela confiam e trabalham com ela, mais esta orientação se tornará um farol natural para os seus próximos passos.

Sua própria capacitação é um fator fundamental em sua habilidade para ver claramente o absurdo destes tempos. Contanto que vocês estejam vindo do medo, seja consciente ou subconscientemente, não notarão ou interpretarão erroneamente a voz da sua própria razão orientada intuitivamente. Esta voz poderia lhes trazer sanidade e um sentido de paz, onde não haja nenhuns sinais externos óbvios de sanidade ou paz em seu mundo.

A Distorção do Medo

A seguir vem um exemplo de como o medo pode distorcer a sua realidade.

Seu sustento típico pode ser ameaçado por um declínio econômico ou outras mudanças em seu local de trabalho. Talvez aplicar dinheiro em seu tipo de trabalho esteja em questão. Vocês são muito bons no que fazem, e gostariam de continuar fazendo-o.

Vocês sabem que têm habilidades adicionais, também, que poderiam ser aplicadas em outras coisas, mas o seu medo os leva a omitir isto. O seu foco, entretanto, está na possível “perda” e em seu desejo de manter as coisas em seus próprios termos.

Este foco, naturalmente, é o seu medo se expressando e não a sua razão orientada intuitivamente.

Quando investigam o seu medo, vocês podem descobrir que ele se baseia em alguns sistemas de crenças obsoletos, registrados em seu DNA. Estas crenças, armazenadas em sua mente subconsciente e sem a visão comum, podem vir da sua linhagem ancestral.

De certo modo, estas crenças é uma parte de vocês, pois elas estão em seu DNA, entretanto de outro modo, elas são velha energia que vocês adotaram de outras pessoas há muito tempo que viveram em épocas diferentes.

Quando vocês compreendem que têm estas crenças limitantes, naturalmente, vocês vêem como elas estão debilitadas com o atual “você” desta existência. Vocês compreendem que estes sistemas de crenças estão lançando uma sombra escura em sua experiência, impedindo-os de verem as coisas claramente.

Seus antepassados podem ter vivido durante um tempo em que era a norma trabalhar nos negócios da família. Este trabalho era o seu sustento, e os frutos disto eram apreciados por gerações subseqüentes, quando os filhos amadureciam e assumiam as responsabilidades. Talvez a guerra ou os prolongados e severos padrões do tempo destruíram os negócios da família.

O jovem prestes a assumir o papel do seu pai era forçado a uma vida de servidão com outra família distante.

Este jovem, um dos seus antepassados, em resposta ao que acontecera, desenvolveu os seguintes sistemas de crenças que lhes foram transmitidos através de gerações.

1 . Quando eu perco o meu emprego, eu perco a minha liberdade.

2 . Quando um negócio fracassa, eu fracasso.

3 . Quando o meu negócio vai à falência, eu nunca mais sou bem sucedido.

4 . Quando o meu emprego termina, eu fico pobre.

5 . Quando a minha família é desafortunada, eu estou destinado ao infortúnio.

6 . Quando eu perco o meu emprego, eu perco o espaço que eu conheço como lar.

Se vocês tiverem crenças, tais como estas em seu DNA, e o seu sustento estiver ameaçado, a perda potencial do emprego pode catalisar as crenças em expressão ativa.

Então, sem a sua direção consciente, estas crenças baseadas no medo podem começar a influenciar como vocês respondem à incerteza no trabalho.

Tipicamente, quando isto acontece é uma força muito sutil, porém potente, na experiência. Desde que as crenças provocadas são do seu subconsciente, e não de algo que vocês experienciaram pessoalmente nesta vida, é improvável que vocês liguem os pontos para reconhecer o que está ocorrendo.

Mudando as Crenças em seu DNA

Quando vocês se conscientizam das crenças específicas e limitantes que mantêm em tal circunstância – e as clarificam do seu DNA no ponto de origem – vocês podem começar a mudar a sua experiência dos declínios econômicos e das perdas de emprego.

Quando vocês mudam a sua experiência de algo, isto tem mais a ver com mudar a sua perspectiva e resposta ao que está ocorrendo. Vocês nem sempre podem impedir uma perda de emprego ou algum outro tipo de infortúnio.

Entretanto, quando incorporam o autêntico poder, vocês não deixam que estas coisas os derrotem. Vocês vêem as perdas e outras dificuldades como veículos para a aprendizagem e o crescimento.

Vocês sabem que muitas vezes estas situações são muito diferentes do que parecem. Vocês aprenderam a vê-las como cutucões do espírito para pensarem de modo diferente, ou para se moverem para outras direções em alinhamento com a jornada da sua alma.

Na verdade, muitas das mudanças envolvidas na mudança de paradigma envolvem este último ponto. Isto é verdadeiro para os indivíduos, assim como para as inúmeras estruturas e abordagens da sociedade, que foram originadas em épocas muito diferentes.

Os Humanos em um Caminho Rápido da Aprendizagem

Os humanos estão em um caminho rápido na aprendizagem de modos novos e mais iluminados de viverem juntos.

Grupos de pessoas – reunidas em corredores de prédios de apartamentos, nas prefeituras, em institutos de pesquisas interdisciplinares internacionais e nas capitais nacionais – estão se movendo além da consciência do “EU” e “E quanto a nós?” para considerarem as inovadoras soluções de construções de pontes para impactarem o todo.

Algumas das mais brilhantes invenções da humanidade podem resultar destes momentos.

O momentum de mudança positiva está se acelerando intensamente, não obstante a como isto possa parecer em grande parte do tempo.

Lembrem-se disto nos dias em que sentirem que as coisas não estão mudando com suficiente rapidez, e nos dias em que parecer que a sua vida foi virada de cabeça para baixo muito rapidamente.

Usem a Sua Inquietação como uma Ferramenta de Navegação

Vocês já tiveram um sentimento de que algo estava prestes a acontecer, entretanto se sentiram incapazes de compreender o que era ou como isto poderia os afetar? Vocês então tiveram um sentimento alarmante na boca do estômago ou em sua garganta?

Nestes dias, se vocês se sentirem preocupados em algum momento, não estão sozinhos. Afinal, muito está mudando com muita rapidez, e é cada vez mais comum se sentir um pouco ansioso quanto ao que virá em seguida.

Pode ser útil se vocês aprenderem a usar a sua inquietação como uma ferramenta de navegação. Algumas vezes este sentimento de inquietação é uma mensagem do espírito para mudarem o curso, ou para ficarem tranqüilos. Em outros momentos, é simplesmente o medo os assustando. Lembrem-se o que é o medo – Uma Evidência Falsa Parecendo Real.

A seguir estão algumas sugestões para ajudá-los a usar a sua inquietação como uma ferramenta de navegação:

1 . Não lutem com a sua inquietação.

2 . Não insistam que ela desapareça.

3 . Não ajam incorretamente.

4 . Não a tornem mais do que ela é.

5 . Não ajam até que estejam certos do que a sua inquietação está lhes dizendo.

6 . Questionem a sua própria razão orientada intuitivamente para determinar se a sua inquietação é simplesmente o seu medo se expressando, ou se é uma mensagem do espírito para que fiquem tranqüilos, para mudarem o curso, para se preocuparem, agirem imediatamente ou simplesmente aguardarem.

Enquanto vocês continuam a jornada da redescoberta de sua natureza Divina, nós os envolvemos com o nosso amor e bênçãos.

Nós somos o Conselho dos 12.

Tradução: Regina Drumond – reginamadrumond@yahoo.com.br

Fonte em Português: http://www.novasenergias.net/selacia/livingtimes08.html

Inglês: http://www.selacia.com

Direitos Autorais 2008 de Selacia, Canal para o Conselho dos 12. Todos os Direitos Reservados.

m Física Quântica, um dos seus principais enunciados é o do Princípio da Complementaridade, desenvolvido pelo físico dinamarquês Niels Bohr, através do qual os físicos acreditam que a realidade é constituída por duas dimensões: uma dimensão física e visível chamada de realidade corpuscular, e uma dimensão não física e invisível chamada de realidade ondulatória.

A realidade ondulatória – também chamada de realidade quântica – é aceita a contragosto pelos físicos, pois ela refere-se a um domínio metafenomênico e metafísico da realidade, que não pode ser captado nem pelos sentidos humanos nem pelos instrumentos da Física.

Um domínio onde não existe nem tempo nem espaço, e onde as coisas podem surgir e desaparecer instantaneamente, onde as coisas existem holística e sistemicamente, através de uma cerrada trama de interconexões e inter-relações, sem necessitar do Princípio da Causalidade, segundo Aristóteles.

Depois dos trabalhos de Louis de Broglie e Erwin Schrödinger, ambos prêmios Nobel de Física,  esse estranho mundo da realidade quântica ou ondulatória encontra-se firmemente demonstrado tanto pelo formalismo matemático quanto pelos experimentos de laboratório, e no arraial dos físicos ninguém têm dúvidas quanto a sua existência.

Se você ouvisse a conversa de dois físicos sobre o mundo fantasmático da Realidade Quântica, as coisas que você ouviria seriam bem mais misteriosas e abstratas do que essas coisas que você ouve através dos místicos e religiosos, quando eles falam sobre a realidade espiritual.

De fato, segundo o Princípio da Complementaridade enquanto aqui na realidade cósmica nós e as coisas existimos  limitados pelo tempo e espaço, na realidade quântica ao mesmo tempo nós também existimos onipresentes no espaço e no tempo, estando em todos os lugares ao mesmo tempo, e em todas as épocas,  no mesmo instante!!!

Na realidade quântica não existe limites para as coisas ou pessoas: lá, elas podem ser – e de fato são – qualquer coisa ao mesmo tempo, uma condição metafenomênica que o Nobel de Física John Von Neuman chamou de Estado de Superposição e que atualmente os físicos chamam de Emaranhamento Quântico, uma condição de possibilidades que supera tudo aquilo que os místicos e religiosos afirmam sobre a realidade espiritual.

Daí por que o Princípio da Complementaridade é capaz de se oferecer para os físicos, como um modelo de espiritualidade cientificamente consistente e admissível.

As relações metafenomênicas entre os  espíritos, que ocorrem fora do tempo e do espaço, assim como você tem ouvido os místicos e religiosos falarem sobre elas, agora os físicos também as afirmam quando eles falam sobre as relações entre as partículas ou entre os entes quânticos, e eles falam isso com base na Teoria Quântica de Campo, uma área de estudo que deu um Prêmio Nobel ao físico norte-americano Richard Feynman.

