Irmãos,

Que a Paz esteja presente em vossas vidas.

As ocorrências vividas individualmente no Planeta em que habitais como Seres encarnados se interpenetram umas nas outras.

Mesmo sendo Seres individuais, suas ações e pensamentos refletem no Todo.

O que ocorre é que vós confundis “individuais” com “individualismo”.

Suas atitudes são individuais, refletindo primeiramente em si mesmo como Ser encarnado e espiritual.

Em seguida, para os que estão ao seu redor ( encarnados ou não ).

E assim sucessivamente acontece para os que não são do seu convívio diário.

E escalonadamente vai atingindo mais e mais seres…

Portanto, é um engano pensar que o que fizer para si mesmo não se expande !

Por isso o Respeito, o Amor deve ter início em vossas mentes, vossos corpos e corações, para que possais refletir o que sentis dentro de vós mesmos.

Se ofereceis Amor, é porque tendes Amor em vosso Ser.

Se ofereceis compaixão, é porque tendes compaixão para convosco mesmo.

Conseqüentemente se ofereceis rancor, desamor, desumanidade, descaso, indiferença, já podeis saber o que tendes para vós mesmos.

Assim, cada um oferece ao outro o que tem para si mesmo !

E recebe do outro o que ofertou e o que o outro tem para oferecer ( mesmo que algo não tenha acontecido diretamente convosco).

É a lei da ação e reação, causa e efeito. Semeadura e colheita.

É assim que acontece !

Independente dos eventos cotidianos, é de grande significância que mantenhais vossos pensamentos no Bem e no

Amor, pois quando estais na sintonia do Bem, é mais fácil neutralizar pensamentos e influências corrosivas que vos acometeis para vos desviar do caminho da conquista de vossa evolução espiritual.

Mantende vossos pensamentos no Alto, vos conectando com Seres de Luz e com os Mentores Espirituais que permanecem no trabalho incansável de proteção e harmonização do vosso Ser individual e coletivo.

Sois indivíduos, mas não sois únicos !

Sois grãos de areia pertencentes ao pó Cósmico que permeia o Universo em que estais inseridos.

Vos deixo com muita Paz !

Publicado por Hugo Lechuga Arteiro

Ramatís

Fonte da psicografia: Universidade do Amor