Então, caro leitor, se até aqui o seu intelecto rigorosamente racional vinha fazendo você refutar e guardar distância disso que os místicos e religiosos chamam de realidade espiritual, agora, para permanecer racional e cientificamente correto, você já não pode mais continuar duvidando da existência da realidade espiritual, e se não fizer isso, então intelectualmente  você estará na contramão da modernidade científica e estará refutando os trabalhos dos físicos ganhadores dos Prêmios Nobel.

Se você tem uma consciência aberta e não for intelectualmente preconceituoso, eu tenho certeza de que você gostar daquilo  que um bom físico – se ele também não for preconceituoso – tem para te dizer sobre uma realidade espiritual fundamentada em princípios de Física Quântica. Vai fundo!!!

fonte:http://naturalvibe.com.br/fisica-quantica-e-espiritualidade/

Queremos finalizar nossa mensagem no dia de hoje, dia 26 de julho de 2015, pois hoje é realmente um novo início para humanidade, hoje é o primeiro dia do ano galáctico e hoje é abertura do portal de leão, que irá trazer as energias preparatórias que culminarão no dia 8 de agosto, que se juntarão com as energias do Sol Central do Portal 888.

Nós daqui deste lado, podemos dizer que jamais em nenhum tempo, a Terra recebeu energias tão poderosas como as desses próximos dias até metade do mês de agosto.

Então agora nós iremos começar a falar sobre as energias entrantes.

Vocês são Seres vibracionais, isto quer dizer que vocês são energia e que vibram em uma determinada frequência.

Dizemos que é justamente a frequência que vos difere um do outro, pois cada um tem a sua.

Então como Seres vibracionais, isso também quer dizer que a frequência à vossa volta interfere na vossa vibração. Deixaremos aqui um pequeno exemplo:

Imagine que vocês entram em um lugar onde está tocando uma música muito alta, e que vocês não gostam da música que está tocando, em apenas alguns segundos vocês já estarão muito desconfortáveis e também estarão arrumando uma maneira de sair daquele lugar o mais rápido possível.

Isso porque a vibração daquela música não está na mesma frequência vibracional que a vossa, então é insuportável permanecer confortável perto dela, e assim é com qualquer tipo de energia, seja ela emanada pela música, pelas pessoas, pelos lugares, enfim,tudo aquilo que estiver emanando uma frequência diferente da vossa será desconfortável.

É assim também com as energias de amor, que chegam da Fonte para vocês. De acordo com a explicação que nós demos naprimeira parte da mensagem, em que explicamos que vocês criaram um plasma de dor tão grande que vocês se sentiam separados da Fonte, e com essa separação vocês também não conseguiram absorver Luz o suficiente, e então, começaram as sair das frequências mais altas.

Então ao longo de todos esses milênios, o Pai vem dando pequenas doses de aumento de Luz para vocês, deste modo, a cada aumento, vocês se sentem um pouco desconfortáveis, e quanto mais Luz, mais as vossas sombras aparecem para serem curadas.

Quando vocês terminam de curar algumas sombras e se sentem melhores, a dose de Luz é aumentada.

Em Atlântida, aconteceu isso ao contrário, os escuros com seus centros espaciais, enviavam pouco a pouco frequências mais baixas, até que vocês chegaram ao ponto da terceira dimensão.

Mas hoje, esses centros não existem mais, pois as forças da Luz desativaram todos eles que estavam nesta galáxia.

Então essa emanação de baixa frequência não existe mais.

Porém, essas baixas frequências que estavam plasmadas nos vossos corpos sutis, são as vossas sombras.

Por isso que nós sempre dizemos que a reforma interna tem que ser a vossa realidade, pois a cada sombra amada e curada, vocês ganham um pouco mais de liberdade, conseguem então ancorar mais Luz e assim se sentirem muito mais felizes.

O plano do Pai era longo, porém era perfeito de natureza.

Todos vocês estão recebendo e ancorando a energia suficiente para se curar dessa separação, e por mais que a vossa vida externas seja ainda difíceis, se vocês conseguem permanecer encarnados em Gaia no dia de hoje, é porque as vossas frequências estão muito mais elevadas do que há 10 anos atrás.

Se vocês pudessem dar um salto daquela época para agora, sem ter passado por todo o processo que ocorreu desde então, vocês iriam desencarnar do primeiro segundo, pois o nível de vibracional seria insuportável para vocês.

Entendam que, o que fizeram, não foi pouco, vocês fizeram o portal de hoje e o portal 888 com as vossas “próprias mãos”, cada vez que vocês curavam uma sombra, vocês “construíam” um pedacinho do Portal, não se subestimem, não olhem para vocês como consequência do vosso mundo externo.

Não digam a vocês mesmos , “sou um falido, porque não consigo trabalho bom”.

Não digam nada deste tipo de coisa a vocês mesmos, pois foi graças a vocês que Gaia e toda humanidade não foram dissipados e tiveram que retornar para Fonte.

Não que retornar para a Fonte seja algo ruim, mas o fato é que nem Gaia e nem a humanidade tinha o desejo de fazê-lo naquele momento, e vocês também, recriaram uma frequência mais alta aqui nesta galáxia.

Não se esqueçam, tudo que acontece dentro, acontece fora.

Quanto mais elevada a vossa frequência dentro, mas será elevado fora.

A cada vez que vocês estiverem se sentindo triste sem motivo ou com dores pelo corpo ou com sensação que está difícil demais, sorriam, porque são as energias de alta frequência que estão limpando o vosso Ser e por consequência todos ao vosso redor.

Vocês nunca tiveram tanta ajuda e energia a vossa disposição, usem-nas, elas estão disponíveis o tempo todo, basta vocês pedirem e serão rodeados de Seres de amor,prontos para vos ajudar a encontrar o caminho mais fácil.

Caminhem sob o sol pela manhã, se possível em meio a natureza, e ao fazerem isso entre em sintonia com o Todo, ancorem a energia que estarão recebendo naquele momento, não se distraíam com celulares ou discussões, se entreguem ao silêncio, pois é lá que existe tudo.

A vida está recomeçando, recomecem junto com ela.

Se precisarem de ajuda basta nos chamarem, estamos sempre prontos para vos ajudar.

Somos Maria, Arcanjo Metatron, Arcanjo Miguel e Mestre El Morya

Fonte: http://trabalhadoresdaluz.altervista.org/

Você é Índigo ou Cristal?

Sem dúvida, muitos de vocês já leram, ouviram e estudaram sobre as crianças índigos e cristais, não é verdade?

Aquelas que de acordo com a cor de suas auras, vieram com missões distintas para atauarem no Planeta Terra!

Atualmente, existem inúmeros livros, artigos e pesquisadores que abordam este assunto desde a área da educação e da psicologia até as áreas da genética e da metafísica.

Na internet, basta você procurar em algum buscador e logo surge uma lista de sites que apresentam descrições psicológicas, comportamentais, físicas e emocionais, inclusive quanto ao grau de evolução mental e espiritual desses tipos de pessoas.

Sabese que, na história da humanidade, já nasceram e nascem por aqui pessoas com auras vermelhas, amarelas, verdes, azuis etc. e a cada época nascem, também, pessoas com potenciais e quantum energético diferenciado dos humanos “normais” daquele período.

E os seres da vez, sem sombra dúvida, são os índigos e cristais. Mas, o que os diferenciam de nós?

O que eles se propõem a fazer? E o que eles tem feito?

Nancy Ann Tappe, pioneira no estudo sobre estas crianças, especialmente os índigos, em seu livro publicado em 1982, “Compreendendo a sua vida através da Cor” (Understanding Your Life Through Color), identificou padrões de comportamentos destas “novas” crianças, baseandose na cor que via nestes seres.

Ela descreve que, olhava para a cor da aura destas pessoas para conhecer qual era a missão delas aqui na Terra, e o que vieram apreender, qual era o programa de estudos delas.

Ela observou ainda que, desde o início de seus estudos e conforme o tempo avançava, algumas cores desapareciam e outras eram acrescentadas, sendo que apenas nos anos 80 é que foi realizado o primeiro registro de um processo de mudança comportamental advindo destas crianças, hoje classificadas como índigos.

Posteriormente, já nos anos 2.000, houve outra mudança semelhante ao observado com os índigos, mas desta vez, o registro nos trouxe à luz o que denominamos de crianças cristais.

Notadamente, os primeiros índigos foram os pioneiros e abriram os caminhos, entre eles podemos citar Leonardo da Vinci, Einstein, Michelangelo, Galileu, etc.

Logo despois da II Guerra Mundial, um número significante deles nasceram, e são hoje os índigos mais velhos.

Em seguida, já na década de 70 e 80 outra grande onda de índigos nasceu, e por isso temos hoje uma geração inteira de índigos que estão no final dos seus 20 e em meados de seus 30 anos, que irão com certeza liderar novas frentes no mundo.

A geração dos índigos é idealista e cheia de princípios inovadores, eles já nasceram com maior grau de conhecimento tecnológico e também com maior desenvolvimento intelectual e criativo.

Eles são guerreiros e questionadores natos e possuem como propósito de vida quebrar os velhos padrões que não são mais úteis para a sociedade, ou, melhor dizendo, de transformar paradigmas já ultrapassados.

Eles são guiados por um forte senso de justiça e tem dificuldade em se desligar dos seus sentimentos e fingir que está tudo bem. Assim, incompreendidos e malcriados por famílias
diluídas e desestruturadas, tornamse, muitas vezes, presas fáceis de drogas, das bebidas e da preguiça.

Por sua vez, as crianças cristais são o “salto quântico da humanidade”, elas são extremamente sábias, não são rebeldes e vieram para evoluir a compreensão dos humanos, trazendo mais sensibilidade para o espírito guerreiro dos índigos, escolhendo sempre o caminho da ponderação e da conciliação.

Elas são crianças de inteligência superior em todos os setores, no entanto, elas demoram mais a falar, pois conseguem se comunicar de modo mais telepático e vivem por uma consciência da Unidade. São afetuosas, carinhosas, sorridentes e comumente são professores morais dos adultos, sendo uma poderosa força de amor e de paz no planeta, e são consideradas as precursoras do reino da boa nova, como Jesus ensinou.

Desde pequenas, as crianças cristais se destacam por não aceitar injustiças, nem “meias” verdades, nem maus sentimentos.

No Brasil, o exemplo mais recente de criança cristal que chegou à mídia foi o de Luiz Antônio Cavalcanti, de apenas 3 anos, que explicou o motivo de não querer comer o polvo que sua mãe lhe ofereceu, alegando que as pessoas devem cuidar dos animais ao invés de matálos.

Outro caso evidente é o de Isadora Faber, de 13 anos, que criou uma fanpage no Facebook, que denuncia problemas nas escolas públicas de todo o país.

A grande maioria destas crianças índigos e cristais está no anonimato. Casos como o do jovem Boriska, o menino russo que diz ser de Marte; de Akiane Kramarik, jovem norteamericana capaz de dar vida às suas pinturas desde terna idade; o jovem indiano Akrit Jaswasl que, aos sete anos, realizou uma cirurgia em uma menina de sua aldeia, entre outros.

Vejam que ser índigo e cristal é muito mais do que ter apenas uma cor “x” ou “y” determinante na aura e ser classificados como isso ou aquilo, é acima de tudo ter atitudes positivas que beneficiam o Todo, e isso todos nós podemos fazer!

Hoje, lembrome das orientações de uma grande amiga que aconselha crianças, jovens, adultos, velhos e até os bebês (índigos, cristais, ou não), de que devemos acordar para a realidade de que todos nós somos filhos da Fonte Criadora e que, portanto, a perfeição é genética e está em todos.

Nós não podemos perder nem mais um minuto, pois chegou a hora de mudar a realidade que não está boa, de atuar para a salvação da natureza, de lutar para que a justiça se estabeleça no planeta, de trabalhar para que os animais não sofram mais, de trabalhar para não pensar e sim, sentir mais, de procurar desenvolver a intuição para nos ligarmos com as dimensões superiores, de apreender a lei da fraternidade, de compartilhar a alegria e o bem.

Isto é ser índigo e cristal, é ser ativo! E especialmente nós, jovens desta Terra, podemos ainda fazer muitas coisas e sermos essenciais na construção de uma Nova Era!

Abraços,

Fonte: Emanuele Andrade – http://somostodosum.ig.com.br/clube/c.asp?id=43664

A verdadeira história do fim da Atlântida e o começo da Matrix

Queremos contar a você e a todos aqueles que forem atraídos para esta mensagem, o porque de muitas coisas. Talvez nós a dividiremos em duas partes.

Para começar, vamos falar sobre a Atlântida. Atlântida por si só é um assunto para vários livros, mas nós explicaremos os fatos que realmente são importantes para o desenvolvimento da humanidade neste momento.

Ela era um continente da superfície, não como as histórias dos livros infantis contam, que era debaixo da água.

Eles viviam e respiravam o ar como vocês.

Eles viviam no início em quarta dimensão alta.

Eles eram prósperos, não existia desigualdade econômica, mas com o passar do tempo, a escravidão começou aumentar, e os escuros começaram a escravizar as pessoas através do poder, então a diferença social foi criada.

Tinham aqueles que viviam suas vidas na suas casas com seus trabalhos, existiam aqueles que trabalhavam como se se fosse hoje para o governo e tinham aqueles que eram ligados aos anciões, e eram eles que na verdade controlavam tudo, pois os anciões controlava o poder, os cristais, os rituais, as curas ( pois as pessoas tinham começado a desenvolver doenças), enfim, como as pessoas tinham perdido parte dos seus poderes, os anciões começaram a ganhar com isso, e a maioria deles se passaram para a parte dos escuros, pois os escuros lhes traziam “um poder extra”, medo, e era o medo que controlava e pacificava o povo.

Conforme o medo foi crescendo, Gaia começou a não mais suportar estar na quarta dimensão alta e começou a cair e cair, à medida que a escravidão aumentava. Foi então que os escuros começaram a encarnar em Gaia, para que eles tivessem ainda mais mobilidade para manobrar a situação.

Para os escuros, a Terra era como uma colônia a ser conquistada. Muitos Seres de Luz nessa época começaram também a encarnar, alguns tiveram bons resultados por algum tempo, outros não, mas o fato é que a escuridão não parava de aumentar, e isso se convertia em uma densidade cada vez maior, e quanto maior a densidade, maior é a separação com o Criador, com o Pai.

A cada oitava que Gaia descia, a natureza sentia em forma de terremotos, vulcões, maremotos, clima descompensados, etc.

Todas as coisas que acontecem ainda hoje, mas que naquela época não era assim, não existia tantos extremos, e cada vez que esses fenômenos aconteciam, as pessoas sentiu mais desamparadas, com mais medo e com mais vergonha de estar sentindo tanto medo.

Todos começaram a entrar em um vórtice de baixa frequência tão forte que Gaia, a Terra, estava com real risco de ser dissipada e com isso retornaria à Fonte.

Então foi criado um plano por parte do Criador para que isso não acontecesse.

Se, como a maioria dos encarnados ao desencanar estavam presos à Atlântida por um plasma de dor, que eles tinham desenvolvido através do medo e da culpa, ao encarnarem eles continuariam seus percursos de medo, dor e culpa.

O carma nasceu naquela época, porque o medo e a culpa que estava plasmada nos corpos daqueles seres, faziam com que eles sentissem a necessidade de retornar para se desculparem, eles queriam tentar fazer diferente, mas o que todos nós sabíamos, é que as condições energéticas que eles estavam, não conseguiriam fazer nada além do que eles já tinham feito na encarnação precedente.

Mas como todos têm o seu direito assegurado de fazer aquilo que querem, então era permitido que eles voltassem, e se tudo continuasse daquele modo, o fim estaria próximo para Gaia.

Então o plano para salvar Gaia, porque ela não queria voltar para fonte naquele momento, começou a acontecer.

Foi naquele momento que o comando Asthar foi chamado, através do seu comandante maior Sheran, para que ele reunisse Seres de outros planetas, que fossem governados pela Luz, para encarnarem em Gaia e com isso eles trariam suas Luzes e também não estariam contaminados com plasma de culpa e de medo.

Milhares de Seres responderam prontamente ao chamado da Fonte.

Depois de uma rigorosa análise e preparativos, esses magníficos Seres vieram colaborar com todo esse plano maravilhoso. Infelizmente nós sabíamos que mesmo com a vinda desses Seres, Atlântida estava com seus dias contados, porque ela não conseguia mais absorver Luz da Fonte, e o plasma que primeiro existia nos corpos sutis das pessoas, tinha crescido tanto que estava agora nos corpos sutis de Gaia, dando início a Matrix, que vocês conhecem hoje.

Mas em Atlântida existia Seres que ainda não tinham sidos contaminados pelo plasma e a esses Seres foi mostrado o plano do Criador, para que eles continuassem ali ancorando Luz para a futura raça que viria depois do sucumbimento de Atlântida, então eles foram para o centro da Terra, onde existe ainda uma atmosfera de quarta dimensão alta e que muito pouco tempo depois da chegada deles, se tornou um lugar de quinta dimensão. ( nota: Eles falam de Agartha)

E foram eles que ancoraram Luz o suficiente para que esses Seres vindo dos outros planetas por intermédio do Comando Asthar, pudessem voltar para continuar o plano Divino. Mas no momento da repovoação da Terra, os escuros também começaram a reencarnar, pois ela ainda tinha um ambiente propício para eles.

A Terra já havia “descido” para a terceira dimensão, onde eles (os escuros) poderiam viver tranquilamente.

Então a Terra começou a ser povoada por três blocos de almas, aqueles que já estavam em Atlântida e que foram contaminados pelo plasma da culpa, aqueles que tinham vindo por intermédio do Comando Asthar e os Seres escuros.

Nós queríamos contar tudo isso sobre o final da Atlântida e o começo da Matrix, para dizer que a maioria das almas que despertaram, exatamente até este dia de hoje, 25 de julho de 2015, são as almas antigas que vieram ajudar Gaia através do recrutamento do comando Asthar, apesar de todos vocês terem se perdido na densidade, uns mais outros menos, e terem desenvolvido Karmas, todos vocês fizeram um bom trabalho e todos que estão encarnados agora, quando estava fazendo seus planos de alma, decidiram que iriam despertar da Matrix, que iriam se lembrar de que vocês não estão separados do Pai, e que o medo não mais os escravizaria.

E só assim foi possível a chegada da Era de ouro, só assim nós pudemos chegar até aqui.

Nós terminaremos essa primeira parte dizendo que, vocês são muito maiores do que vocês imaginam.

Na segunda parte dessa mensagem, nós iremos falar o que acontece quando as energias diferentes entram Gaia.

Nós vos abençoamos com o amor do Pai.

Nós somos Maria, Arcanjo Metatron, Arcanjo Miguel e Mestre El morya

Luciana Attorresi – Fonte: http://trabalhadoresdaluz.altervista.org/

Na medicina popular, o alecrim é associado há séculos com boa memória.

O médico Chris Van Tulleken investigou para a “BBC” qual pode ser a base científica dessa crença.

Em termos científicos, existem diferentes tipos de memória.

Existe a memória passada: o que você aprendeu na escola, por exemplo.

Existe a memória presente, usada minuto a minuto. E também a memória futura, ou “lembrar de lembrar”. A memória futura é a mais completa para a maioria de nós.

Quando falha, coisas como esquecer de tomar um remédio ou do presente de aniversário do cônjuge acontecem.

Existem estratégias para melhorar a memória passada, porém é mais complicado aprimorar a memória futura –e muitos adorariam ter uma receita. A medicina, por sua vez, não oferece muitas alternativas. Há remédios que tratam a perda da memória associada à demência, mas não são totalmente eficazes.

Então, quando viajei para Newcastle, no norte da Inglaterra, para falar com o professor Mark Moss na Universidade de Northumbria, estava cético.

A equipe de Moss está fazendo experiências para testar se o óleo essencial de alecrim pode ajudar a memória futura. O alecrim está ligado à memória há centenas de anos.

A personagem Ofélia, na peça Hamlet, de Shakespeare, mostra o alecrim ao irmão, Laertes, e diz que é “para lembrança”. Mas, na peça, a personagem fica insana e morre pouco depois dessa cena.

O alecrim é usado em aromaterapia por razões parecidas, mas isso também não pode ser considerado como forte prova científica.

A partir de meu trabalho em comunidades remotas no mundo todo, aprendi que tradições antigas de cura têm muito para nos ensinar e, historicamente, já forneceram muitos remédios úteis.

Mas eu acreditava que aromaterapia estivesse em outra categoria, uma terapia com pouco efeito. Usar cheiros bons para fazer as pessoas se sentirem bem. Ou era isso que eu pensava.

A experiência

Eis como a equipe de pesquisadores da Universidade Northumbria trabalhou: foram recrutados 60 voluntários mais velhos para testar os efeitos não apenas do óleo de alecrim, mas do de lavanda também. Eles então situaram os voluntários em salas impregnadas com óleo essencial de alecrim, de lavanda ou sem aroma nenhum.

Os participantes recebiam a informação de que estavam testando uma bebida com vitaminas. Qualquer comentário sobre os aromas era descartado e considerado irrelevante, os pesquisadores diziam que o aroma tinha sido “deixado pelo grupo que usou a sala antes”. Os voluntários, eu entre eles, fizemos um teste de memória.

No começo, objetos eram escondidos pela sala em lugares que você teria que se lembrar no final do teste. Então, você fazia uma série de quebra-cabeças com palavras, divertidos, enquanto os pedidos dos responsáveis pelos testes de memória ficavam cada vez mais complicados. No meu caso, duas estudantes, Kamila e Lauren, testavam minha memória.

Eis alguns exemplos: “Você pode me entregar este livro dentro de sete minutos?” ou “Quando você encontrar alguma questão sobre a rainha nas palavras cruzadas, você poderia me lembrar de ligar para a garagem?” Meus resultados ficaram na média. Esqueci de lembrar à Kamila para ligar para a garagem.

Mas o que a equipe de Mark Moss descobriu com estes testes é notável. Os voluntários na sala com a infusão de alecrim conseguiram, estatísticamente, resultados melhores do que aqueles na sala de controle. Os da sala com lavanda apresentaram uma queda significativa no desempenho. Lavanda é tradicionalmente associada com sono e sedação.

No sangue

De acordo com os pesquisadores, alguns compostos do óleo de alecrim podem ser responsáveis por mudanças no desempenho da memória. Um deles é chamado de 1,8 cineol. Além de ter um cheiro muito bom (para quem gosta deste tipo de cheiro) ele pode agir da mesma forma que os remédios permitidos para tratar demência, causando um aumento em um neurotransmissor chamado acetilcolina. Esses compostos fazem isso ao evitar a quebra do neurotransmissor por uma enzima. E isso é muito plausível – inalação é uma das melhores formas de levar drogas para o cérebro.

Quando você consome um remédio via oral, ele pode ser quebrado durante a digestão. Mas a inalação de pequenas moléculas pode passar para a corrente sanguínea e, dali, para o cérebro sem ser quebrado no sistema digestivo. Moss e sua equipe analisaram amostras de sangue dos voluntários e encontraram traços dos elementos químicos do óleo de alecrim.

As implicações com este tipo de pesquisa são enormes, mas não significa que você precisa passar seus dias cheirando alecrim e suas noites dormindo em um travesseiro de lavanda.

Os efeitos foram detectáveis mas reduzidos, dando uma pista de que é necessário fazer mais pesquisas sobre alguns compostos químicos encontrados em óleos essenciais, o que pode levar à criação de terapias ou aumentar nossa compreensão da memória e do funcionamento do cérebro.

Também é importante lembrar que qualquer remédio com efeito que pode ser medido, mesmo se inalado a partir de um óleo essencial, também pode ter um efeito colateral. Não se pode mexer com a bioquímica do cérebro e esperar resultados simples.

E poderia ser muito bom também se esses estudos também puderem, no futuro, contribuir para a criação de novos remédios para tratamento da demência. O que também restaura parte da credibilidade ao campo da medicina alternativa.

Nós passamos muitos anos criticando os tratamentos alternativos, mas acredito que exista um benefício real ao permitir que as pessoas assumam o controle da própria saúde com tratamentos que as façam sentir melhor, mesmo se não pudermos provar como.

Fonte: BBC Brasil

Se os Portais estão cada vez mais se abrindo é porque o individuo/dimensional está cada vez mais interagindo com a Malha Cósmica/Linhas do Tempo através da sua própria malha eletromagnética, que lhe proporciona um profundo estado de percepção/intuição de sua Divindade e também lhe proporciona ao nível do seu corpo físico (celular) um estado de maior rejuvenescimento, que o permite juntamente com um novo estado de consciência, interagir com o Universo e com os outros Planos de Realidade.

A Malha Cósmica/Linhas do Tempo é formada por freqüências de onda que podem ser sintonizadas ao nível da Energia do Pensamento do individuo/dimensional e que muitas vezes é manipulada pelos “Seres”, dentro de uma programação especifica, para uma finalidade determinada.

Como está narrado no Oitavo Relato, a quinta “Placa” foi entregue com o auxilio das Linhas do Tempo, quando os “Seres” através Delas conseguiram uma dobra no espaço, que originou a abertura de um Grande Portal Cósmico, para que no espaço/tempo terreno a “Placa” se materializasse e fosse entregue por tele-transporte na Fazenda Boa Sorte/MS-BR, no local conhecido como Milharal, no dia 21/07/2001, em torno das 22h00min. Naquele momento o dimensional estava corretamente colocado e coordenado harmonicamente, para que através da sua malha eletromagnética ativada/potencializada a partir dos seus chacras, pudesse sintonizar/interagir com a Malha Cósmica/Linhas do Tempo, que com os seus Feixes de Luz tele-transportaram a “Placa” para a terceira dimensão.

O individuo/dimensional está tomando consciência de sua natureza eletromagnética e já como um iniciado ele deve agora conhecer a sua “anatomia energética”, que estabelece através dos seus chacras uma conexão com a Malha Cósmica, para que possa corretamente manipulá-La e Nela se expressar com o verdadeiro sentido do seu Ser.

É um desafio que lhe pode aparecer inicialmente um obstáculo quase intransponível, mas, ele não deve esquecer que os “Seres” estão o ajudando, desde que ele se mantenha na faixa de tolerância (Neutralidade) e se ele então, conseguir se manter em um nível iluminado de consciência, se capacita, inclusive, para a sua Transmutação.

O poder e o conhecimento são dados apenas àquele que se conserva mais constantemente na faixa de tolerância, não burla conscientemente as Leis Universais e, portanto, são dados àquele que já foi intensamente testado em todos os sentidos.

Cada dimensional tem a sua malha eletromagnética, que é um microcosmo em ressonância com o macrocosmo. Ela é flexível, está interconectada e funciona como um transformador elétrico, permitindo ao dimensional dosar a energia que ele recebe da Malha Cósmica, usando-a através da sua vontade e do seu desejo.

O individuo não iniciado sempre buscou no sentido vertical o Transcendente, sentindo-O de uma maneira emocional mais distante e, portanto, mais dissociado do Eu Superior.

O iniciado deve agora com um novo empenho, busca-Lo também no sentido horizontal, buscando-O mais de perto através da sua atual freqüência mental/vibracional, para que possa em seu cotidiano através da sua energia vibracional ativa/direcionada, se expressar mais consciente como um Co-criador.

Os chacras estão (horizontalmente) ligados à Malha Cósmica, portanto, o individuo/dimensional deve o quanto antes chegar ao estado vibracional e de consciência do Sétimo Estágio, para que possa começar a se expressar através do seu frontal com a sua capacidade de co-criar.

Portanto, ele já deve estar na freqüência mental definitiva de pelo menos 27 ciclos/seg e com um nível de consciência necessário que já o permite interferir de uma maneira harmônica na natureza, na saúde/mente de outros indivíduos e atuar decisivamente na auto-cura através da manipulação da sua Freqüência Multi-vibracional.

E, ele já deve então, ter certo controle/domínio sobre a sua freqüência mental/vibracional, para que possa fundir/transformar em uma só freqüência (energia da criação) as freqüências geradas por suas emoções, à medida que o seu subconsciente as reconheça e as processe.

A Malha Cósmica quando ativada pela consciência iluminada do iniciado, é também um Escudo de Luz que protege o seu Ser. Portanto, o indivíduo/dimensional deve aprender a trabalhar com as fibras de luz de sua malha eletromagnética, que estão inter-relacionadas com energia dos seus chacras.

Ele deve viver cada momento com a responsabilidade de um crescimento iluminado/continuo. Quanto mais ele vive em uma postura consciente de um ser auto-iluminado, direcionando do seu frontal a sua energia vibracional, cada vez mais ele vai também se tornando um Co-criador.

Como já foi mencionando anteriormente o dimensional para se comunicar com o Universo e se tornar um Co-criador, deve aprender a “tocar as cordas” da Malha Cósmica, exercitando-se sob a batuta da Energia do seu Pensamento, mas, já plenamente iluminado pela Energia do Amor Puro/Uno, para que o Universo através da sua malha eletromagnética possa também o decodificar.

É importante que o dimensional em iniciação aprenda antes de tudo através da sua energia mental/vibracional, a manipular “positivamente” as Linhas do Tempo, desejando pela força do seu pensamento que forme finalmente o Corpo de Energia tão necessário aos trabalhos vibracionais desenvolvidos no Projeto Portal, porque estando Nele inserido, ele se prepara mais facilmente para a sua Transmutação. Se o dimensional não aprender a se direcionar dentro das Linhas do Tempo, Elas que poderão manipulá-lo e às vezes direcionando-o “negativamente” para um sentido não desejado.

Energia não é boa e nem ruim, é a consciência que a direciona e a caracteriza em um sentido ou em um outro. Como a Malha Cósmica/Linhas do Tempo são Freqüências Energéticas em forma de ondas, Elas podem ser, portanto, utilizadas pelo individuo para si mesmo ou para outros indivíduos tanto no sentido chamado de “positivo” como no sentido chamado de “negativo”, colocando-o sob o julgamento das Leis Universais de Causa/Efeito e de Ação/Reação, quando é observada a harmonia ou a desarmonia gerada pelos seus pensamentos e pelas suas atitudes.

Se dimensional direciona para um outro individuo através das Linhas do Tempo uma freqüência mental não harmônica (“negativa”), ele também sentirá os efeitos desta freqüência, porque ao enviá-la, já está se ligando energeticamente ao individuo e, portanto, se algemando nele ao nível mental/vibracional.

Assim, o dimensional deve sempre se trabalhar “positivamente” com a sua energia mental, para que o seu subconsciente sempre sintonize com os Níveis Superiores de Vibração, captando Deles todas as informações que necessita, ao mesmo tempo que direciona para o seu frontal, com o auxilio de sua glândula pineal, a sua capacidade de interação com o Universo.

O individuo/iniciado está se preparando, para que o seu campo energético vibre em uma Freqüência de Maior Amplitude ou de mais Luz, para que se harmonize e ajude a harmonizar os seus semelhantes nestes momentos atribulados e energeticamente densos da Transição Planetária.

O individuo/dimensional através da Malha Cósmica/Linhas do Tempo percebe que o futuro pode se alimentar tanto no presente como no passado e nesta conexão/ressonância entre o passado, o presente e o futuro é que gera o Eterno Agora.

Portanto, o dimensional/iniciado deve interagir em uma freqüência vibracional que o capacite a usar a Energia da Malha Cósmica em seu dia a dia, mas, para que isto aconteça, ele precisa equilibrar a sua anatomia energética através dos seus chacras, para que se perceba ainda em seu corpo físico o Ser de Luz que “É”.

O iniciado quando se expressa em ressonância com a Energia (Neutra) do Amor Puro/Uno em seus pensamentos e ações, ele já está vivendo a sua Realidade no aqui Agora e nestes instantes ao levantar o véu que encobre a Luz irradiada da sua Essência, ele vai se mostrando no que realmente “É” , ele vai tornando mais transparente a sua Divindade.

Através da manipulação das Linhas do Tempo e de acordo com as Leis Universais os “Seres” estão em sincronia com o dimensional/Projeto Portal, fortalecendo-o e sinalizando-o para o seu trabalho missionário. E, como na Malha Cósmica estão codificadas todas as informações do que já aconteceu, do que acontecerá e de todos os acontecimentos que no presente estão acontecendo, o dimensional está harmonicamente sendo orientado por Eles.

Para os trabalhos vibracionais na Fazenda Boa Sorte/MS-BR ou mesmo em outros locais é sempre observado o momento certo para começá-los, quando são esperados a presença dos Feixes de Luz “positivos” da Malha Cósmica/Linhas do Tempo, que favorecem a interação do indivíduo/dimensional com os outros Planos de Realidade, como nos contatos com os “Seres” que estão acontecendo ultimamente.

Os Feixes de Luz das Linhas do Tempo são também imprescindíveis para a manipulação energética ao nível físico, como na materialização de objetos ou na sua manipulação em todos os sentidos, quando autorizadas pelos “Seres” para um determinado objetivo (“Placas”).

A Consciência Coletiva Humana está levando a Terra para uma nova vibração, capacitando-a para a sua Transmutação. E, juntamente com muitos outros indivíduos que nela vibram (vivem), o dimensional iniciado do Projeto Portal está também alcançando a sua Potencialidade de Luz, através das mudanças fisiológicas que já estão lhe ocorrendo (hormonais e químicas), preparando-o já ao nível do seu corpo físico para a sua Transmutação e, portanto, para que viva uma Nova Realidade. Novos processos de aprendizagem estão lhe acontecendo, à medida que ele aprende a se conectar com os seus semelhantes, buscando através desta Nova Consciência Coletiva as informações de que necessita.

Cada iniciado percebe que tem um Pedaço da Verdade Coletiva dentro si e quando ele através Dele auxilia o seu semelhante na direção do seu Potencial Divino, está também ajudando a si mesmo, já que todos estão conectados. Nesta sua intenção originada da sua vontade/desejo está codificada a Energia do Amor Puro/Uno, que é a Energia com o maior Poder no universo e com Ela é que ele consegue realmente se ligar à Malha Cósmica/Linhas do Tempo, para que possa se exercitar como um Co-criador. O ser humano ainda tem muito que aprender energeticamente em relação ao Magnetismo do Amor Puro/Uno da Manifestação, porque em relação a Ele, está apenas engatinhando.

A Malha Cósmica é o Caminho de Luz por onde passa a MERKABAH com a sua Geometria Sagrada manifestando a Sabedoria Divina e só agora o indivíduo/dimensional começa a se capacitar para trilhá-La, quando ele começa também a não mais se expressar tanto através da sua individualidade/separação com o Universo e se perceber mais integrado com ele como um só Corpo de Energia.

Finalmente, através da Malha Cósmica ou das Linhas do Tempo o dimensional/iniciado está cada vez mais se despertando, está se tornando mais consciente da sua Transcendência Cósmica/Divina e, portanto, está cada vez mais exteriorizando o seu Mestre Interior, irradiando-O através da Luz do seu Cristo Interno.

Lagoa Santa/MG-BR, 03 de outubro de 2005.

  “O Ego”
– Na contramão da missão –

Os “Seres” interagem com o dimensional de acordo com a sua freqüência mental/vibracional, que está relacionada ao seu nível de consciência e à sua identificação em um determinado degrau na escala evolutiva.

Portanto, nos trabalhos vibracionais o dimensional consegue apenas o que ele pode receber dos Planos Superiores de Vibração/Luz, quando é trabalhado o seu campo energético/eletromagnético, para influenciar positivamente a sua saúde e, principalmente, para lhe proporcionar uma maior abertura ao nível de sua consciência/razão (auto-iluminação).

Todos os trabalhos vibracionais com os Planos Superiores de Vibração são grandiosos e para que o dimensional possa com eles interagir, é necessário que construa o seu equilíbrio emocional e a capacidade de manipular a sua energia mental.

Portanto, o dimensional deve aprender primeiro a dialogar consigo mesmo através do Silencio Interior, para que se torne o seu próprio juiz e não sendo o juiz dos seus semelhantes, possa em harmonia com eles dialogar/somar.

Portanto, o individuo deve ser mais vigilante para não projetar em seus semelhantes o que está nele e o incomoda. E, para que ele consiga exteriorizar e eliminar esta sua profunda desarmonia, ele deve aprender a se conhecer para que já consciente das respostas que antes não as tinha, possa se somar com outros dimensionais e, já em harmonia vibrar mais integrado com todos e com tudo.

É necessário nesta atual fase dos trabalhos vibracionais, que o dimensional/Projeto Portal mais do que nunca forme o Corpo de Energia através de uma mesma sintonia com os outros dimensionais, para que dentro da faixa de tolerância não aconteçam confrontos/conflitos e fique presente no grupo uma freqüência mental mais homogênea.

O trabalho vibracional com o Plasma – 2 que aconteceu em setembro/2005 no Chacra Vibracional da Fazenda Boa Sorte/MS-BR com a presença de quase quatrocentos indivíduos, ficou muito a desejar em relação à concentração e ao direcionamento mental coletivo para obtenção do plasma, quando alguns dos participantes ficaram com a sua atenção desviada por brincadeiras exageradas, que criaram um clima de alegria excessiva e exterior para o momento, como se um show de espetáculos estivesse pronto a iniciar. Para que aconteça uma interação mental/vibracional com os “Seres” dos Planos Superiores de Vibração, deve realmente existir um estado de alegria, mas, uma Alegria Interior sem exteriorização excessiva (brincadeiras), mesmo porque o dimensional Projeto/Portal já deveria ter uma sintonia com os “Seres” mais no mental, sem a necessidade de se expressar emocionalmente com o auxilio dos seus cinco sentidos (cantar/ bater palmas, etc.), para que esta interação possa se fazer de uma maneira mais correta/harmônica e se dar de pronto com eles.

O grupo de vinte e cinco dimensionais que receberá diretamente dos “Seres” uma substancia conhecida como tablete, quando estava reunido, já se comportou de uma maneira diferente.

Quase todos já estavam no sétimo estágio, portanto, já comportaram naquele trabalho vibracional especifico conhecido como Tablete Um com uma linguagem/comportamento mais mental, quando mais em silencio vibraram com as suas mentes e não tanto mais através dos seus cinco sentidos.

Portanto, alguns indivíduos/dimensionais já deveriam ter mais Luz/informação, já deveriam estar em um outro estado de consciência/razão, para que já com a sua linguagem do frontal pudessem interagir mais facilmente com os “Seres”, que vindos dos Planos Superiores de Vibração, estão tentando interagir com eles na terceira dimensão, para ajudá-los em sua Transmutação.

Infelizmente alguns indivíduos ainda não alcançaram um necessário nível de discernimento/iluminação, perdendo a oportunidade de se decodificarem através de uma linguagem energética, que os libertaria do antagonismo emocional da dualidade e que os soltaria das algemas energéticas da terceira dimensão.

O dimensional quando está de fato em missão, está sendo constantemente orientado pelos “Seres” e, portanto, está interagindo com eles através da sua freqüência mental/campo energético, quando lhe é permitido, como em uma via de mão dupla, lhe fluir a energia compensatória/necessária ao seu trabalho missionário e à sua proteção em todos os sentidos.

Portanto, o dimensional que verdadeiramente se dedica ao seu trabalho missionário, já está através do plano mental se tornando um portal vivo e, por ressonância está conseguindo na terceira dimensão uma maior interação/abertura com os “Seres”, através desta sua sintonia missionária com eles.

É muito importante no momento em que o individuo/dimensional interage neste Nível de Freqüência, que ele já saiba decodificar a diferença entre a energia irradiada do plano mental e a energia irradiada do plano astral, que por estar ainda “contaminada” pela energia das emoções, é um terreno muito fértil para a imaginação.

Os “Seres de Gemus” que em suas Freqüências de Luz/”Merkabah” ou “Naves” estão trabalhando os dimensionais/Projeto Portal com a Energia Divina do Plasma – 2, necessitam que estes dimensionais tenham condições de interagir com a realidade extra-física e, portanto, já começaram a seleção daqueles que já estão com esta Freqüência Vibratória Ativa para interagirem com os Mundos Paralelos. E, até o dia 27/03/2008 eles estarão passando por esta seleção através de experiências especificas/marcantes entre o seu cotidiano na terceira dimensão e a sua vivencia com outros Planos de Realidade, que lhes fornecerão subsídios para as suas missões.

Entretanto, os dimensionais que chegaram ao Projeto Portal depois do ano de 2008 ou mesmo aqueles que estão espalhados pelo mundo em trabalhos vibracionais paralelos, se conseguirem a freqüência mental necessária para este trabalho específico com os Mundos Paralelos depois desta data, serão também selecionados, porque no período entre os anos de 2008 e 2009 será a classificação final, para que todos dimensionais já despertos se classifiquem pelas Leis Cósmicas/Divinas, de acordo com que ele deixou de fazer ou com o que ele não deveria fazer, tendo em vista a sua responsabilidade do que realmente “É”. Portanto, neste período o dimensional que já se despertou, que já foi trabalhado pelos Ultras, se não alcançar um nível de consciência necessário para a sua sintonia/interação com a quarta dimensão, ele terá a sua reprovação vibracional e será barrado no caminho da sua Transmutação, já avaliado não só pelas suas atitudes como também pelos seus pensamentos.

O equilíbrio emocional é imprescindível para que os “Seres” se façam presentes e ajudem o dimensional em seus trabalhos vibracionais, mesmo quando não são percebidos. Há mais de sete anos o dimensional/Projeto Portal vem adquirindo um conhecimento mental/vibracional especifico e elevado, entretanto, alguns dimensionais não estão aptos infelizmente a usá-lo, por não saberem ainda manipular de uma maneira responsável a sua energia vibracional ativa. O veiculo já está estacionado, o tanque de combustível já está cheio, mas, estes indivíduos não estão sabendo dirigi-lo e outros não estão sabendo nem mesmo ligar a chave de ignição.

Quando todos os dimensionais/Projeto Portal estiverem no sétimo estagio, o trabalho missionário de cada um será mais facilmente direcionado. Entretanto, só despertará de fato aquele que se destacar e como líder ficar na linha de frente por causa do seu potencial mental. Energia Crística, energia de semi/deus, energia de cura, energia de contato, energia de interação com a matéria e energia da alquimia do pensamento, entre outras, são habilidades que o dimensional trouxe de suas vidas passadas e uma destas habilidades da sua paranormalidade, é que o caracterizará em sua capacidade de liderança e que o ajudará em seu trabalho missionário.

O dimensional quando exercita o auto-controle, ele está também aprendendo a se amar, quando vivencia pela paciência/compreensão/sabedoria a evitar o desespero na volta de alguns trabalhos vibracionais mais distantes, a evitar a angustia de não acontecer naquele momento o que energeticamente procura e a evitar discussões em filas ou correr afoito de uma para a outra em alguns trabalhos vibracionais como estivesse às vezes competindo, entre outros exemplos.

Não adianta o individuo se preparar com construções físicas para fugir do cataclismo externo (movimento de precessão), se antes ele não for capaz de fugir do cataclismo interno de suas frustrações, que nem sempre percebidas são projetadas em outros indivíduos na forma de inveja, de ciúme e de todo o tipo de maledicências geradas por uma instabilidade emocional construída no ressentimento, que não ajudam a formar o Corpo de Energia através de uma Consciência Coletiva, que deve ser construída e, portanto, que deve ser almejada antes de tudo.

O dimensional só construirá este Corpo de Energia com os outros dimensionais, se não sair da faixa de tolerância. Portanto, ele deve aprender a ser mais tolerante e paciente, para que se mantenha sempre em um estado de harmonia com todos. Alguns falam muito em “ego”, mas, se percebem pouco nele, que deve ser menos falado/conceituado e mais exorcizado.

Se o individuo procura sempre cicatrizar as feridas no seu corpo físico, muito mais ele deve procurar cicatrizá-las ao nível dos seus sentimentos, deixando para o Tribunal Maior (Leis de Causa/Efeito – Ação/Reação) o julgamento do que o incomoda e do que humanamente o machuca. Ele deve apenas aprender com os acontecimentos.

A freqüência mental do dimensional fica registrada (vibra) na primeira camada de sua aura e ao ser codificada/levada pelo Ultra para o Plano Superior de Vibração, permite que ele seja “pesado” pelos seus pensamentos e pelas suas ações na Balança Cósmica/Divina do mais “Positivo” e do mais “Negativo”. Prevalecendo a primeira condição o dimensional terá condições de se transmutar e se prevalecer a segunda condição ele terá que reencarnar neste ou em um outro planeta da terceira dimensão.

Lagoa Santa/MG-BR, 07 de outubro de 2005.

 

  Kundalini/Energia Vibracional Ativa
– Necessária também à missão e ao contato –

Energia da kundalini, energia da criação, energia da freqüência na cor vermelha, energia vibracional ativa e energia sexual são denominações que caracterizam uma mesma energia de vibração sincronizada, que está presente em tudo que é tido no Universo como ser vivo e que rege/manipula ao mesmo tempo a freqüência das células deste ser, ativando-as ou acelerando-as ao nível dos seus prótons/elétrons.

Alguns indivíduos nasceram com a energia criação já ativa, porque eles já a conquistaram em seus outros estágios de vida e, portanto, não precisam conquistá-la nesta sua atual encarnação, tendo ou não relação sexual. Portanto, na palavra sexual para a energia sexual ou da criação não está implícito, que esta energia tem apenas que se manifestar mediante o ato sexual, mesmo porque os indivíduos por serem seres que experimentam a dualidade na terceira dimensão, estão constantemente é gerando emoções e a energia proveniente delas é que eles devem aprender fundi-las/transformá-las em uma só freqüência, à medida que o seu subconsciente as reconheça e as processe, direcionando-as para o seu frontal, para que possam ser transmutadas em energia da criação (energia sexual), sintonizando-os com o Cosmo e permitindo que interajam em Escala Maior com a Vida que vibra em todo o Universo.

O dimensional desperto deve ajudar a desmistificar a ignorância secular em torno da energia sexual, que não é vulgar, mas, uma energia sagrada por permitir o individuo se conectar à Manifestação de uma maneira potencializada pela ampliação de todos os seus canais universais (Freqüência Multi-vibracional). Portanto, quando a energia sexual/energia da criação é também obtida potencializada no ato sexual, o casal deve consegui-la através do carinho e do respeito mútuo, um vendo o outro como um veiculo sagrado, como um depositário desta energia divina. O casal neste momento já deve ter uma programação mental, mas, que só será conseguida se os dois tiverem em um mesmo nível de consciência, para que possam mutuamente sintonizar todos os seus canais universais e despertar todas as suas faculdades mentais adormecidas, para sincronizarem com o Cosmo.

Entretanto, nos trabalhos alquímicos que envolvem a interação entre as polaridades positiva e negativa, ou seja, entre as formas masculina e feminina para que não aconteça uma desarmonia energética pelo choque de campos eletromagnéticos com a mesma polaridade, que é contraria as Leis Universais da Bi-Polaridade para a terceira dimensão, o casal não deve neste momento sentir atração física um pelo outro e nem se expressar pela emoção do afeto, para que a energia da criação ativa já anteriormente potencializada em seus chacras frontais possa ser direcionada sem interferência para a transmutação.

O individuo precisa levar a sua energia da kundalini até o chacra frontal, porque ela não pode ficar estacionada no chacra básico. Grande parte da humanidade está com esta energia parada ao nível do chacra básico, porque não está conseguindo transforma-la em energia vibracional ativa ou da criação.

O dimensional quando possui energia vibracional ativa, fica com a sua aura mais visível, permitindo que a luminosidade que ela irradia se mostre nítida em volta do seu corpo, pelo realce do seu campo energético (eletromagnético). O dimensional para ver a aura é uma questão de treinamento, mas, ele precisa também estar em um estado de consciência mais iluminado. E, quando ele estiver saindo do sétimo para o oitavo estagio o seu corpo ficará com alguns pontos luminosos e já no oitavo estágio poderá criar uma silhueta luminosa em volta dele, desde que tenha uma necessária e ativada carga elétrica.

O dimensional para fazer que a sua energia vibracional fique ativa e direcionada, precisa conhecer o seu próprio corpo. Ele precisa conhecer determinados pontos dos seus meridianos, para que ele possa trabalhá-los (aperta-los) em pontos específicos na perna, no seu rosto, na sua bochecha e na sua barriga, entre outros. Esta energia deve ser muito bem direcionada para que não seja utilizada “negativamente”. O dimensional quando chegar ao sétimo estágio, que tem nove sub-níveis, deve ter conhecimento destes pontos e através deles potencializar a sua energia vibracional. E, como neste estágio já está vibrando em uma freqüência mental especial/compatível para a sua missão, o indivíduo que encontra-lo e que com ele teve um relacionamento no passado, será desperto pelo seu carisma. Mas, este indivíduo muitas vezes poderá não ter o seu nível de informação/consciência, portanto, o dimensional deve temporariamente se nivelar a ele, para que possam juntos fazer a escalada evolutiva.

Tanto o planeta Terra (corpo cósmico/vivo) como os seres humanos têm em seus corpos vários pontos nevrálgicos. A mulher tem em seu corpo físico sete destes pontos e o homem tem dois.

O individuo deve aprender a fixar a sua energia (kundalini) no frontal, mas, para que esta fixação aconteça já como energia vibracional ativa, é necessário que ele já esteja com a energia dos seus outros chacras equilibrada. E, uma vez já direcionada como energia vibracional ativa no frontal, ela nunca mais desce, nunca mais vibra ao nível dos outros chacras. Entretanto, alguns indivíduos/dimensionais talvez precisem antes de ajuda psicológica, física (saúde) e mesmo energética (equilíbrio do campo energético), para que possam definitivamente fixá-la neste chacra .

Alguns dimensionais (mulheres) independentes da sua beleza física ou da sua condição financeira já possuem uma energia polarizada especifica ou magia, que de agora em diante será potencializada ao nível dos seus meridianos. Esta energia atua apenas sob o comando do dimensional de polaridade negativa que já possui uma consciência mais iluminada, que não irá utilizá-la para prejudicar alguém, mesmo porque seria bloqueada ao nível do seu inconsciente e da sua terceira camada da aura. Esta energia (magia) quando está ativada no dimensional, ela faz tudo fluir, atua em outros indivíduos e, inclusive, em animais. E, para que o dimensional de polaridade negativa possa potencializá-la, ele deve trabalhar o seu chacra frontal e a sua glândula pineal.

Os dimensionais (homens) devem aprender a trabalhar o sexto sentido, para manipular o seu campo de percepção, a sua capacidade de projeção e, principalmente, devem preparar para o contato. Portanto, os dimensionais de polaridade positiva devem também aprender a trabalhar principalmente a sua glândula pineal, para aumentar a sua visão pela percepção do frontal.

Depois que os dimensionais/Projeto Portal desenvolverem corretamente esta energia (magia na mulher e o sexto sentido no homem), poderão finalmente trabalhar a população em seu compromisso missionário, porque não terão mais dificuldade de passar com maior clareza as informações.

O dimensional que no sétimo estagio está começando a sua iniciação, já está entrando em uma freqüência de trabalho na vibração neutra do ouro, que já lhe possibilita começar a trabalhar/direcionar a Energia (Neutra) do Pensamento para os trabalhos vibracionais da transmutação.

O individuo para começar a sua iniciação já deve estar em uma freqüência mental e em um nível de razão/consciência (auto-iluminação), que lhe permitem ser diretamente ativado pelos “Seres” em vinte e sete pontos físicos e em quatro pontos extra-físicos no Chacra Vibracional da Fazenda Boa Sorte/MS-BR. Portanto, a sua iniciação no sétimo estágio só acontecerá quando ele se tornar o seu próprio espelho, não se iludindo tanto pelo “ego”, que procura se alimentar incessantemente da energia de suas emoções.

Cada dimensional é um líder nato, portanto, nos trabalhos vibracionais ele só pode ser líder dele mesmo e, nesta situação, ele deve ter a responsabilidade de perceber os seus limites, para não perturbar os outros dimensionais que são também lideres, para que todos juntos possam formar o Corpo de Energia, que é imprescindível em qualquer grupo de trabalho, que trabalhe com a energia vibracional ativa. E, cada líder tem a sua própria habilidade paranormal, que por respeito mutuo não deve ser imposta um ao outro.

O individuo/dimensional quando tira a sua simbologia e a vê fisicamente desenhada, ela imediatamente se marca/plasma em seu frontal de uma maneira muito semelhante à marca feita com o ferro em brasa, mas, em um tom mais avermelhado/arroxeado. Portanto, se o individuo/dimensional já codificou/plasmou a sua simbologia em sua testa, ele não consegue mais se desprender da energia que ela irradia e ele poderá até se afastar do Projeto Portal, mas, apenas fisicamente.

O dimensional iniciado está se preparando para potencializar a sua energia mental e bastará que o seu campo energético seja ativado apenas uma vez neste sentido, para que ele tenha uma aceleração continua/conjunta em todos os seus canais mentais e a partir deste momento quanto mais ritmos (ciclos/seg.) ele for conseguindo, mais será o seu grau de desenvolvimento mental. E, à medida que ele for manipulando os seus canais mentais, mais construirá a sua Freqüência Multi-vibracional e se ela chegar a 120 ciclos/seg., o dimensional poderá realizar com facilidade os seus “milagres”.

O dimensional/Projeto Portal que já fez a 1ª. e a 2ª. fases da fusão com auxilio dos Ultras, deve agora participar da 3ª. fase da fusão ainda com o auxilio deles, que o ajudará a irradiar do seu campo energético uma energia em forma de luz, que deverá com a força de suas ondas mentais derrubar um objeto colocado à sua frente. Ele terá sete oportunidades em um mesmo dia para conseguir esta façanha, mas, antes passará por um treinamento mental para direcionar a força do seu pensamento, trabalhando a sua glândula pineal e o seu chacra frontal.

As Luzes que se mostram como flashes nos trabalhos vibracionais do Plasma -2 são Energias Vivas e Conscientes que plasmam/materializam a forma que querem e que nos tempos bíblicos (velho testamento) eram narradas como Manifestações Divinas na forma de Anjos. Os dimensionais agora As conhecem como Seres dos Planos Superiores de Vibração e outros ainda As chamam de “Seres Extraterrestres”. Mas, o dimensional/Projeto Portal pode chamá-Las de Presenças Divinas, porque são realmente Manifestações Conscientes de Luz, que ao nível do plano mental estão mais constantemente o auxiliando nesta sua nova e delicada fase dos trabalhos vibracionais.

É muito importante que aconteçam também com o dimensional/Projeto Portal os contatos com seres de outros planetas/extraterrestres e com os seres dos Mundos Interiores/Intra-terrenos, para que obtenha deles informações diretas/verbais, que possam enriquecer o seu trabalho missionário. Na aproximação com estes “Seres” o dimensional pode sentir um choque de vibração provocado pela freqüência vibracional deles, causando-lhe insegurança/medo e, se isto lhe acontecer, ele deve por as suas mãos no plexo ou apertar os cristais que ele trás em suas mãos naquele momento.

Constantemente é lembrado ao dimensional que o contato não acrescenta nada ao seu processo de auto-iluminação. É apenas um acontecimento para que ele consiga informações, que irão enriquecer o seu trabalho missionário de propagação/divulgação.

O contato só acontece plenamente, quando o individuo estiver literalmente centrado na faixa de tolerância, que o impossibilita de irradiar sentimentos de inveja e de ciúme que entre outros sentimentos são tão comuns no cotidiano humano e que muitas vezes não são percebidos.

As sondas que saem da “Nave GNA”, para trabalharem a freqüência eletromagnética dos dimensionais, quando irradiam uma freqüência luminosa na cor vermelha, estão vibrando na freqüência necessária (densidade) para que elas possam se apresentar tripuladas. E, quando irradiam uma freqüência luminosa mais clara elas não estão tripuladas, porque não estão nesta freqüência/densidade necessária para que as Energias Conscientes que as direcionam se plasmem/materializem como formas (tripuladas) na terceira dimensão através da energia mental/vibracional dos dimensionais.

O individuo/dimensional quando é chamado pelos “Seres” para o contato, é uma conquista sua, porque chegou a um determinado degrau da escala evolutiva, que já lhe permite estar em uma freqüência mental/vibracional especial. Ele já pensa e age em um nível de consciência que lhe possibilita ficar na faixa de tolerância. E, aquele dimensional que já está em missão, já possui naturalmente com os “Seres” uma interação vibracional, que torna ainda mais fácil o seu contato com eles, mas, no momento certo e sem atropelos.

Lagoa Santa/MG-BR, 13 de outubro de 2005.

 ___________________________

Texto de Antônio Carlos Tanure

http://pegasus.portal.nom.br/merkaba/

ॐ Essa sílaba única, Om, vem dos Vedas. Como uma palavra sânscrita, significa avati raksati – aquilo que lhe protege, lhe abençoa.

É considerado o som mais próximo da palavra divina, e a origem de todas as demais. Segundo o Mandukya Upanishad, OM é aquele que existiu e existirá sempre.

A sílaba OM é considerada por várias escolas, mestres e tradições o som primordial do Universo.

Assim, pode-se afirmar que OM é o princípio, meio e fim. É a totalidade. É chamado na Índia por mátriká mantra, o som matriz matriarcal que tudo originou. Nos Vedas, é definido como “aquele que tudo inclui, a origem e o fim do Universo”.

Portanto, Nele o universo se cria, se conserva e se dissolve. É o som-semente que desenvolve o centro de força da “Terceira Visão”, responsável pela intuição, meditação e pelos fenômenos da telepatia e clarividência.

É o primeiro dos símbolos sagrados na Índia que possui a força de ser a descrição visual do som cósmico, do qual toda a matéria e o espaço são originados. No seu som monossilábico, contém Brahman ou o universo inteiro em sua energia. O universo inteiro significa não somente o universo físico, mas também a experiência dele.

Deste modo, o OM é fundamental na cultura Hindu, e seu símbolo é a primeira figura que toda a criança deve desenhar no início de sua educação.

Ele é, também, a primeira evocação que é cantada para evocar os deuses numa oração. Seu motivo pode ser visto em pórticos, portões, templos, livros em geral, textos religiosos, em berços de recém nascidos e em roupas cerimoniais, numa grande variedade de cores e com muitos tipos de enfeites.

Podemos vê-lo como um equivalente à luz branca, em que nele pode ser encontrado todas as cores do arco-íris. Na tradição Hindu Om é a palavra de afirmação solene e respeitoso acordo .

OM é a contração da palavra SOHAM e é, assim, o Som Primordial, o sopro vital, o som de vida. Ele equilibra o Ser dando-lhe todo o seu poder estabelecendo a harmonia entre os diversos veículos do homem integral nas suas três divisões fundamentais (corpo, mente e espírito).

Por outro lado, sendo o som mais puro que existe, ele regenera o homem a todos os níveis e situa-o no plano divino. OM é, por excelência, o som universal de meditação, aquele que dá progressivamente acesso às mais altas realizações espirituais.

Dentro do símbolo há os cinco elementos do Universo – terra, fogo, ar, água e éter. Confome o mestre hindu Pranavopanishad, o A é nirman (criação de tudo), é Brahma, o criador e a Terra. U é shiti (conservação do Universo), é Vishnu, o preservador. O espaço M é Pralaya (transformação do Universo), é Shiva, o dstruidor e a iluminação. Observe que na existência tudo é regido por estas três energias: criação, preservação e destruição.

Avati Raksati – aquilo que lhe protege, lhe abençoa. Como se dá essa proteção? É um mantra e é um nome do Senhor.

O nome do Senhor lhe protege através da repetição do próprio nome. Pelo nome você reconhece o Senhor. E, portanto, é reconhecimento em forma de oração.

Uma compreensão profunda sobre este símbolo místico revela que é composto de três sílabas combinada em uma, não como uma mistura física mas como uma combinação química.
Na verdade em Sânscrito a vogal ‘o’ é constitucionalmente um ditongo composto de a + u; por isso OM é representativamente escrito como AUM.
Apropriadamente, o símbolo do AUM consiste de três curvas (curvas 1, 2 e 3), um semicírculo (curva 4) e um ponto.

A curva maior 1 simboliza o estado de vigília, neste estado a consciência é voltada para o interior através dos portões dos sentidos.
O tamanho grande significa que este é o estado mais comum (‘maioria’) da consciência humana.
A curva de cima 2 mostra o estado de sono profundo ou estado de inconsciência.
Este é um estado onde quem dorme não deseja nada nem passa por nenhum sonho.
A curva do meio 3 (que se localiza entre o sono profundo e o estado de vigília) significa o estado de sonho.
Neste estado a consciência do indivíduo é voltado para o interior e o sonhador contempla uma visão encantadora do mundo atrás das pálpebras dos olhos.
Estes são os três estados da consciência de um individuo, já que o pensamento místico Indiano acredita que a realidade manifestada inteira se origina desta consciência, portanto estas três curvas representam o fenômeno físico .

O ponto (4) significa o quarto estado da consciência, conhecido em Sânscrito como turiya.

Neste estado a consciência não parece nem extrínseca nem intrínseca, nem os dois juntos.
Significa o voltar para a quietude de toda existência relativa e diferenciada. Este estado quieto total, pacífico e bem-aventurado é o alvo absoluto de toda atividade espiritual.
Este estado Absoluto(não-relativo) ilumina os outros três estados.

Finalmente, o semi círculo simboliza Maya e separa o ponto das outras três curvas. Deste modo, é a ilusão de maya que nos previne da realização dos mais altos estados de bem-aventurança. O semi-círculo é aberto no topo e não toca o ponto. Isto significa que este estado mais alto não é afetado por maya.

Maya só afeta o fenômeno manifestado.
Este efeito é quem previne o investigador de alcançar seu alvo final, a realização do Um, do onisciente, do não-manifesto, do princípio Absoluto.
Desta maneira, a forma de OM representa tanto o não-manifesto e o manifesto, o númeno e o fenômeno.
Sendo um mantra, ele é repetido, e, portanto, torna-se uma prece. O Senhor é o protetor e o provedor; aquele que abençoa é o Senhor; o Senhor é na forma de bênção.Repetido Om, você invoca o Senhor naquela forma específica. Então, dessa maneira, Om lhe protege. Portanto, ele é fiel a seu nome. É o Senhor que lhe protege, e não o som.

O Senhor é Um e não-dual. Isso é o que dizem os Vedas. O que existia antes, o que existirá depois e o que existe agora.
Tudo isso, sarvam, é realmente Om. Tudo o que existe é Om. Tudo o que existiu é Om, e também tudo o que existirá depois, no futuro. Passado, presente e futuro, incluindo o tempo e tudo o que existe no tempo – tudo isso é Om. Aquele Om é Brahman.Portanto, o Senhor é não-dual, e esse não-dual é Um. A sílaba é também uma e não-dual, significando que tudo está dentro dela. E tudo está dentro de Om.

Como um som sagrado também, a pronúncia das três sílabas AUM é aberto para uma rica análise lógica.O (A) simboliza o estado de vigília, e assim, o estado de sonho (simbolizado por U), situa-se entre o estado de vigília (A) e o estado de sono profundo (M). Na verdade um sonho nada mais é do que um componente da consciência da vida em vigília formada pela inconsciência do sono.

A é um mátra, U é outro e M mais outro. Brahman é sarvam (tudo) e também está na forma de três. Brahman em estado causal, como súkshma prapañcha, o mundo sutil, e o sthúla, o mundo físico. O corpo físico é chamado de sthúla, assim como o universo físico.

Dentro desse corpo físico existe outro mundo. É o mundo do nosso prana que mantém este corpo vivo e inclui a mente e os sentidos. É sutil, pois está dentro desse corpo físico, não visível, mas sua presença não se perde. Portanto, o que mantém esse corpo vivo, sem o qual estaria morto, isso é súkhma.Quando sthúla e súkshma estão juntos, então existe vida. Quando súkshma não está presente, esse corpo físico fica inerte.

Dessa maneira, temos o Senhor nos três níveis: no nível físico, sutil e causal. Na nossa vida diária também temos três estados distintos de experiência: o acordado, o sonho e o sono profundo.

No sono profundo o indivíduo está na forma causal. No sonho você se identifica com o súkshma (sutil), sua própria mente. A mente está acordada e existe uma experiência de sonho e um mundo de sonho.

E você ainda identifica-se com o corpo físico e tem então o estado acordado. Então temos três estados de experiência e três mundos. Isso constitui o indivíduo enquanto ser acordado e todo o mundo físico, o ser que sonha e todas as experiências sutis e o causal, no sono profundo. São três e completam tudo o que existe a nível individual e total.

Além da natureza tríplice do OM como um som sagrado está a quarta dimensão invisível que não pode ser distinguida pelos nossos restritos órgãos dos sentidos como nas observações materiais.

Esta quarta dimensão é indescritível, silêncio total que segue a elocução do OM.
Uma quietude de todas as manifestações diferenciadas, ou seja, um estado pacífico , bem-aventurado e não-dual. Na verdade este é o estado simbolizado pelo ponto na iconografia tradicional do AUM.
Geralmente, cantamos Om no início e no final de qualquer coisa. Om representa um início auspicioso.
O simbolismo tríplice do OM é compreensível para a maioria de nós humanos ‘ordinários’ , percebidos tanto no nível intuitivo quanto objetivo . Isto é responsável pela popularidade e aceitação geral.
Por este símbolo se estender sobre o espectro inteiro do universo manisfestado, faz com que seja uma fonte verdadeira de espiritualidade.

De acordo as ciências espirituais Indianas, Deus primeiro criou o som e destas frequências sonoras veio o mundo do fenômeno.Nossa existência total é constituída destes sons primordiais, que dão origem aos mantras quando organizados por um desejo de se comunicar, manifestar, invocar ou materializar.

É dito que a própria matéria se originou do som e o OM é o mais sagrado de todos eles.
O OM (ॐ) é o ponto de ligação de um ponto qualquer com todo o resto universo, isto é, não só representa esse momento de paz como também representa o silêncio que une dois mundos diferentes.

É a sílaba que precede o universo e da qual os deuses foram criados. É a sílaba “raiz” (mula mantra), a vibração cósmica que mantém unidos os átomos do mundo e dos céus.

Mantra da paz universal – OM SHANTI OM

Tanto o sofrimento como a alegria são igualmente propícios para quem deseja conhecer e desenvolver a si mesmo.

Desde que lancei meu livro, “O Mapa da Felicidade”, o tema da felicidade se tornou ainda mais recorrente no meu dia a dia.

Tenho concedido muitas entrevistas sobre o assunto, além de conversar com inúmeros leitores que me procuram para compartilhar suas próprias histórias de alegria, bem estar e plenitude.

Outro dia, porém, um deles me escreveu para tirar uma dúvida e a pergunta ficou na minha cabeça: “mas, e quando bate a tristeza, o que a gente faz?”. Respondi: “a tristeza, como outras emoções negativas, compõe o ser humano. Ela é inevitável e eventualmente vai se manifestar”.

Creio que a minha resposta não foi exatamente a que ele gostaria de ouvir imagino que esperasse alguma dica ou conselho valioso para exterminar a tristeza, erradicála de vez e sem piedade.

Mas a verdade é que sempre vão existir fatores e acontecimentos capazes de desencadear, na gente, a sensação de pesar, luto, dissabor ou depressão. Esses sentimentos fazem parte da vida, são justos e, quando surgem, precisam e merecem ser vivenciados.

Ainda assim, é importante dizer que a tristeza não é um impeditivo da felicidade. Sim, porque, afinal, a felicidade é um estado ligado à sensação interna de bem estar profundo.

E mesmo que você se sinta triste por um determinado momento ou período de tempo, o bem estar interno consolidado e conquistado vai lhe mostrar que um pedaço seu está triste não você inteiro e que está tudo bem se sentir assim.

E essa é a verdadeira questão sobre a tristeza: ela não pode e sequer deve ser evitada; pelo contrário, ela merece ter seu espaço para que nós, os seus “detentores”, tenhamos a chance de aprender com ela.

De forma alguma se trata daquele velho clichê de que o sofrimento é o único caminho para o amadurecimento ou o crescimento. Isso é uma crença perigosa, quase sempre inconsciente, compartilhada por muita gente.

Na realidade, o que quero dizer é que o processo de autodesenvolvimento é contínuo para aqueles que assim escolhem. Portanto, tanto o sofrimento como a alegria são igualmente propícios para quem deseja conhecer e aprimorar a si mesmo.

Um pedaço de você

Dito isso, por que, então, parece sempre tão difícil lidar com a tristeza?

Bem, em primeiro lugar, por um fator cognitivo.
Nosso cérebro foi treinado e está acostumado a generalizar as emoções.

Compartilho um exemplo: tempos atrás conversava com um ex aluno que estava muito abatido. Seu pai havia falecido e ele não sabia como lidar com isso. Mostrava-se realmente muito triste e repetia: “uma nuvem avassaladora passou por mim; sinto que perdi tudo”.

A sua infelicidade era justa, válida, real e plausível. Porém, generalizada, “fez sumir” os aspectos felizes da vida daquele rapaz, que, segundo ele próprio, tinha um casamento maravilhoso e o emprego dos sonhos. Sua alegria, prazer e bem estar estavam, então, ofuscados pelo momento de luto e tristeza. Era como se elas próprias, as emoções positivas, estivessem de luto.

Conversamos bastante. Propus a ele que entrasse em contato com sua positividade. Aliás, esta é uma das ferramentas mais poderosas e eficazes para quem deseja compreender e lidar melhor com as emoções negativas.

Ser positivo é adotar um comportamento, uma atitude de aceitação e de presença diante da vida. E,
quando assim estamos e agimos, temos a oportunidade de vivenciar exatamente tudo o que nos é apresentado e proporcionado de forma muito mais equilibrada e plena.

De volta ao exemplo deste ex aluno, era muito justo que sentisse aquela dor e aquela tristeza em decorrência da perda do pai. Com atitude de positividade, ele poderia e, de fato, pôde evitar a generalização deste sentimento.

Ou seja, ele teve a oportunidade de compreender o quanto de dor havia numa parte dele para que pudesse extravasá-la e respeitála; por outro lado, pôde também identificar que o amor, o bem estar e a alegria, instalados em outras partes de sua vida, permaneciam intactos.

Pós tristeza

Como disse, a tristeza e as emoções negativas são inevitáveis. O mesmo se aplica às sensações positivas. E, diante de qualquer uma delas, é possível observar a si mesmo, ampliar o autoconhecimento e crescer.

Sabe aquele bom e velho exercício de reflexão que costumo propor?
Sim, o trabalho do autoquestionamento é, mais uma vez, imprescindível aqui.

Já que estamos falando de tristeza, digo que identificar a origem e os porquês deste sentimento pode ajudar não apenas a lidar melhor com ele, mas a mantê-lo equilibrado diante de situações que normalmente o despertariam.

Então, pergunte-se, sem medo de descobrir a resposta: por que estou triste?
Por que esta situação me afetou tão negativamente?
Eu poderia ter feito algo diferente para que o resultado fosse outro? O quê?

O ideal é realizar esse processo com o tempo, quando já houver alguma distância do evento desencadeador da tristeza, mas não tempo demais a ponto de a dor já estar “acomodada”. Isso é importante para que se possa ter clareza de raciocínio alinhada à emoção.

E, assim, você poderá encontrar respostas que, se não trarão alívio imediato à sua tristeza, permitirão que assuma a responsabilidade pela parte que lhe cabe e, aos poucos, conforte-se com a parte que lhe aconteceu sem que tivesse controle.

www.heloisacapelas.com.br

http://somostodosum.ig.com.br/clube/c.asp?id=44208